Quarta-feira, 25 de Julho de 2012

Pedófilo detido em Coruche

Coruche


Detido idoso suspeito de abusar sexualmente de uma criança de cinco anos
A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira a detenção em Coruche de um homem de 69 anos, com antecedentes criminais, suspeito da autoria de um crime de abuso sexual de uma menina de cinco anos.

 

De acordo com a Directoria de Lisboa e Vale do Tejo da PJ, a alegada vítima é familiar do detido.
O homem de 69 anos tem antecedentes criminais, já foi condenado por crimes semelhantes e vai hoje ser presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial.

 

in Correio da MaNHÃ

 

UPDATE - UPDATE - UPDATE - UPDATE - UPDATE - UPDATE - UPDATE


Cadastrado abusa da neta


Sujeito uma pena suspensa de prisão por abuso sexual de crianças, um homem de 69 anos violou durante vários meses a neta de cinco anos, em Coruche.

 

A criança ficou aos cuidados dos avós, depois de os pais terem emigrado para Inglaterra, onde arranjaram trabalho.
Aproveitando o período de férias, a mãe veio a Portugal ver a filha e apanhou o homem, em flagrante, a abusar dela no quarto da criança.
Apresentou, de imediato, queixa às autoridades.
Investigadores da Polícia Judiciária de Lisboa detiveram o pedófilo na segunda--feira, em casa deste, e levaram-no ontem a tribunal, onde foi ouvido por um juiz.
Apesar de sofrer às mãos do avô, a criança nunca denunciou os abusos aos pais, com quem contactava telefonicamente, por temer a reacção do homem.
A menina foi ouvida por psicólogos e sujeita a exames médicos no Instituto Nacional de Medicina Legal, em Lisboa. A PJ prossegue a investigação.

 

Por:H.M./ M.P.

In Correio da Manhã

publicado por portuga-coruche às 08:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Julho de 2012

Detidos em Coruche por tráfico de droga

Coruche

Detidos dois suspeitos e identificados cerca de 20 por tráfico de droga

 

 
A Polícia Judiciária anunciou a detenção de dois suspeitos por alegada produção e tráfico de estupefacientes e posse ilegal de várias armas de fogo.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira  a detenção de dois suspeitos de 25 e 37 anos, por alegada produção e tráfico de estupefacientes e posse ilegal de várias armas de fogo.

Na operação, denominada de "BD", a Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes (UNCTE) realizou 12 mandados de busca domiciliária e mais de duas dezenas de buscas em viaturas, na zona de Coruche, tendo sido identificadas cerca de 20 pessoas.

 

Em comunicado, a PJ adianta que apreendeu 60 plantas de cannabis, duas placas de haxixe, duas espingardas caçadeiras, duas pistolas (uma de alarme), diversos tipos de armas brancas, munições e cartuxos.

Além deste material, foram também confiscados telemóveis, computadores portáteis, máquinas fotográficas, 4 mil euros em dinheiro e documentação diversa.

A acção policial decorreu na zona de Coruche e contou com a participação de elementos da PJ e de um dispositivo da GNR, que incluiu elementos de intervenção de ordem pública, operações especiais, equipas cinotécnicas dos Destacamentos Territoriais de Santarém e Coruche.

Os suspeitos serão presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coacção.

 

 

 

in Correio da Manhã

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Março de 2012

PJ faz busca na casa do criador do TugaLeaks

 

O responsável pelo site TugaLeaks foi inquirido em casa por quatro inspetores da Polícia Judiciária (PJ). Rui Cruz diz ter sido constituído arguido.

 
Rui Cruz depois de inquirido pela PJ

A operação policial teve lugar na manhã de 8 de março, mas só agora foi divulgada na página pessoal de Rui Cruz. O jovem informático que criou o TugaLeaks com o objetivo de dar a conhecer matérias que alegadamente não são difundidas nos meios de comunicação social revela que o inquérito demorou quatro horas, tendo os quatro agentes policiais procedido à busca de provas dentro da sua residência.

No texto que publicou na Internet, Rui Cruz reitera não ter feito nada de ilegal. E deixa um repto à comunidade virtual: «Se o tema te interessa, comenta – pode ser até que me possas indicar o “crime” que alegadamente cometi, porque os factos todos nem eu os sei como arguido – e partilha este texto nas redes sociais».

A Exame Informática contactou Rui Cruz, mas o criador do TugaLeaks invocou o segredo de justiça para não fornecer detalhes sobre os motivos levaram a PJ a constituí-lo arguido.

Inspirado pelo portal WikiLeaks, TugaLeaks tornou-se, no final de 2011, num dos portais de referência no que toca à divulgação de atividades e ataques levados a cabo por grupos de hackers como os Anonymous e os LulzSec contra empresas e instituições nacionais.


 

Por Hugo Séneca

in Exame Informática

 

Ler mais: http://exameinformatica.sapo.pt/noticias/internet/2012/03/19/pj-faz-busca-na-casa-do-criador-do-tugaleaks#ixzz1pZq5MKNh

 

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link do post | comentar | favorito
Sábado, 4 de Dezembro de 2010

Suspeito de homicídio qualificado detido em Espanha

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou sexta-feira a detenção, pelas autoridades policiais espanholas, de um homem de 35 anos suspeito do crime de homicídio qualificado cometido a 23 de Outubro em Alcanena.

Em comunicado, o Departamento de Investigação Criminal de Leiria da PJ informa que “desenvolveu uma difícil e complexa investigação relativa a um crime de homicídio qualificado cometido de forma especialmente violenta”, que permitiu “a identificação do seu presumível autor e a consequente emissão de mandados de detenção europeu e internacionais”.

Segundo a PJ, o suspeito foi detido precisamente um mês depois do crime “na zona de Badajoz, onde se tinha refugiado logo após a prática do crime, com o apoio de familiares, usando identidade falsa com o objectivo de se furtar à acção da justiça portuguesa”.

“Após ter sido prontamente extraditado para o nosso país pela Audiência Nacional de Madrid”, o arguido foi presente a um juiz de instrução criminal que lhe determinou a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva, refere o mesmo comunicado.

Fonte da PJ adiantou à agência Lusa que no decurso da investigação foi apreendido, em Coimbra, o veículo usado no crime e, em Coruche, uma arma de fogo e 25 munições, concelho onde foram detidas duas mulheres – irmã e prima do alegado homicida.

A mesma fonte esclareceu que as arguidas, que aguardam o processo em liberdade condicionada a apresentações semanais às autoridades policiais, “faziam visitas regulares a Espanha”, onde se encontrava o presumível homicida.

O responsável da Judiciária explicou que se tratou de um crime especialmente violento dado que o suspeito “disparou seis tiros nas pernas e outro nos testículos da vítima”, que ainda sofreu agressões na cabeça com “uma moca de madeira”.

“O arguido, sem ocupação profissional, tem registos criminais por tráfico de estupefacientes”, crime que a PJ admite possa ter sido o móbil do homicídio.

A vítima estava ligada à construção civil e teve um estabelecimento de diversão nocturna, acrescentou esta fonte.

 

in O Mirante

 

 CM dá mais alguns pormenores....

 

Alcanena: Antes deu oito tiros à vítima abaixo da cintura

Tortura com moca

Por desavenças relacionadas com negócios de droga, um homem, de 35 anos, atraiu um ex-empresário da noite de Santarém para uma cilada, e num local ermo baleou-o com oito tiros, todos da cintura para baixo.~

 

Por:Luís Oliveira

 

 

O corpo do empresário Luís Rosário, de 40 anos, foi encontrado numa poça de sangue em via de terra batida

De seguida, e num cenário que a Polícia Judiciária descreve como sendo "especialmente violento", torturou-o com pancadas desferidas com uma moca. Até à morte.

O homicídio ocorreu no dia 23 de Outubro, em Alcanena. A vítima, Luís Rosário, de 40 anos, foi encontrada morta por um popular que passava de motorizada.

Segundo apurou ontem o CM junto de fonte policial, na origem do homicídio estão questões relacionadas "com negócios de droga". "Alguma coisa correu mal entre os dois, o que acabou por resultar na morte do homem", explicou a mesma fonte, salientando que o suspeito atraiu a vítima "para o seu carro e levou-o para um local onde concretizou o homicídio".

Tal como o CM noticiou no passado sábado, após o crime, o suspeito pôs-se em fuga para Espanha, mas os investigadores da Polícia Judiciária de Leiria localizaram-no de imediato e seguiram-lhe os passos até ser detido, no dia 23 de Novembro, pela Guarda Ci-vil em Villafranca de los Barros, na zona de Mérida,Espanha.

O suspeito esteve detido no Centro Penitenciário de Soto del Real (Madrid), até ser extraditado para Portugal, na passada segunda-feira. Foi presente ao juiz do Tribunal de Alcanena que lhe determinou prisão preventiva.

Segundo a PJ, durante as investigações foram constituídas arguidas duas mulheres – a esposa do suspeito e outra familiar, de 30 e 21 anos – que "auxiliaram o detido na fuga, visitaram-no várias vezes e dificultaram" o trabalho dos investigadores. Foram interrogadas judicialmente e ficaram sujeitas a apresentações semanais no posto policial da área da sua residência.

 

in Correio da Manhã

 

publicado por portuga-coruche às 09:06
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Maio de 2010

PJ faz buscas no Rio Douro à procura de Carina

PJ faz buscas no Rio Douro à procura de jovem de Lamego desaparecida

Mergulhadores avançaram esta tarde para o Rio Douro depois de terem sobrevoado a zona de helicóptero à procura de Carina Ferreira, de 21 anos.

Joaquim Gomes (www.expresso.pt)

 

Carina Ferreira está desaparecida desde a noite de 1 de Maio quando se dirigia de Lamego para o Peso da Régua

A Polícia Judiciária e os Bombeiros Voluntários de Lamego iniciaram esta tarde buscas no Rio Douro à procura de Carina Ferreira, de 21 anos, que é desaparecida desde a noite de 1 de Maio quando se dirigia de Lamego para o Peso da Régua.

As buscas, que só foram reveladas ao princípio da noite de hoje, "para não serem perturbadas por jornalistas e repórteres-fotográficos", segundo fonte policial, "vão continuar nos próximos dias pelo Rio Douro abaixo".

Esta tarde as buscas decorreram entre as barragens de Bagaúste e Belmonte, mas sem que fosse encontrado qualquer vestígio da jovem ou do automóvel, da marca e modelo "Peugeot-106," de cor vermelha e a matrícula 77-23-LP.

Carina Ferreira, que trabalhava no Clube de Caça e Pesca do Alto Douro, à data do seu desaparecimento, tinha 'leggins' e blusa de cor preta, um 'blaser' daquela cor e sapatos de cunha preta. A semana passada, a PJ bateu a zona a partir de um helicóptero, mas hoje a direcção da Polícia Judiciária do Norte, segundo apurou o Expresso, mandou avançar os inspectores para o terreno.

Investigações dependeram de telemóvel

 

As investigações da Polícia Judiciária estiveram dependentes de listagens da Vodafone, operador de telemóvel mais usado por Carina Ferreira, mas que usava também um aparelho da TMN para comunicar com alguns amigos já clientes daquela rede de telemóveis.

A TMN disponibilizou de imediato a listagem das antenas accionadas pelo telemóvel de Carina Ferreira, mas a Vodafone ainda não entregou hoje nas instalações da Polícia Judiciária do Porto a última listagem das células que a jovem "activou" nas antenas pelas quais passou, entre Lamego e a Régua na noite de 1 para 2 de Maio. A PJ decidiu não esperar mais pela Vodafone e, desde esta tarde, acompanhada pelos vários mergulhadores dos Bombeiros Voluntários de Lamego, começou a procurar pelas margens no Rio Douro.

Nem "Ranger", nem Tunísia

 

A hipótese de qualquer envolvimento de um cabo dos "Ranger" que foi namorado de Carina Ferreira "está completamente fora de hipótese" e só "contribuiu para lançar alguma confusão no início", de acordo com fontes contactadas pelo Expresso. "Esse militar estava no Algarve no dia em que essa jovem desapareceu", acrescentaram as mesmas fontes da PJ do Porto.

A Polícia Judiciária do Porto tem-se defrontado com "várias informações contraditórias", relativamente às indicações fornecidas pelos amigos mais próximos da jovem desaparecida. No Centro de Instrução de Operações Especiais (Ranger's") há casos de militares que namoram com raparigas, daquela região, como sucedia com os Comandos também instalados em Lamego até pouco antes do 25 de Abril de 1974.

A família de Carina Ferreira, em especial o pai, um sargento do Exército colocado em Lamego, está já a par de todos os passos dados pela Polícia Judiciária. A hipótese de Carina Ferreira ter viajado para a Tunísia já não tem igualmente qualquer consistência, segundo fontes da PJ. Essas falsas pistas "só estão a perturbar as investigações", segundo fontes da PJ e para quem "o anonimato das redes sociais na internet, tem permitido diversas especulações e mesmo insinuações de mau gosto num caso tão delicado".

 

in Expresso

 

 

publicado por portuga-coruche às 08:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Maio de 2010

Coruche: Ladrões dizem que são da PJ

Identificaram-se como inspectores da PJ para assaltar e sequestrar

Furtaram seis mil euros em dinheiro a um casal de Coruche

 

Um casal foi esta madrugada sequestrado na própria residência, em Coruche, por indivíduos que se identificaram como sendo agentes da PJ e que furtaram seis mil euros em dinheiro, disse à Lusa fonte da GNR.

«O casal relatou às autoridades que abriu a porta a três pessoas do sexo masculino, que envergavam coletes à prova de bala, estavam armados e que se identificaram como agentes da Polícia Judiciária (PJ)», declarou fonte da GNR, adiantando que o incidente ocorreu às 05:30.

Segundo a mesma fonte, «a senhora foi imobilizada no sofá», enquanto que «o marido foi circulando pela residência, sempre acompanhado pelos indivíduos, que o questionaram sobre a localização do cofre e de bens».

«Depois de furtarem cerca de seis mil euros em dinheiro, fecharam o marido no escritório e colocaram-se em fuga, numa viatura de cor preta», adiantou a fonte da GNR à Lusa, acrescentando que um dos elementos do casal conseguiu escapar do cativeiro e relatar às autoridades o sucedido.

A PJ esteve já no local, estando agora a investigar o ocorrido.

 

in TVI24

 

 Agora o Jornal "O Mirante" diz que foi em Marinhais! Marinhais não é Coruche.

 

Indivíduos que se identificaram como agentes policiais furtam e sequestram casal em Marinhais

Um casal foi hoje de madrugada sequestrado na própria residência, em Marinhais, por indivíduos que se identificaram como sendo agentes da PJ e que furtaram seis mil euros em dinheiro, disse a GNR.

"O casal relatou às autoridades que abriu a porta a três pessoas do sexo masculino, que envergavam coletes à prova de bala, estavam armados e que se identificaram como agentes da Polícia Judiciária (PJ)", declarou fonte da GNR, adiantando que o incidente ocorreu às 5h30 de hoje.

 

Segundo a mesma fonte, "a senhora foi imobilizada no sofá", enquanto que o marido foi circulando pela residência, sempre acompanhado pelos indivíduos, que o questionaram sobre a localização do cofre e de bens".

 

"Depois de furtarem cerca de seis mil euros em dinheiro, fecharam o marido no escritório e colocaram-se em fuga, numa viatura de cor preta", adiantou a GNR, acrescentando que um dos elementos do casal conseguiu escapar do cativeiro e relatar às autoridades o sucedido. A PJ esteve já no local, estando agora a investigar o ocorrido.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 07:00
link do post | comentar | favorito
Domingo, 7 de Março de 2010

Alegado violador de Telheiras apanhado pela PJ

 

 

Retrato Robot do alegado violador, divulgado pela PJ

 

Alegado violador de Telheiras é engenheiro

Divulgação de retrato robot levou a pistas que encurtaram lista de suspeitos. Engenheiro de telecomunicações traído por ADN e impressões digitais

Por: Cláudia Lima da Costa

 

A Polícia Judiciária apanhou ao final da tarde desta sexta-feira, em Lisboa, um homem suspeito de ser o «violador de Telheiras». O alegado criminoso indiciado por vários crimes de violação e roubo é um homem de 30 anos, português e engenheiro de telecomunicações. A detenção ocorreu na sequência de uma operação de vigilância e ocorreu na empresa onde o suspeito trabalha, adiantou ao tvi24.pt fonte da Directoria de Lisboa da PJ.

 

Segundo a mesma fonte o homem agora detido não tem «antecedentes policiais» e foi detido ao «final do dia e ao que tudo indica será o responsável por «vários crimes na área de Lisboa, nomeadamente, em Telheiras». Segundo fonte da investigação, a detenção do suspeito ocorreu depois do tvi24.pt ter divulgado imagens do retrato robot e de terem chegado novas pistas, o que permitiu aos investigadores reduzir a lista de suspeitos e chegar ao presumível violador.

Violador de Telheiras: conhece este homem?

Também a Directoria de Lisboa admite que a divulgação do retrato robot pelos órgãos de comunicação social «contribuiu em parte» para a identificação do suspeito em conjunto com «outros elementos, como os vestígios deixados no local do crime». Ao que o tvi24.pt apurou trata-se do ADN que o suspeito deixou numa das vítimas e impressões digitais deixadas num dos locais do crime.

Ainda durante esta sexta-feira, o suspeito foi alvo de reconhecimentos por parte das vítimas. Estes elementos probatórios serão amanhã levados ao juiz de Instrução Criminal que irá ouvir o suspeito, pela manhã, no Campus da Justiça, no Parque das Nações, adiantou fonte da Judiciária.

Ainda segundo fonte da investigação, a Judiciária sempre suspeitou que o indivíduo em causa deslocava-se num veículo de trabalho diariamente, o que permitia que andasse por várias zonas de Lisboa. Recorde-se que a maioria dos casos foram em Telheiras, mas houve ataques noutras zonas da cidade.

A PJ procurava o indivíduo desde 2008 e suspeita-se que pelo menos 10 mulheres (menores) tenham sido vítimas de ataques sexuais. A dificuldade em deter o suspeito levou a Polícia Judiciária a tomar uma atitude quase inédita, ao divulgar um retrato robot do presumível criminoso.

 

in IOL Diário

publicado por portuga-coruche às 16:34
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Quem escraviza não merece liberdade

Cativeiro do pastor Luís durou dez longos anos

Após denúncia, Polícia Judiciária da Guarda identificou suspeito e resgatou vítima em Sernancelhe
 

Um pastor, de 58 anos, passou os últimos dez sequestrado e escravizado numa exploração agrícola em Sernancelhe. Há dois meses fugiu para Fornos de Algodres. No último fim-de-semana, o patrão foi lá buscá-lo à força. A PJ resgatou-o.

No passado domingo, quando levava a cesta com o almoço ao pastor que, há cerca de dois meses, lhe guardava o gado, José Gomes, agricultor em Fuinhas, Fornos de Algodres, sobressaltou-se: o homem tinha desaparecido e as ovelhas andavam tresmalhadas.

A denúncia do caso às autoridades, por parte do empresário agrícola, levou a Polícia Judiciária (PJ) da Guarda a entrar imediatamente em acção. No mesmo dia, o pastor Luís Carlos Vaz Marques acabaria por ser resgatado em Sernancelhe, na quinta onde viveu alegadamente escravizado nos últimos 10 anos.

O proprietário foi detido sob suspeita da autoria de crimes de escravidão e sequestro. Sujeito a um primeiro interrogatório judicial, viu ser-lhe aplicada a medida de coacção mais leve: a obrigação de apresentações periódicas às autoridades até à data do julgamento.

A equipa de investigação refere, no mesmo comunicado, com base nos elementos de prova recolhidos, que o detido "explorou a força do trabalho da vítima durante vários anos, mantendo-a permanentemente sob ameaça e em condições humanamente degradantes, numa sua propriedade agrícola, sem lhe pagar qualquer salário ou recompensa".

Ontem, em declarações ao "Jornal de Notícias", o pastor Luís Marques, que na última terça-feira regressou à quinta de Fuinhas, em Fornos de Algodres, lembrou o "inferno" que passou em Sernancelhe.

"Batiam-me com um pau nas costas. Chegaram a cortar-me um dedo com uma forquilha e partiram-me a cabeça três vezes. Era um boneco nas mãos daquela gente", revela o homem que não aprendeu a ler e a escrever. E que só agora soube, pelas autoridades, que tem 58 anos de idade.

"Ao fim de cada mês, quando chegava o vale da minha reforma, iam comigo levantar o dinheiro a Sernancelhe. Mas no regresso à quinta, mal entrava no carro, ficava logo sem ele. Nem sei quanto era. O patrão dizia que metia o dinheiro no banco e por conta dele dava-me um maço de cigarros de vez em quando", desabafa o pastor.

Há dois meses, após várias tentativas frustradas de fuga para a terra natal, em Cortiçô, Fornos de Algodres, onde o patrão de Sernancelhe o ia sempre buscar "à força", Luís Marques conseguiu finalmente escapar à vigilância.

"Fugi da quinta às três da madrugada e caminhei sem parar durante várias horas. Ao meio-dia, cheguei a Fuinhas", relata, eufórico.

A primeira coisa que fez foi bater à porta de um antigo patrão. "Ele gostava de ajudar-me, mas não tinha vaga para mim. Por outro lado, as pessoas também tinham receio de dar-me trabalho, porque o outro [o antigo patrão] vinha sempre buscar-me", lembra.

Apesar do medo dos agricultores, a vítima acabou por encontrar guarida na casa de José Gomes. "Pediu-me se podia ficar para guardar as ovelhas a troco de comida, cama e roupa lavada. Tem trabalhado bem, e sinto-me satisfeito por o ter comigo", confessou.

O que se passou no domingo é alvo de todas a críticas. "Soube que vieram aí dois homens, com uma carrinha, e levaram o pastor à força. Caçaram-no como se fosse um coelho. Fiquei indignado e comuniquei o caso às autoridades. Ninguém tem o direito de privar um homem da sua liberdade", conclui José Gomes.

 

 TERESA CARDOSO

 

in JN

 

Quem escraviza não merece liberdade. Algo está mal na justiça e tem que mudar. Não está só mal o poder judicial mas quem lho dá e promove, assim como as leis que os regem.

 

publicado por portuga-coruche às 09:17
link do post | comentar | favorito

.Citações Diárias

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Pedófilo detido em Coruch...

. Detidos em Coruche por tr...

. PJ faz busca na casa do c...

. Suspeito de homicídio qua...

. PJ faz buscas no Rio Dour...

. Coruche: Ladrões dizem qu...

. Alegado violador de Telhe...

. Quem escraviza não merece...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds