Quarta-feira, 6 de Abril de 2011

Se não é de Portugal, então deve ser da União Europeia

 
Se não é de Portugal, então deve ser da União Europeia
Se não é de Portugal, então deve ser da União Europeia

Foram tomadas medidas draconianas esta semana em Portugal pelo Governo "socialista" (só em nome) de José Sócrates, um caso de um outro governo de centro-direita/direita pedindo ao povo Português a fazer sacrifícios, um apelo repetido vezes sem fim a esta nação trabalhadora, sofredora, historicamente deslizando cada vez mais no atoleiro da miséria.

E não é porque eles são portugueses. Vá ao Luxemburgo, que lidera todos os indicadores sócio-econômicos, e você vai descobrir que doze por cento da população é português, o povo que construiu um império que se estendia por quatro continentes e que controlava o litoral desde Ceuta, na costa atlântica, tornando a costa africana até ao Cabo da Boa Esperança, a costa oriental da África, no Oceano Índico, o Mar Arábico, o Golfo da Pérsia, a costa ocidental da Índia e Sri Lanka. E foi o primeiro povo europeu a chegar ao Japão….e Austrália.

 


Esta semana, o Primeiro Ministro José Sócrates lançou uma nova onda dos seus pacotes de austeridade, corte de salários e aumento do IVA, mais medidas cosméticas tomadas num clima de política de laboratório por acadêmicos arrogantes e altivos desprovidos de qualquer contato com o mundo real, um esteio na classe política elitista Português no PSD/PS, gangorras de má gestão política que têm assolado o país desde a Revolução de Abril de 1974.


O objectivo? Para reduzir o défice. Por quê? Porque a União Europeia assim o diz. Mas é só a UE?
Não, não é. O maravilhoso sistema em que a União Europeia deixou-se a ser sugado é aquele em que

 a agências de Ratings, Fitch, Moody's e Standard and Poor's, baseadas nos EUA (onde havia de ser?) virtual e fisicamente controlam as políticas fiscais, económicas e sociais dos Estados-Membros da União Europeia através da atribuição das notações de crédito.


Com amigos como estes organismos, e Bruxelas, quem precisa de inimigos?


Sejamos honestos. A União Europeia é o resultado de um pacto forjado por uma França tremente e com medo, apavorada com a Alemanha depois que suas tropas invadiram seu território três vezes em setenta anos, tomando Paris com facilidade, não só uma vez mas duas vezes, e por uma astuta Alemanha ansiosa para se reinventar após os anos de pesadelo de Hitler. França tem a agricultura, a Alemanha ficou com os mercados para sua indústria.
E Portugal? Olhe para as marcas de automóveis novos conduzidos por motoristas particulares para transportar exércitos de "assessores" (estes parecem ser imunes a cortes de gastos) e adivinhem de qual país eles vêm? Não, eles não são Peugeot e Citroen ou Renault. Eles são Mercedes e BMWs. Topo-de-gama, é claro.


Os sucessivos governos formados pelos dois principais partidos, PSD (Partido Social Democrata, direita) e PS (Socialista, de centro-direita), têm sistematicamente jogado os interesses de Portugal e dos portugueses pelo esgoto abaixo, destruindo sua agricultura (agricultores portugueses são pagos para não produzir) e sua indústria (desapareceu) e sua pesca (arrastões espanhóis em águas lusas), a troco de quê? O quê é que as contra-partidas renderam, a não ser a aniquilação total de qualquer possibilidade de criar emprego e riqueza em uma base sustentável?


Aníbal Silva, agora Presidente, mas primeiro-ministro durante uma década, entre 1985 e 1995, anos em que estavam despejando bilhões através das suas mãos a partir dos fundos estruturais e do desenvolvimento da UE, é um excelente exemplo de um dos melhores políticos de Portugal. Eleito fundamentalmente porque ele é considerado "sério" e "honesto" (em terra de cegos, quem vê é rei), como se isso fosse um motivo para eleger um líder (que só em Portugal, é) e como se a maioria dos restantes políticos (PSD/PS) fossem um bando de sanguessugas e parasitas inúteis (que são), ele é o pai do défice público em Portugal e o campeão de gastos públicos.


Sua “política de betão” foi bem concebida, mas como sempre, mal planejada, o resultado de uma inepta, descoordenada e, às vezes inexistente localização no modelo governativo do departamento do Ordenamento do Território, vergado, como habitualmente, a interesses investidos que sugam o país e seu povo. Uma grande parte dos fundos da UE foram canalizadas para a construção de pontes e auto-estradas para abrir o país a Lisboa, facilitando o transporte interno e fomentando a construção de parques industriais nas cidades do interior para atrair a grande parte da população que assentava no litoral.


O resultado, concreto, foi que as pessoas agora tinham os meios para fugirem do interior e chegar ao litoral ainda mais rápido. Os parques industriais nunca ficaram repletos e as indústrias que foram criadas, em muitos casos já fecharam.


Uma grande percentagem do dinheiro dos contribuintes da UE vaporizou em empresas e esquemas fantasmas. Foram comprados Ferraris. Foram encomendados Lamborghini. Mazerati. Foram organizadas c açadas de javalí em Espanha. Foram remodeladas casas particulares. O Governo e Aníbal Silva ficou a observar, no seu primeiro mandato, enquanto o dinheiro foi desperdiçado. No seu segundo mandato, Aníbal Silva ficou a observar os membros do seu governo a perderem o controle e a participarem. Então, ele tentou desesperadamente distanciar-se do seu próprio partido político.
E ele é um dos melhores.

Depois de Aníbal Silva veio o bem-intencionado e humanitário, António Guterres (PS), um excelente Alto Comissariado para os Refugiados e um candidato perfeito para o Secretário-Geral da ONU, mas um buraco negro em termos de (má) gestão financeira. Ele foi seguido pelo diplomata excelente, mas abominável primeiro-ministro José Barroso (PSD) (agora Presidente da Comissão da EU, “Eu vou ser primeiro-ministro, só que não sei quando”) que criou mais problemas com seu discurso do que ele resolveu, passou a batata quente para Pedro Lopes (PSD), que nunca tinha qualquer hipótese de governar (não viu a armadilha), resultando no horror de dois mandatos do José Sócrates, um Ministro do Ambiente competente mas ...
As medidas de austeridade apresentado por este…senhor...são o resultado da sua própria inépcia como primeiro-ministro no período que antecedeu a última crise mundial do capitalismo (aquela em que os líderes financeiros do mundo foram buscar três triliões de dólares de um dia para o outro para salvar uma mão cheia de banqueiros irresponsáveis, enquanto nada foi produzido para pagar pensões dignas, programas de saúde ou projetos de educação).


E, assim como seus antecessores, José Sócrates demonstra uma falta de inteligência emocional, permitindo que os seus ministros pratiquem e implementem políticas de laboratório, que obviamente serão contra-producentes. Pravda.Ru entrevistou 100 funcionários, cujos salários vão ser reduzidos. Aqui estão os resultados:


Eles vão cortar o meu salário em 5%, por isso vou trabalhar menos (94%)
Eles vão cortar o meu salário em 5%, por isso vou fazer o meu melhor para me aposentar cedo, mudar de emprego ou abandonar o país (5%)
Concordo com o sacrifício (1%)

 


Um por cento. Quanto ao aumento dos impostos, a reação imediata será que a economia encolhe ainda mais enquanto as pessoas começam a fazer reduções simbólicas, que multiplicado pela população de Portugal, 10 milhões, afetará a criação de postos de trabalho, implicando a obrigatoriedade do Estado a intervir e evidentemente enviará a economia para uma segunda (e no caso de Portugal, contínua) recessão. Não é preciso ser cientista de física quântica para perceber isso. O idiota e avançado mental que sonhou com esses esquemas, tem resultados num pedaço de papel, onde eles vão ficar. É verdade, as medidas são um sinal claro para as agências de ratings que o Governo de Portugal está disposto a tomar medidas fortes, mas à custa, como sempre, do povo português.


Quanto ao futuro, as pesquisas de opinião providenciam uma previsão de um retorno para o PSD, enquanto os partidos de esquerda (Bloco de Esquerda e Partido Comunista Português) não conseguem convencer o eleitorado a votar em excelentes ideias e propostas concretas. No caso do PCP, é melhores salários, maior produção, a diversificação da economia e, basicamente, o respeito pelas pessoas que têm apoiado essa absurda e demente governação PSD/PS durante décadas. PCP: Um excelente produto sem um departamento de vendas capaz.


Só em Portugal, a classe elitista dos políticos PSD/PS seria capaz de punir o povo por se atrever a ser independente. Essa classe, traidora, enviou os interesses de Portugal no ralo, pediu sacrifícios ao longo de décadas, não produziu nada e continuou a massacrar o povo com mais castigos. Esses traidores estão levando cada vez mais portugueses a questionarem se deveriam ter sido assimilados há séculos, pela Espanha.


Que nojento e ao mesmo tempo, que convidativo, o ditado português “Quem não está bem, que se mude”. Certo, bem longe de Portugal, como todos os que possam, estão fazendo. Bons estudantes a jorrarem pelas fronteiras fora. Que comentário lamentável para um país maravilhoso, um povo fantástico, e uma classe política abominável (do centro, à direita). Quanto à esquerda, ainda existe a divisão, e a falta de marketing.


Timothy Bancroft-Hinchey
Pravda.Ru

 

in Pravda

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

Anda tudo trocado

As alterações climáticas não param de nos supreender e se por um lado a Russia "está em brasa" no Brasil, Bolicia e Peru nunca caiu tanta neve, tendo já morrido centenas de crianças no Peru de frio, na Bolivia e devido ao frio já morreram 6 milhões de peixes....

Seguem-se algumas notícias com os respectivos créditos e referências:

 

 

Rússia: onda de calor sem precedentes nos últimos mil anos

por Agência Lusa

O diretor dos Serviços Meteorológicos russos, Alexandre Frolov, declarou hoje que o país nunca conheceu uma onda de calor tão intenso durante os mil anos da sua história.

“Desde o momento da formação do nosso país, ou seja, num período de mil anos, nada de semelhante aconteceu do ponto de vista do calor. Nem nós, nem os nossos antepassados fixámos tal coisa”, disse em conferência de imprensa.

"Trata-se de um fenómeno absolutamente único, não há nada igual nos arquivos das observações”, frisou.

Frolov sublinhou que este fenómeno não confirma, nem desmente a hipótese do “aquecimento global”.

“Se nos próximos 30 anos a situação se repetir, então estaremos perante o aquecimento global”, acrescentou.

O Ministério para Situações de Emergência russo informou que continuam ativos 557 focos de incêndios numa área de 174 mil hectares. Nalgumas regiões, os bombeiros conseguiram estabilizar a situação e o número de novos incêndios é inferior aos apagados: 239 e 247 respetivamente.

No verão de 2010, a Rússia registou 26 mil fogos florestais numa área de 750 mil hectares. No combate às chamas participam mais de 160 mil bombeiros, apoiados por 26 meios técnicos, incluindo 42 aviões e helicópteros.

Países como a Ucrânia, Cazaquistão, Arménia, Azerbaijão, Polónia, França e Alemanha enviaram homens, aviões e helicópteros para ajudar no combate às chamas.

 

PAISAGEM BRANCA (5/8/2010)

Neva em 15 cidades do Sul do Brasil

São Paulo - Quinze cidades de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul registraram ontem queda de neve. Duas rodovias na serra catarinense chegaram a ser interditadas por causa do acúmulo de flocos de gelo.

Em Santa Catarina, nevou em nove cidades. Seis delas não registravam o fenômeno havia 11 anos, de acordo com o Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia).

Em São Joaquim, nevou continuamente das 11h45 até as 18h, segundo o serviço meteorológico MetSul.

Já no Rio Grande do Sul, nevou em seis cidades. Cambará do Sul, que na terça-feira teve a primeira neve do ano, registrou ontem a menor temperatura do País: -3,6ºC, segundo dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

As cidades de Vacaria e Gramado, na serra gaúcha, registravam ocorrência de neve na madrugada desta quarta-feira. Na última segunda (2) já tinha nevado em Cambará do Sul, também na região de serra do Rio Grande do Sul.

Em Vacaria o fenômeno durou cerca de 10 minutos e começou por volta das 4h50. Já em Gramado, a neve aconteceu por volta das 5h30. A queda de neve durou aproximadamente 50 minutos na cidade, mas às 7h os moradores disseram que ainda era possível ver os flocos de neve derretendo.

O meteorologista Gil Russo, do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), afirmou que a madrugada foi uma das mais frias do ano em algumas áreas da região Sul.

A previsão é de geada para grande parte dos dois Estados e temperaturas baixas até o fim da semana.

 

in Diário do Nordeste

 

Peru declares state of emergency amid plunging temperatures

Hundreds die from extreme cold in remote mountain villages also struggling with severe poverty

 

Annie Kelly The Observer

A doctor checks a child in Lima, where temperatures have also plunged and a vaccination project is now under way. Photograph: Enrique Castro-Mendivil/Reuters

Peru has declared a state of emergency after hundreds of children died from freezing conditions that have seen temperatures across much of the South American country plummet to a 50-year low. In 16 of Peru's 25 regions, temperatures have fallen below -24C.

Reports from the country say 409 people, most of them children, have already died from the cold, with temperatures predicted to fall further in coming weeks.

Worst hit are Peru's poorest and most isolated communities, which are already living on the edge of survival in remote Andean mountain villages more than 3,000 metres above sea level.

Although those living at such high-altitude would expect temperatures to drop below zero at this time of year, NGOs and government officials say many are unable to withstand the extreme cold which they are now experiencing.

"Over the past three or four years we have seen temperatures during the winter months get lower, and people are unable to survive this," said Silvia Noble, from Plan Peru, an NGO. "This cold weather is now extending into areas that never saw these low temperatures before and children and elderly people are especially at risk as they are not physically strong enough to last month after month of sub-zero conditions."

Last December, Observer reporters visited farming communities living at more than 3,000 metres above sea level in Huancavelica – one of the areas worst hit by the current cold snap – to find families already struggling with rising child mortality fuelled by malnutrition, poverty and what they say are increasingly erratic and unreliable weather patterns.

Seven months on, local NGOs say these mountain villages are now racked with pneumonia, chronic respiratory illnesses and hunger.

The freeze is also killing hundreds of alpaca. Farmers are struggling to keep livestock alive due to frozen water points and a lack of food, which could have severe repercussions on the ability of families to see out the winter.

The declaration of a state of emergency means authorities in affected states can get emergency funds to provide medicine, blankets and shelter to those most at risk.

 

in The Guardian/ The Observer

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:30
link | comentar | favorito
Terça-feira, 27 de Abril de 2010

Na Ucrânia os "vendidos" são "mimados" ....

Murros e arremesso de ovos no Parlamento ucraniano

A polémica foi gerada pela aprovação de acordo que autoriza base russa no Mar Negro

O Parlamento da Ucrânia foi palco de uma acesa polémica, esta terça-feira, por causa da aprovação de um acordo que autoriza a permanência de uma base russa no Mar Negro. A sessão foi marcada por calorosas discussões, troca de ferozes insultos, cenas de pancadaria e até granadas de fumo atiradas ao presidente da Assembleia, avança a agência France Press.

 

Os deputados aprovaram, com 236 votos favoráveis de um total de 450 representantes, o acordo que prevê a permanência da base russa na Crimeia, até 2042.

No entanto, esta aprovação não teve nada de pacífica. Os deputados engalfinharam-se e o presidente da câmara, Volodimir Litvin, foi impiedosamente atacado com ovos e granadas de fumo. Nos arredores do Parlamento, milhares de opositores clamaram «Morte aos traidores» e «Crimeia é nossa! Fora frota de Moscovo!».

 

As forças policiais tentaram impedir o avanço dos manifestantes e mantê-los afastados dos partidários do presidente Vicktor Yanukovich, reunidos atrás de uma faixa com a frase «Ucrânia e Rússia, aliados estratégicos».

Em Moscovo, o acordo foi também aprovado pela Duma, com 410 votos a favor.

 

 

 

 

in IOL DIário

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Abril de 2010

Jovem proibido de jogar computador mata pai

No Sul da Rússia

Um rapaz de 14 anos matou o pai depois deste o ter impedido de jogar no computador. O caso ocorreu em Tuapse, no Sul da Rússia, e o jovem já foi detido.

Depois de ter passado uma semana a jogar computador, os pais decidiram pôr fim ao vício e tirar-lhe o teclado. O rapaz não gostou e, enquanto o pai dormia, atingiu-o pelo menos com dois golpes de um malho, segundo as autoridades locais.

O caso ganha ainda contornos mais estranhos porque, após o crime, a mãe, que não sofreu qualquer ferimento, devolveu o teclado ao jovem, tendo este jogado computador durante várias horas.

 

 

Durante esse tempo, a mãe contactou familiares que acabaram por alertar as autoridades. O jovem foi detido e encontra-se em prisão preventiva.

 

 

 

 

 

in Correio da Manhã

 

 

"O caso ganha ainda contornos mais estranhos porque, após o crime, a mãe, que não sofreu qualquer ferimento, devolveu o teclado ao jovem, tendo este jogado computador durante várias horas."

Contornos estranhos?! Com uma argumentação daquelas quem nega seja o que for?

publicado por portuga-coruche às 08:10
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009

Tropas Espaciais russas confirmam choque de satélites

 

 

As Tropas Espaciais do Ministério da Defesa da Rússia confirmaram o choque de dois satélites de comunicações e reafirmaram que os destroços não constituem uma ameaça directa para a Estação Espacial Internacional.

"Os meios de controlo das Tropas Espaciais seguem os destroços dos satélites russo e norte-americano, formados após o choque entrte eles a uma altura de 800 quilómetros", declarou aos jornalistas Alexandre Iakuchin, vice-comandante das Tropas Espaciais russas.

""s 19:56 de 10 de Fevereiro, a uma altura de 800 quilómetros, chocaram o satélite norte-americano Iridium-32 e o satélite militar russo Cosmos-2251. Este último foi lançado em 1993 do cosmódromo de Plesetsk. Deixou de funcionar a partir de 1995. O satélite norte-americano estava em funcionamento", precisou o general.

Iakuchin acrescentou que "presentemente, os meios de controlo do Espaço acompanham todos os destroços numa altura entre 500 e 1.300 quilómetros".

Peritos citados pelas agências russas consideram que os destroços dos satélites não constituem "perigo directo" para a Estação Espacial Internacional.

A NASA tinha anunciado a colisão de dois satélites no Espaço.

Este foi o primeiro embate de dois aparelhos intactos no espaço.

Segundo o porta-voz da NASA, Kelly Humphries, a verdadeira dimensão do acidente, que ocorreu terça-feira a cerca de 805 quilómetros da Sibéria, só será conhecida na próxima semana.

Os especialistas da NASA sublinharam que a possibilidade de os destroços chocarem com a estação espacial internacional é baixa, uma vez que a colisão entre os dois satélites ocorreu 435 quilómetros acima da órbita da estação.

"Sabíamos que isto poderia acontecer eventualmente", disse Mark Matney, um cientista do Centro Espacial Johnson, na cidade norte-americana de Houston, considerando que "este tipo de colisões começará a ter mais e mais importância nas próximas décadas".

O incidente envolveu um satélite comercial Iridium, que foi lançado em 1997, e um satélite russo lançado em 1993, que não estaria operacional, ambos com cerca de 40 quilogramas.

Os especialistas da NASA explicaram que já existiram outros casos de colisão no espaço mas apenas de pequenas partes de satélites.

 

in Jornal de Notícias

 

 

"Tropas Espaciais" ?! Mas vem aí os ET ou quê ?! "Tropas Espaciais" ........

publicado por portuga-coruche às 12:11
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Se não é de Portugal, ent...

. Anda tudo trocado

. Na Ucrânia os "vendidos" ...

. Jovem proibido de jogar c...

. Tropas Espaciais russas c...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds