Segunda-feira, 9 de Julho de 2012

Comunicado MIC

 

 

 

 

 

Nota de imprensa

 

 

 

PS ROUBA VOTO AO MIC

MIC propõe voto de louvor ao Eng. Gonçalves Ferreira, PS vota contra e depois endereça parabéns.

 

Numa manobra política desprezível e indigna, continuando com os seus comportamentos antidemocráticos, prepotentes e mal-educados, o PS de Coruche continua a fazer da baixa política a sua conduta na Assembleia Municipal de Coruche.

 

Depois de ter sido aprovado por unanimidade um Voto de Parabéns e Reconhecimento pela sua obra, apresentado pelo MIC, ao Arq. Ribeiro Telles (vide anexo 1), foi também posto à votação um Voto de Louvor ao Eng. Gonçalves Ferreira pela sua condecoração com a Ordem de Mérito Agrícola, atribuída pelo presidente da República no passado dia 10 de Junho.

 

O Voto de Louvor (vide anexo 2), descreve sumariamente a vida profissional do agora Comendador e assinala o reconhecimento Nacional que o Pais lhe fez, louvando-o por esse facto. O PS de Coruche já depois do período para a apresentação de moções e votos e durante o período de discussão do referido voto de louvor, interrompe os trabalhos e apresenta um voto de parabéns.

 

Com a oposição total das restantes bancadas do MIC, CDU e PSD, o presidente da Assembleia Municipal (AM) em conivência com o seu partido (PS) aceita que se coloque à votação no período de discussão do voto do MIC o voto de parabéns apresentado pelo PS.

 

José Coelho, o presidente da AM, coloca à Votação o Voto de Louvor do MIC que foi chumbado pela maioria PS, sendo aprovado pelo MIC, pelo PSD e pela CDU, para logo a seguir apresentar um voto de Parabéns que se resumiu a duas linhas dizendo “A AM endereça os Parabéns ao Eng. Gonçalves Ferreira pela sua condecoração”, que foi aprovado.

 

Nas declarações de voto, toda a oposição, manifestou o repúdio por esta atitude de baixa política que a todos indignou, que foi a de roubar e usurpar a iniciativa do MIC.

 

A população de Coruche e em particular aqueles que votaram no PS para a Assembleia Municipal, devem tomar conhecimento destes comportamentos e questionar-se se deverão voltar a confiar em pessoas que não seguem as mais elementares regras de respeito pelas pessoas e condutas moral e política.

 

O Eng. Gonçalves Ferreira é uma personalidade grande demais e com uma formação humana e cívica tais que não é sequer beliscado com a atitude vergonhosa e desprezível do PS de Coruche e dos seus eleitos na Assembleia Municipal, mas tal tentativa de aproveitamento político sobre o MIC e o voto contra envergonha todos os coruchenses e não passa de mais uma lamentável e triste atitude a que o PS já nos habituou.

 

O MIC reafirma o reconhecimento público pela vida, pela obra e pela condecoração de que foi alvo o Sr. Comendador Gonçalves Ferreira.

 

Abel Matos Santos

Gonçalo Ramos Ferreira

O Grupo Municipal do MIC

Pelas Pessoas, Por Coruche!

MIC – Movimento Independente de Cidadãos por Coruche

Contactos: www.miccoruche.org        geral@miccoruche.org     919 739 393

 

 

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:07
link | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Março de 2012

Comunicado do PS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMUNICADO

 

 

 

GOVERNO PSD/CDS QUER EXTINGUIR FREGUESIAS NO CONCELHO DE CORUCHE

 “PS NÃO ACEITA extinção de freguesias no concelho de Coruche”

 

 

A proposta de lei que pretende tutelar o regime jurídico da reforma administrativa local, reflecte um real e evidente atentado ao poder local e à sua autonomia.

O PS defende uma reforma administrativa, sim, mas não uma reforma feita à pressa, sem estudo e sem princípios orientadores.

A concelhia de Coruche do Partido Socialista aquando da proposta do Documento Verde da Reforma Administrativa Local, cujo texto não previa extinção de freguesias em Coruche, deixou bem clara a sua posição enviada em devido tempo ao governo.

O Partido Socialista NÃO ACEITA NEM COMPACTUA com esta nova proposta que exige que se corte 25% das freguesias nos concelhos considerados de nível 3 – e logo com maior índice de interioridade – do que resultaria em Coruche a perda de 2 freguesias.

Recusamos fazer uma reforma do mapa das freguesias que se funda exclusivamente em critérios numéricos ou em desenhos de régua e esquadro!

O PS orgulha-se dos seus autarcas e reafirma os valores republicanos e de Abril cuja grande conquista foi o municipalismo e a autonomia do poder local.

O que aqui está em causa é o enfraquecimento do poder local, onde as freguesias são o elo mais fraco, de interesses partidários camuflados, tão bem camuflados quanto o próprio termo "agregar" em vez de extinguir.

 

Recusamos a extinção de freguesias no concelho de Coruche e tudo faremos para que o governo de direita PSD e CDS recue neste extermínio do poder local, nesse sentido o PS Coruche irá promover em todas as juntas de freguesia um debate alargado para informar e alertar as populações.

 

A comissão politica do PS Coruche

4 De Março de 2012

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Março de 2012

Nota de imprensa do MIC

Nota de imprensa

 

 

 

A mesa da Assembleia (Partido Socialista) recua e coloca parecer no lixo

Em plena época carnavalesca e após acesa discussão levada a cabo pelo MIC, com a solidariedade do PSD e da CDU, o Partido Socialista rasgou o parecer que havia divulgado e que proibia a gravação de imagem e áudio das sessões públicas da Assembleia Municipal por jornalistas credenciados. Situação inédita e injusta, criada pelos denominados "democratas" para controlar o que é divulgado (usando uma expressão de um vogal socialista) só poderia ter um fim, o recuo e o dar de razão aos vogais do MIC.

Mais uma vez, se vê quem credibiliza as Assembleias (o MIC) e quem bloqueia e tudo faz para que não exista transparência e liberdade de expressão (o Partido Socialista).

Pelas Pessoas, Por Coruche, por uma Liberdade de Expressão!

MIC – Movimento Independente de Cidadãos por Coruche

Contactos: www.miccoruche.org info@miccoruche.org 919 739 393

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011

Conta da Àgua vai ter mais 3% de Resíduos Sólidos!

Não, não é dia 1 de Abril!

 

Em Coruche vão aumentar novamente a já completamente inflacionada conta da água que inclui os resíduos sólidos.

 

Não bastava já pagarmos 100% e outras localidades pagarem 1/3 (como a parcela de resíduos sólidos é ao critério de cada Câmara Municipal existem localidades em que se a água é 15 euros os resíduos sólidos serão 5 euros, em Coruche é 100%, se a água for 15 euros pagaremos 30 euros no total já com os resíduos sólidos, corrijam-me se me engano que terei todo o prazer em repor os valores correctos!!!), ainda nos carregam mais. Espertos foram todos aqueles que no Cartaxo não baixaram os braços e lutaram até se livrarem desta injusta colecta! Usar um elemento básico e essencial à vida como forma de pressão e incentivo á colecta!

 

A água é um elemento essencial à vida.

A água é essencial para manter a nossa higiene e a higiene dos nosso animais, residências e negócios.

A água não é um luxo.

Sem água não é possível comermos em condições pois ela entra em todos os processos de higienização alimentar. Desde a limpeza dos alimentos à lavagem de todos os instrumentos e utensílios.

 

O Sr. Presidente da Câmara Municipal argumenta, conforme noticia o jornal "O Mirante"(atenção que a versão on-line não contém o texto completo que se pode ler na versão impressa), que " ... a tarifa cobrada não chega para pagar o serviço de recolha de lixo e sua deposição no aterro da Raposa.".  Outro argumento é que "... quem limpa jardins ou espaços relvados costuma depositar esses resíduos em contentores do lixo."

 

O primeiro grande problema é misturar o lixo com a água. O consumo de água nada tem a ver com a produção de lixo. Não existe proporcionalidade! O lixo é uma consequência do consumo moderno. Os espaços comerciais até uma maçã vendem embalada! Agora a água, a água amigos é um elemento essencial à vida e à saúde. Torna-la inacessível ou mistura-la com outras despesas é injusto e inaceitável.

 

O que para uns é pouco ético e imoral para outros é perfeitamente moral e aceitável! Só isso pode explicar o uso desta taxa que foi aprovado por alguém a ser inserida na factura da água supostamente para facilitar a cobrança (também não sei se seria possível cobrar em separado, haveria sempre quem a não pagasse mesmo que visse caixotes a abarrotar) e agora que já lá está é manipulada à vontade pelo município arrastando a água para preços proibitivos.

 

Compreende-se o propósito da política seguida pela presidência Dionísio Mendes, mas a sustentabilidade não é tudo! O propósito tem de ser as pessoas. A CMC existe para as pessoas.

 

Se o lixo é um problema também a factura da Águas do Ribatejo e a falta de alternativas para quem não pode pagar o são!

 

O acesso à água deveria ser um direito universal e constar da carta dos direitos humanos! Cobrar por esse bem precioso para nós tão ou mais importante que o ar que respiramos é injusto. Servirem-se da nossa dependência da água para cobrar o lixo deveria ser ilegal.

 

Sabem quanto se paga na Ilha das Flores? 3,6 Euros por trimestre para os particulares e 6 Euros para empresas, não tem contadores nem exploradores privados, quem capta, trata e distribui à água é a autarquia.

 

Consultem os links do EXPRESSO e do iONLINE.

 

 

Deveriam dar-nos hipótese de nós próprios resolvermos o problema. Fazia-se uma vaquinha entre vizinhos ficava muito mais barato irmos semanalmente à Raposa lá depositar o nosso lixo já com o valor dos combustíveis adicionado. ou então a CMC poderia criar um impresso onde cada um de nós poderia prescindir da recolha do lixo .... a este preço nós próprios levamos o lixo para outro lado!

 

Como muitos de nós ou familiares trabalham fora do concelho podemos até criar uma nova moda,  levar o nosso lixo para outros concelhos ou mesmo distritos! Quem sabe até, convencer alguns emigras que costumam cá vir nas festas e festividades em vez de levar os habituais garrafões e chouriços levar o nosso lixo para França, Luxemburgo, etc.. 

publicado por portuga-coruche às 07:15
link | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Março de 2011

CDU contra avença para gabinete de comunicação da Câmara de Coruche

Os vereadores da CDU votaram contra a realização de um contrato de avença com uma técnica para o gabinete de comunicação da Câmara de Coruche que vai custar aos cofres municipais 18 mil euros até final do ano.

 

Segundo Rodrigo Catarino (CDU), a autarquia deveria privilegiar a massa crítica que existe no gabinete de comunicação e imagem, “onde existem duas pessoas, em vez de perder dinheiro na concepção do boletim municipal e de outras formas de promoção do município”.

 

A proposta foi aprovada por maioria no executivo. A câmara quer contratar a funcionária que cumpriu estágio ao abrigo do programa Pepal no tratamento de informação em áreas como a agenda cultural, agenda electrónica, eventos, projecto do portal Coruche Inspira, presença do município nas redes sociais, entre outras actividades.

 

O presidente da autarquia, Dionísio Mendes (PS), esclareceu que o gabinete tem apenas um web designer e um administrativo, que não produzem conteúdos. Já na assembleia municipal de sexta-feira, onde o assunto foi novamente levantado, Dionísio Mendes recordou que a estagiária se “mostrou competente ao longo do ano e que o lugar é necessário, justificando o contrato de avença”.

 

in O Mirante

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:15
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011

PS de Coruche, vota contra moção que exige Serviços de Saúde para os Coruchenses

Comunicado - MIC

 

 

.

 

PS de Coruche, vota contra moção que exige Serviços de Saúde para os Coruchenses

Moção aprovada com os votos do MIC, PSD, CDU e dos presidentes de Junta da Lamarosa, Biscainho e Coruche

 

Os sucessivos governos socialistas governaram o País nos últimos 15 anos. Hoje, estamos a pagar essa pesada factura. Contudo, os militantes socialistas de Coruche, não se limitam apenas e sucessivamente a pedir aos eleitores para votarem em governos liderados pelo Partido Socialista.

O Presidente da Assembleia Municipal de Coruche (AM), José Coelho, exercendo a sua liberdade intelectual e falando da forma honesta que o caracteriza, reconheceu, que o seu Partido (PS) no governo, mentiu e não cumpriu as promessas que fez aos eleitores de Coruche, no âmbito das políticas de saúde. Mas a generalidade dos restantes deputados municipais do partido com maioria na Câmara, estão alinhados com as políticas de precariedade e de esvaziamento das conquistas que foram feitas no último século pelas populações. Revelam solidariedade para com a máquina do partido, mas não revelam solidariedade para com os milhares de pessoas que hoje sofrem no concelho de Coruche, devido às políticas manietadas pelo Largo do Rato.

O futuro é uma incerteza, mas entristece-nos ver que as pessoas que nos representam apenas estão preocupadas com “politiquices”, em defender os Camaradas e não em resolver os problemas da nossa população.
A nossa acção enquanto eleitos na Assembleia Municipal de Coruche, quer-se construtiva, nunca nos batendo pela repetição de chavões, ou pelo simples deitar abaixo do trabalho que é efectuado, apresentamos ideias e congratulamo-nos no silêncio da discrição quando são executadas.
É esta a postura que escolhemos para representar as pessoas que em nós acreditam, quando este executivo faz obra, nós apoiamos, se agir mal também cá estaremos para o denunciar.
Os deputados municipais do MIC na AM, Abel Matos Santos e Gonçalo Ramos Ferreira, denunciaram a forma incompetente, falaciosa, trapalhona e completamente contrária ao interesse das populações, que o governo socialista tem tido em matéria de saúde, com o encerramento das extensões de saúde da Lamarosa e do Biscainho, a falta de material corrente para o correcto funcionamento dos serviços, como a falta de líquido para o Raio X ou a falta de máscaras de aerossóis, juntando a isso o cada vez menor número de médicos no concelho de Coruche e a não abertura do SUB – Serviço de Urgência Básica de Coruche.
A lei criada pelo PS no governo, proíbe a contratação de funcionários públicos, impedindo a contratação directa de médicos, mas permite que se contratem empresas para prestar esses mesmos serviços médicos, criando verdadeiros interesses sorvedores do dinheiro de todos nós, pagando-se 3 a 4 vezes mais às empresas do que ao médico pelo mesmo serviço. Por aqui se vê o desnorte e a incompetência que noutros tempos configuraria um crime de delapidação de dinheiros públicos.
Entendemos também que as direcções do ACES Lezíria II e da Sub-Região de Saúde deveriam demitir-se por manifesta incapacidade de resolverem um problema criado pelo PS.
Ficou também denunciada a falácia de dizer em tempo de eleições que ter uma maioria socialista da cor do governo serviria para mais facilmente trazer para Coruche o que nós precisamos. Foi exactamente o contrário!

Pelas Pessoas, Por Coruche!
MIC

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 4 de Novembro de 2010

Câmara de Coruche quer inaugurar central de camionagem no princípio de Novembro

A Câmara de Coruche e a Ribatejana, empresa do Grupo Barraqueiro, a operar naquele concelho, chegaram a acordo para que o contrato de arrendamento assinado entre as partes, para vigorar a partir de 1 de Setembro, só vigore a partir de 1 de Novembro, uma vez que o equipamento ainda não foi aberto ao público.

Segundo o vice-presidente da autarquia, Francisco Oliveira (PS), a central já recebeu a certificação energética da empresa Certiel e falta fazer a ligação da EDP, solicitada desde Agosto. “O subempreiteiro que trabalha para a EDP já está no terreno”, acrescentou o autarca. O presidente da câmara disse esperar que a central de camionagem venha a ser inaugurada nos primeiros dias de Novembro.

Dionísio Mendes informou ainda que autarquia e Ribatejana chegaram a entendimento noutras matérias. É o caso de eventuais defeitos detectados nas instalações que devem ser comunicados à autarquia para que esta os possa reclamar junto do empreiteiro da obra.

As partes acordaram também que os danos causados pela concessionária da central de camionagem, que vai utilizar os cais cinco a dez, ou pelos utilizadores daquela infra-estrutura, serão responsabilidade sua.

O vereador da CDU Rodrigo Catarino absteve-se na proposta por considerar que não se justifica que para uma obra que teve um custo de um milhão de euros se defina um arrendamento a um grande grupo de transporte de passageiros por menos de 1.500 euros mês.

Francisco Oliveira lembrou que sobram quatro cais na central para utilização de quem os requisitar, a par do café-bar e do quiosque que irão também ser concessionados, garantindo mais receitas à autarquia.

“A obra custou um milhão de euros mas é comparticipada a 90 por cento e a renda é de conveniência num casamento que só podia ser feito entre as duas entidades”, aduziu o presidente da autarquia, Dionísio Mendes (PS), lembrando que em Almeirim existe uma estrutura idêntica parada há seis anos. Garantiu ainda que em terras como Sobral de Monte Agraço, Arruda dos Vinhos ou Rio Maior se praticam preços de arrendamentos mais reduzidos para operadores em equipamentos idênticos.

A proposta foi aprovada por maioria com os votos a favor dos vereadores do PS e do vereador da CDU, Valter Jerónimo, e a abstenção de Rodrigo Catarino.

 

in O Mirante

 

 

 

,

publicado por portuga-coruche às 07:30
link | comentar | favorito
Sábado, 9 de Outubro de 2010

A pátria não é de todos

Por: Baptista Bastos  - b.bastos@netcabo.pt

 

Na mesma ocasião em que Pedro Passos Coelho se reunia com vistoso grupo de economistas, uma das televisões quis saber o que pensam os portugueses da actual situação.
Uns murmuraram a sua atroz ignorância, outros a sua melancólica indiferença. Até que uma mulher de idade avançada, com a desconfiança pregada nos olhos e a sabedoria procedente de todas as agruras, respondeu: "Não acredito em nada nem em ninguém. Eles estão lá para se encher."

É o sentimento geral. A impotência associada à resignação; seja: o pior que pode acontecer a uma sociedade, abjurante das virtudes do civismo. Não é só o rotativismo de poder, disputado entre, apenas, dois partidos, que causa esta indolência moral. É a péssima qualidade intelectual dos políticos. É a clara evidência de que dividem o "bolo" entre eles, substituindo-se nas administrações, nos bancos, nas grandes empresas, aumentando os vencimentos a seu bel-prazer, auferindo-se bónus e mordomias escandalosos. Vem nos jornais. Nada do que digo ou escrevo é resultado de qualquer rancor: factos são factos.

Pedro Passos Coelho ouviu, daqueles santos sábios, o que queria ouvir. E eles também não queriam ou não sabiam dizer outra coisa. Isto anda tudo ligado, e as relações políticas, entre aparentes adversários, são grandes rábulas, alimentadas pelo embuste e pela mentira. Penso, no entanto, que o presidente do PSD devia escutar vozes dissonantes, opiniões divergentes que permitissem uma análise mais clara e acertada. Claro que não é só Passos Coelho que ouve o que deseja ouvir. Todos os outros dirigentes, Sócrates incluído, e na primeira linha, seguem a música de idêntica mazurca.

Os sábios que se reuniram com Sócrates são muitos daqueles que pertenceram a governos execráveis, culpados de tudo o que de pior nos tem acontecido. Quase todos eles detêm reformas de luxo, duas e três, e atrevem-se a debitar, para as televisões, patrióticas lições salvíficas. Uma vergonha! Um deles, com deficiências de fala e escuma aos cantos da boca, trabalhou seis meses no banco do Estado e recebe uma reforma vitalícia de três mil e seiscentos contos (moeda antiga) pelo denodado esforço desenvolvido. Cito-o com frequência por entender que o cavalheiro é o retrato típico de uma situação abominável.

Quem pode acreditar em gente deste jaez e estilo? Em gente desavergonhada que tem, escancaradas, as televisões, para dizer sempre o mesmo, ou seja: coisa alguma de importante.

Afinal, de que falaram os quase vinte sábios? Com a soberba que os caracteriza, indicaram os mesmos remédios para a superação da crise: cortes nas despesas da saúde, da educação, e da previdência; rebaixamento de salários na função pública; acaso a supressão do décimo terceiro mês; redução nas pensões, aumentos nos medicamentos. É o pacote consuetudinário sugerido por quem, de facto, não dispõe de outras ideias e soluções que não sejam as do breviário neoliberal. A OCDE, considerava "muito credível", veio rezar semelhante litania. E ai de quem a desmonte! É logo considerado comunista ou afim. Um pouco de decência não faria mal.

Observe-se os rostos desta gente. Atente-se no que dizem, prometem, formula. Não conseguem mobilizar ninguém, nem concentrar emoções ou sentimentos, exactamente porque os não possuem. No começo da revolução de Abril, o Governo lançou um alerta e um apelo: Um Dia de Trabalho para a Nação. O País aceitou o pedido e a invocação. E foi um belo momento de unidade nacional, uma acção colectiva de patriotismo e de esperança absolutamente inesquecível. E só a má-fé ou a má consciência podem distorcer o que foi um extraordinário acontecimento político e social.

As frases daquela mulher, na televisão, ressoam como uma tragédia: "Não acredito em nada nem em ninguém. Eles estão lá para se encher." E a verdade é que o enriquecimento surpreendentemente rápido de muitos deles; a pesporrência arrogante da esmagadora maioria desses senhoritos é mais do que desacreditante: é sórdido.

Os jornais e as revistas, de vez em quando, publicam os nomes, os rendimentos, as casas luxuosas, os iates, os carros topo de gama dos que nos exigem sacrifícios, suor, renúncia, abnegação. Exigem mas não praticam. E, se o fazem, as beliscaduras nas suas fortunas são tão delicadas, tão suaves que eles nem dão por isso. Quando se tira a um reformado o mais escasso dos cêntimos as dificuldades que daí advêm são de tal monta, e as consequências imediatas são terríveis.

Os sábios que foram dizer a Passos Coelho o que este, comovidamente, queria ouvir, não estão ao lado de quem sofre e está na mó de baixo. A indiferença nunca ocultada, a ganância jamais dissimulada, o luxo em tempo algum encoberto (bem pelo contrário) constituem eloquentes testemunhos da casta a que pertencem. Portugal continua a ser, como escreveu João de Barros, "país padrasto e pátria madrasta" - para muitos, bem entendido, e "ridente torrão de malandros" [ Filinto Elísio, "Sátiras"] para os que se ajustam.


b.bastos@netcabo.pt

 

 

in Jornal de Negócios

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Maio de 2010

Queixa sobre utilização do Boletim Municipal de Coruche pela maioria PS no Ministério Público

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) enviou para o Ministério Público o processo relativo à denúncia da CDU de utilização das edições de Julho/Agosto e Setembro/Outubro de 2009, do Boletim Municipal de Coruche, por parte da maioria socialista na câmara, com o objectivo de apelar à reeleição do recandidato do PS e presidente da autarquia, Dionísio Mendes.

Ambos os boletins foram distribuídos durante a campanha eleitoral para as eleições autárquicas que viriam a redundar na reeleição de Dionísio Mendes com maioria absoluta. A participação da CDU à CNE denunciava o uso por parte do PS de meios da autarquia na campanha eleitoral daquele candidato.

A CNE, por considerar que os comportamentos de Dionísio Mendes consubstanciam uma violação dos deveres de neutralidade e imparcialidade, previstos no artigo 172º da Lei Eleitoral dos Órgãos das Autarquias Locais (LEOAL), remeteu esses elementos para os serviços competentes do Ministério Publico, por se verificarem indícios da prática do ilícito previsto no artigo 172º da LEOAL. A CDU aponta, no boletim de Setembro/Outubro, o exemplo de um inquérito de rua a munícipes no qual se pergunta a opinião sobre o edil Dionísio Mendes, que também esteve na base da decisão da CNE.

Diz esse artigo que “quem, no exercício das suas funções, infringir os deveres de neutralidade ou imparcialidade a que esteja legalmente obrigado é punido com pena de prisão até 2 anos ou pena de multa até 240 dias”.

Em comunicado, a CDU de Coruche reclama agora a razão que diz ter no processo que, em seu entender, é exemplo do uso sistemático por parte do PS dos meios da autarquia, ao longo dos últimos anos.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 08:30
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 7 de Abril de 2010

Francisco Oliveira é candidato único à liderança do PS Coruche

O vice-presidente da Câmara de Coruche, Francisco Oliveira, encabeça a única lista concorrente às eleições para a Comissão Política Concelhia de Coruche do PS, que se realizam esta sexta-feira, dia 9, entre as 18h00 e as 20h00. O prazo para apresentação de candidaturas terminou dia 8. As eleições decorrem na sede do PS, na rua de Santo António, n.º 25, em Coruche.

 

 

in O Mirante

 

Quién es el comandante

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 08:00
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Comunicado MIC

. Comunicado do PS

. Nota de imprensa do MIC

. Conta da Àgua vai ter mai...

. CDU contra avença para ga...

. PS de Coruche, vota contr...

. Câmara de Coruche quer in...

. A pátria não é de todos

. Queixa sobre utilização d...

. Francisco Oliveira é cand...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds