Sexta-feira, 29 de Abril de 2011

Sabores do Toiro Bravo

 

 

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 08:05
link do post | comentar | favorito

Festival do Toiro Bravo regressa a Coruche

 

Durante três dias a mesa está posta na Praça de Toiros de Coruche para uma pega de caras no prato, durante a 8ª edição dos “Sabores do Toiro Bravo”. Um certame gastronómico dedicado à carne brava, que durante estes dias espera milhares de visitantes amantes da carne do gado de lide.

Festival gastronómico único no país, aqui pode provar iguarias como canja de vitela, língua estufada, rabo de boi, rolinhos de toiro bravo com rosmaninho, arroz de vitela brava no forno, espetadas de vitela brava em pau de louro verde e ainda os doces tradicionais da região como a sericaia. E porque festa sem música não é festa, a organização preparou três noites com muito fado à desgarrada, música popular e ainda animação taurina, com a participação especial do Grupo de Forcados Amadores de Coruche, que comemoram este ano 40 anos e que farão uma pega em plena arena.

Tudo isto num fim-de-semana imperdível, onde a gastronomia, e a“afición” se juntam para promover as tradições taurinas e defender a criação e protecção da carne brava, cada vez mais valorizada no mercado e vendida diariamente nos talhos da região

 

 

in O Ribatejo

 

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Maio de 2009

Carne de toiro bravo é mais rija, escura e de sabor intenso

Especial Sabores do Toiro Bravo

No “Talho do Manel”, em Coruche, vende-se carne brava todo o ano
Carne de toiro bravo é mais rija, escura e de sabor intenso
 

foto

Membro da Confraria do Toiro Bravo, Alfredo Tomaz defende que a carne de toiro bravo deve ser certificada.

   

No “Talho do Manel”, situado no mercado municipal de Coruche, vende-se carne de toiro bravo há mais de 30 anos. O estabelecimento, aliás, tem tradição na vila. Pertenceu a Manuel Coelho, que dá nome à loja, e há pelo menos 80 anos que ali se negoceia carne desde os tempos do bisavô de Alfredo Tomaz, o actual proprietário.

Após serem lidados nas corridas na praça de Coruche, os toiros eram abatidos e desmanchados no antigo matadouro da vila e a carne era vendida nos talhos. “Actualmente os animais passam por outros processos e quando chegam aos 24/30 meses são sujeitos a inspecções especiais. Depois de mortos é-lhes removida a coluna e feita a inspecção para despiste da BSE, no matadouro de Santarém ou de Setúbal”, exemplifica Alfredo Tomaz, acrescentando que muito dificilmente a carne de um toiro lidado em Coruche acabará nos restaurantes da vila.

Quem conhece as características da carne de toiro bravo não estranha as diferenças para a normal carne de vaca. É mais escura, mais rija e de sabor mais intenso, detectando-se nela o típico sabor a “vacum”. Alfredo Tomaz prefere disponibilizar no seu talho carne das novilhas que vão às tentas e que acabam por ser postas de lado para as lides tauromáquicas. O que não valem em bravura podem valer em matéria de carne tenra. Por isso, o talhante costuma escolher animais no máximo com dois a três anos de idade que com alguma engorda de feno ficam no ponto para a carne ser vendida.

O “Talho do Manel” fornece os restaurantes da vila com carne de toiro bravo mas também ali aparecem clientes interessados em comprar carne brava. A maior parte quer experimentar a carne para a poder grelhar. Pedem as peças mais nobres e tenras, da alcatra e do lombo. Diz quem gosta que outras partes também protagonizam bons petiscos. É o caso das abas para cozer, do rabo estufado ou da mão de vaca com grão.

“Cozida ou estufada a carne fica mais saborosa porque apura melhor. Grelhada tem de ser mal passada. Há pessoas que pedem para se passar mais a carne e depois constatam que fica mais dura. A minha preferida é mão de vaca com grão”, refere Alfredo Tomaz.

O talhante costuma adquirir animais na região de Coruche, nas casas de David Ribeiro Telles ou de António Veiga Teixeira, mas também na Casa Núncio (Alcácer do sal). Por vezes aparece também carne de origem espanhola mas que não costuma adquirir.

Ao contrário do que se poderia pensar, por não haver tanta oferta, a carne de toiro bravo não é mais cara que a restante carne de vaca vendida nas superfícies comerciais ou talhos. Um quilo de carne brava pode variar entre os quatro e os 15 euros, conforme a nobreza da peça.

Por altura dos Sabores do Toiro Bravo nota-se mais procura no talho, que costuma ficar aberto no fim-de-semana do certame. Na edição deste ano Alfredo Tomaz não sabe quanto vai gastar em carne mas em 2008, durante dois fins-de-semana do evento, vendeu 20 novilhos em carne, cada animal com cerca de 100 quilos. “Nota-se uma afluência grande nesta altura do ano e temos de saber aproveitá-la, seja a vender para restaurantes ou particulares”, exemplifica.

Membro da Confraria do Toiro Bravo, Alfredo Tomaz defende que essa carne deve ser certificada, constatando que os ganadeiros apenas ligam à bravura do animal e pouca importância dão àqueles que não servem para as arenas e que entram na cadeia alimentar. “Podiam ser bem mais valorizados. Não há carne mais biológica que a do gado bravo que anda a pastar nos campos durante três ou quatro anos, sem farinhas na alimentação”, conclui.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 12:59
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

Sabores do Toiro Bravo - De 8 a 10 de Maio

publicado por portuga-coruche às 14:49
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Maio de 2008

É este ano que faz uma pega?

Uma pega de caras. no prato, não há razão para ter medo!
Nos dois primeiros fins-de-semana de Maio (dias 2, 3, 4 e 9, 10 e 11), na Praça de Toiros de Coruche


É este ano que faz uma pega?

Uma pega de caras… no prato, não há razão para ter medo!
Vem aí mais uma edição dos Sabores do Toiro Bravo. A quinta edição deste certame, único no Mundo, decorre nos dois primeiros fins-de-semana de Maio (dias 2, 3, 4 e 9, 10 e 11), na Praça de Toiros de Coruche.
Os acepipes vão estar a cargo de seis restaurantes do concelho (mais um que o ano passado) que prometem verdadeiros manjares dos Deuses a partir da carne de toiro bravo.
 
As ementas são originais e apetitosas, as tasquinhas voltam a instalar-se na Monumental de Coruche, e dão a provar aos visitantes iguarias de comer e chorar por mais: bandarilhas de lombinho de toiro bravo com camarão, rolinhos de vaca brava no tacho com rosmaninho, jardineira brava, aba de novilha brava cozida com hortelã, febras bravas grelhadas com alecrim, entre muitos outros pratos a não perder! (ver receitas…).
Todas estas comezainas são regadas com pinga ribatejana da boa! Destaque para os tintos da Quinta Grande e Horta da Nazaré.
 
Em 2007 passaram pelas tasquinhas dos Sabores do Toiro Bravo mais de 30 mil pessoas. A organização espera este ano ultrapassar os 50 mil visitantes, tendo em conta o maior número de dias do evento.
 
A quarta edição da
Corrida das Pontes é outro atractivo que se junta à gastronomia. A prova de atletismo realiza-se dia 4 Maio e leva os atletas a percorrer as sete emblemáticas pontes de Coruche.
Existem duas modalidades para quem quiser fazer exercício físico, 10 km para os mais treinados e 2,5 km para quem quiser passear, na
Corrida da Família.
 
A animação cultural também não vai faltar. Antes, durante e após as refeições.
Estão agendados concertos com a Orquestra Típica Albicastrense (dia 3), Orquestra Típica Scalabitana (dia 10) e Sociedade de Instrução Coruche (dia 11), haverá ainda animação itinerante pelas tasquinhas (fado, música popular e sevilhanas), bem como tentas, ferras e treinos dos Forcados Amadores de Coruche na arena da Praça de Toiros.
 
O convite está feito: visite Coruche e faça uma pega de caras... no prato, é claro!        

Antes das Pegas… há segredos por revelar, aqui ficam alguns ensinamentos para quem se quiser aventurar:

SOPA DE CARNE
Põe-se o feijão de molho na véspera. Coze-se o feijão com as carnes. Quando a carne estiver cozida tira-se, põe-se as hortaliças e massa de cotovelos. A carne é cortada aos bocados, junta-se à sopa e adiciona-se hortelã.

ARROZ DE TOIRO BRAVO
Tempera-se a carne de véspera numa marinada com vinho tinto e dentes de alho.
No dia seguinte, põe-se azeite num tacho, cebola picada, junta-se a carne sem a marinada e deixa-se refogar.
Põe-se uma panela ao lume com água, um bom ramo de carqueja, rosmaninho, umas folhas de louro, alhos inteiros, uma cebola cortada aos bocados grandes e deixa-se ferver. Escorre-se a marinada para dentro da panela com a água. É com esta água que se coze a carne e o arroz, que fica malandro.

ROLINHOS DE TOIRO BRAVO COM ROSMANINHO
Cortam-se os bifes do pujadouro finos, coloca-se uma tira de toucinho alto e um ramo de rosmaninho. Enrola-se bem enrolado, formando um rolo. De seguida ata-se com guita de atar as linguiças.
Num tacho grande coloca-se banha de porco, adicionam-se os rolinhos e deixa-se alourar. Adiciona-se vinho tinto, cebolas picadas, um pouco de pimenta preta, sal q.b. Vai estufando em lume brando e, se for necessário, adiciona-se um pouco de água e mais vinho tinto.

Depois das pegas… no prato, nada melhor que uma caminhada a pé!
Começando logo pelo Parque do Sorraia, onde está inserida a Praça de Toiros, poderá passear calmamente à beira do rio Sorraia. Se levar miúdos, o parque radical fica entre o pavilhão desportivo e o rio. Aí encontra pistas para skates, patins e bicicletas e uma parede de escalada.
Noutra zona do Parque do Sorraia tem ao seu dispor: um parque infantil, um cais para pequenas embarcações, uma refrescante praça de água e um mural de homenagem à aficcion coruchense, onde estão imortalizados os nomes de algumas figuras da tauromaquia!
Ainda no mesmo parque, existe uma excelente esplanada sobre o rio, onde poderá relaxar usufruindo de uma bela paisagem.
Seguindo junto ao rio e no sentido da corrente irá encontrar o Jardim 25 de Abril, neste momento ainda em obras de requalificação, bem como toda a zona ribeirinha de Coruche a jusante da ponte. Estas obras no início do Verão estarão concluídas e nessa altura será obrigatória uma visita e um passeio bem mais prolongado.
O Centro Histórico de Coruche é digno de ser visitado. Aproveite para apreciar a traça de inúmeras casa senhoriais, as magnificas fachadas das igrejas: São João Baptista, São Pedro, Santo António e Misericórdia. Vale a pena passar pela Praça da Liberdade, onde encontra o edifício dos Paços do Concelho e o Pelourinho.
E já que está no centro da vila, é fundamental visitar o Museu Municipal de Coruche, considerado pela Rede Portuguesa de Museus, juntamente com o Museu de Faro, o melhor museu do triénio de 2003-2005, onde está patente ao público a exposição São Pedro, entre o céu e a terra, além da exposição de longa duração O Homem e o trabalho, a magia da mão.
Para terminar, é claro que tem de subir até à Ermida de Nossa Senhora do Castelo. Lá em cima irá ficar deslumbrado com a majestosa vista sobre o vale do Sorraia e com a beleza da igreja de Nossa Senhora do Castelo.

 

Veja o spot publicitário do evento >>


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

in Câmara Municipal de Coruche

publicado por portuga-coruche às 09:16
link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Abril de 2008

Sabores do Toiro Bravo

Tasquinhas na Praça de Toiros de Coruche
Dias 2, 3, 4, 9, 10 e 11 de Maio

 

publicado por portuga-coruche às 12:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Citações Diárias

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Sabores do Toiro Bravo

. Festival do Toiro Bravo r...

. Carne de toiro bravo é ma...

. Sabores do Toiro Bravo - ...

. É este ano que faz uma pe...

. Sabores do Toiro Bravo

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds