Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

Câmara de Coruche gastou 57 mil euros com apoio a telenovela

Os custos que a Câmara de Coruche despendeu até à data com o apoio à gravação da telenovela “Espírito Indomável” no concelho somam 57.042 euros. As contas foram feitas na última reunião do executivo à qual o presidente da autarquia, Dionísio Mendes (PS), levou cópias dos gastos efectuados. As informações foram solicitadas pela CDU, através de requerimento. A coligação estima que o apoio à novela pela câmara se traduza em mais de 200 mil euros, mas não explica como chega a esse montante.

 

Ponto a ponto, Dionísio Mendes enumerou os custos. De 1 de Agosto a 31 de Dezembro de 2010, os veículos da produtora da novela abasteceram 2.450 litros de gasóleo nas instalações municipais da Zona Industrial do Monte da Barca, com um custo de 2892,04 euros.

 

O apoio em combustível às viaturas da produtora surge como contrapartida pelo fim do pagamento de gratificados à GNR, que ocorreu entre Março e Julho (3.113,48 euros). Uma situação não prevista no protocolo assinado pelas partes mas que Dionísio Mendes assumiu como competência sua e que levou à reunião de câmara para ratificação. O PS aprovou a proposta, a CDU votou contra.

 

Nos restantes gastos constam ainda 8.996,67 euros de 1195 refeições em dois restaurantes locais e 1602 refeições no refeitório municipal avaliadas em 4.013 euros. A câmara tem ainda assinado um contrato de publicidade com a Plural Entertainment no valor de 38.027 euros. Tudo somado dá 57.042 euros, já com IVA incluído.

 

Para Dionísio Mendes a descriminação daqueles números exigiria “decoro, decência e bom gosto” por parte dos eleitos da CDU quando se falam em gastos concretos. “É inédito que membros de apoio à novela e actores tenham almoçado num refeitório municipal a 2,5 euros por refeição. E que as refeições em restaurantes locais tiveram custos de 6,60 e 7,89 euros, sem atingirem os 15 euros que tinham de limite. Em breve teremos dados sobre o tempo de antena que Coruche teve na novela. Os 57 mil euros investidos são ridículos face ao retorno que obtivemos”, explanou o autarca.

 

Rodrigo Catarino (CDU) registou que só à posteriori se colocou no protocolo os apoios em combustível quando antes “Dionísio Mendes tinha decidido substituir o pagamento da gratificados pelo apoio em combustível”.

 

Após as explicações do presidente da câmara, Rodrigo Catarino lembrou que há acções do Projecto Coruche Inspira com protagonistas da novela e publicidade em jornal que não estão contabilizados.

 

Na resposta, Dionísio Mendes recordou palavras do vereador comunista na reunião de 3 de Março de 2010. Nessa ocasião Rodrigo Catarino afirmava que deviam estar previstos os custos associados ao projecto no protocolo mas também considerava “ser inequívoco que se trata de uma promoção importante para o concelho de Coruche“, falava o autarca sobre a rodagem da novela no concelho.

 

in O Mirante

 

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:05
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Novembro de 2010

Câmara de Coruche quer inaugurar central de camionagem no princípio de Novembro

A Câmara de Coruche e a Ribatejana, empresa do Grupo Barraqueiro, a operar naquele concelho, chegaram a acordo para que o contrato de arrendamento assinado entre as partes, para vigorar a partir de 1 de Setembro, só vigore a partir de 1 de Novembro, uma vez que o equipamento ainda não foi aberto ao público.

Segundo o vice-presidente da autarquia, Francisco Oliveira (PS), a central já recebeu a certificação energética da empresa Certiel e falta fazer a ligação da EDP, solicitada desde Agosto. “O subempreiteiro que trabalha para a EDP já está no terreno”, acrescentou o autarca. O presidente da câmara disse esperar que a central de camionagem venha a ser inaugurada nos primeiros dias de Novembro.

Dionísio Mendes informou ainda que autarquia e Ribatejana chegaram a entendimento noutras matérias. É o caso de eventuais defeitos detectados nas instalações que devem ser comunicados à autarquia para que esta os possa reclamar junto do empreiteiro da obra.

As partes acordaram também que os danos causados pela concessionária da central de camionagem, que vai utilizar os cais cinco a dez, ou pelos utilizadores daquela infra-estrutura, serão responsabilidade sua.

O vereador da CDU Rodrigo Catarino absteve-se na proposta por considerar que não se justifica que para uma obra que teve um custo de um milhão de euros se defina um arrendamento a um grande grupo de transporte de passageiros por menos de 1.500 euros mês.

Francisco Oliveira lembrou que sobram quatro cais na central para utilização de quem os requisitar, a par do café-bar e do quiosque que irão também ser concessionados, garantindo mais receitas à autarquia.

“A obra custou um milhão de euros mas é comparticipada a 90 por cento e a renda é de conveniência num casamento que só podia ser feito entre as duas entidades”, aduziu o presidente da autarquia, Dionísio Mendes (PS), lembrando que em Almeirim existe uma estrutura idêntica parada há seis anos. Garantiu ainda que em terras como Sobral de Monte Agraço, Arruda dos Vinhos ou Rio Maior se praticam preços de arrendamentos mais reduzidos para operadores em equipamentos idênticos.

A proposta foi aprovada por maioria com os votos a favor dos vereadores do PS e do vereador da CDU, Valter Jerónimo, e a abstenção de Rodrigo Catarino.

 

in O Mirante

 

 

 

,

publicado por portuga-coruche às 07:30
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

CDU de Coruche diz que câmara escondeu baixa execução de 2009 em reunião à porta fechada

Os vereadores da CDU na Câmara de Coruche, Ortelinda Nunes e Rodrigo Catarino, faltaram à reunião extraordinária do executivo que se realizou dia 21 por considerarem antidemocrático e uma forma pouco clara de fazer política a discussão e votação das contas de gerência da autarquia à porta fechada.

 

 

Em conferência de imprensa no dia seguinte ao da reunião, os vereadores da CDU, e outros membros da coligação, lembraram como a contas de 2009 foram metidas numa ordem de trabalhos sem outros assuntos que consideram não ter tanta importância, como a discussão de propostas de regulamentos de transportes escolares, recrutamento de trabalhadores ou a contratação de seguros, para citar alguns exemplos.

 

 

“Teve um claro objectivo político de esconder e dissimular a parca execução do plano plurianual de actividades em 2009, de pouco mais de 40 por cento, o que é expediente inaceitável para evitar que a comunicação social torne públicos esses números”, acusou Rodrigo Catarino. Lembrou também que as contas da autarquia podiam ter sido discutidas na reunião de dia 14 como na próxima reunião de dia 27, ambas ordinárias.

 

 

Mais detalhes da notícia na próxima edição semanal de O MIRANTE.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Câmara de Coruche gastou ...

. Câmara de Coruche quer in...

. CDU de Coruche diz que câ...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds