Sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

Burlão dizia-se filho de um homem que morreu a 200 anos!

Porto: Empresa que geria negociava com clubes de topo

 

Burlão dizia ser filho de homem morto há 200 anos

 

 

Diz o povo que a mentira tem perna curta, mas no caso do homem que burlou milhões de euros a jogadores profissionais de futebol, a situação atinge outro nível.

 

Por:Tânia Laranjo/Sérgio Pereira Cardoso

 

José Carlos Martins, detido anteontem pela PJ, argumentava ser filho de Jerónimo Martins, suposto dono do Grupo que detém cadeias como o Pingo Doce ou o Recheio. O problema é que Jerónimo Martins morreu há cerca de 200 anos.

 

De facto, foi em 1792 que um galego de nome Jerónimo Martins abriu uma loja no Chiado, em Lisboa, no princípio do que seria o Grupo com o seu nome. Mas a ligação da família Martins à empresa terminou no final do século XIX, com a morte de João António Martins, sem descendentes.

 

Ainda assim, era este o argumento que o detido, de 45 anos, apresentava para garantir o dinheiro de futebolistas. Ricardo, que defendeu a baliza da selecção nacional, Jorge Couto (ex-Boavista e FC Porto), Erwin Sánchez (ex-Benfica e Boavista), Hélder (ex-Boavista e PSG) e Sérgio Leite (ex-Boavista) perderam milhões de euros, devido à promessa de investimentos com retornos garantidos.

 

Martins era sócio-gerente da Elaboratus, empresa que representava vários jogadores e negociava com clubes de topo. Assim é o caso de Ricardo: a agência esteve envolvida nas transferências para o Sporting e para o Bétis.

 

Aliás, a Elaboratus, gerida também pelo irmão de Hélder, um dos burlados, seria detentora de lugares de camarote em estádios como Bessa, Alvalade ou Luz.

 

in Correio da Manhã

 

Porto

Pacheco era amigo de burlão mas nunca entregou dinheiro

por ALFREDO TEIXEIRA

 

 

O antigo treinador do Boavista lembra-se bem do homem que quarta-feira foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) suspeito de ter burlado vários jogadores, como o guarda-redes Ricardo, Jorge Couto e Sérgio Leite, em milhões de euros. "Éramos amigos de circunstância mas a ele nunca entreguei para investimentos qualquer dinheiro", afirmou ao DN Jaime Pacheco.

O treinador lembra-se bem de ver José Carlos Sousa Martins, de 42 anos, com os jogadores do Boavista durante o período em que foi treinador do clube axadrezado. "Ele andava sempre com eles e nessa altura eu não o conhecia, porque geralmente não entrava nesse convívio", explica Jaime Pacheco. Foi só mais tarde, quando abandonou o clube, que ficaram mais próximos, embora nunca tenham sido grandes amigos. Jaime Pacheco sabia apenas que "Ricardo" Martins, como se intitulava, tinha dinheiro. Através da identidade falsa, o detido dizia no meio que era filho do proprietário da cadeia de supermercados Jerónimo Martins.

Se até os funcionários da loja Pingo Doce da Boavista acreditavam na versão inventada por José Carlos, ao ponto de lhe chamarem patrão, muito menos os jogadores desconfiavam, até porque sempre se habituaram a ver "Ricardo" com bons carros e a viver num apartamento, na Avenida do Bessa, que custara 650 mil euros. No mesmo edifício chegou a morar o guarda-redes Ricardo.

A mulher, também relacionada no meio social portuense e através da qual o marido utilizou para obter os contactos que pretendia, fazia compras nas lojas mais caras do Centro Comercial Avis, as mesmas onde iam as mulheres do jogadores. O esquema fraudulento passava por prometer lucros em negócios imobiliários, em muitos casos a cem por cento, através de juros muito superiores aos praticados pela banca. "Gastador compulsivo", dos cerca de dez milhões que se suspeita ter recebido, tudo gastou em proveito próprio, em carros de alta cilindrada, apartamentos, casas de diversão nocturna, casinos e viagens. Muitas das festas em bares eram organizadas na presença dos burlados, que eram convidados e ali consumiam sem saber que a despesa seria paga com o seu dinheiro.

"Fazia parte do grupo" e Jaime Pacheco até brinca e diz que o burlão "merecia uma medalha por durante tanto tempo enganar quem bem o conhecia".

A mesma opinião não tem Nuno Baptista, irmão de Hélder, que também jogou no Boavista, e que durante largos anos manteve uma sociedade com "Ricardo" Martins, com quem era empresário de jogadores. Até há pouco mais de um ano, altura em que começou "a notar que algumas coisas não batiam certo". Foi nessa altura que o empresário se apercebeu de que se encontrava ligado a uma "pessoa que não era o sócio que julgava". Também ele é um dos lesados por "Ricardo" Martins.

Na PJ existe queixa de pelo menos dez pessoas que terão feito entregas de dinheiro ao detido no montante de três milhões de euros. Sabe-se que dois milhões desse montante foram gastos por José Carlos, que guardava o restante milhão para ir pagando às vítimas que iam investindo, de modo a manter o estratagema. Mas como diz Nuno Baptista, "as coisas começaram a correr mal" ao ponto de nos últimos meses o indivíduo se ter refugiado no Brasil. Foi apanhado agora mal colocou os pés em solo português.

 

 

 

in Diário de Notícias

Ricardo, Jorge Couto e Sérgio Leite são alguns dos ex-jogadores do Boavista enganados

 

publicado por portuga-coruche às 07:05
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Julho de 2009

Últimas notícias: Vinte activistas da Greenpeace estão agora em frente à sede do grupo Jerónimo Martins em Lisboa

Greenpeace Portugal

Activistas da Greenpeace penduram banner com a mensagem "Jerónimo Martins destrói os oceanos" na sede do Grupo Jerónimo Martins em Lisboa. 

Activistas da Greenpeace penduram banner na sede do Grupo Jerónimo Martins.

Ampliar fotografia

Lisboa — Vinte activistas da Greenpeace bloquearam, hoje de madrugada, parcialmente, a entrada na sede do Jerónimo Martins. Com tripés de mais de nove metros de altura à entrada do edifício e um banner gigante suspenso na fachada alerta com a mensagem “Jerónimo Martins destrói os oceanos ”, os activistas dificultaram o “business as usual” do grupo.

Há mais de um ano que a Greenpeace está a tentar entrar em contacto e até hoje sem sucesso. A organização pretende ficar no local até que o grupo assuma a responsabilidade de preservar os recursos marinhos e se comprometa a dar passos concretos para a implementação de uma política de compra e venda de peixe sustentável e transparente.

Pedidos da Greenpeace ao grupo Jerónimo Martins

O grupo de distribuição alimentar Jerónimo Martins deve reconhecer de imediato e por escrito a sua responsabilidade na preservação dos oceanos. O presidente do grupo Jerónimo Martins, Luís Palha da Silva, deve ainda concordar em reunir com a Greenpeace e passar das palavras à acção, através:

  • do compromisso em subscrever a 5 princípios de uma política sustentável de compra e venda de peixe. Entre eles, o suspender a venda de espécies de peixe ameçadas, apoiar a comercialização das espécies mais sustentáveis, melhorar a rastreabilidade e etiquetagem dos produtos, promover e implementar prácticas sustentáveis.
  • do retirar imediato das prateleiras de 3 espécies da Lista Vermelha de Peixes da Greenpeace;
  • do compromisso em rever todas as espécies de peixe que comercializa, de acordo com os princípios adoptados para uma política sustentável de compra e venda de peixe sustentável, até meados de 2010.

Jerónimo Martins - Líder de Mercado, Não de Soluções

Todos os anos são gastos, em Portugal, mais de 1.047 milhões de euros em peixe, dos quais mais 70% são gastos nas grandes superfícies. Os grupos Lidl, Sonae, Os Mosqueteiros e Aunchan já estão a dar passos para uma adoptar uma postura responsável em relação aos produtos que vendem. É inadimissível que o grupo, que se considera líder do mercado de distribuição alimentar em Portugal, seja o único que até agora ainda não mostrou preocupação pela crise que os oceanos enfrentam.

Consulte o Calendário da campanha

Esta acção, que contou pela primeira vez com a participação em grande escala de activistas portugueses em colaboração com a Greenpeace Internacional, decorre poucas semanas depois do lançamento do segundo ranking de supermercados em Portugal que coloca o grupo Jerónimo Martins - com os supermercados Pingo Doce e Feira Nova - em último lugar.

Oceanos - O Preço da Destruição

Nas últimas décadas, temos assistido à devastação rápida da vida marinha do nosso Planeta. A exploração desenfreada e insustentável dos mares e oceanos poderá conduzir, dentro de pouco anos, a uma subida inigualável do preço do peixe e transformar este recurso, tão mais valioso quanto mais escasso, numa relíquia rara a que poucos vão poder aceder.

Nos supermercados Pingo Doce e Feira Nova continuamos, por exemplo, a encontrar espécies como o tubarão - uma espécie em alto risco devido à sobrepesca e pesca acidental. Os tubarões têm uma taxa de crescimento das populações bastante lenta - para além de atingirem a maturidade reproductiva tardiamente, estes produzem poucos juvenis – tornando numa espécie capaz de ser rapidamente dizimada.

O preço da destruição dos oceanos é alto. Milhões de pessoas em todo o mundo correm o risco de ver desaparecer os recursos de que dependem - e os portugueses não são excepção.A Greenpeace alerta que é urgente acordar para esta crise sem precedentes e passar imediatamente de palavras à acção, para garantir a sobrevivência da vida marinha do nosso planeta.

 
in Greenpeace
 
publicado por portuga-coruche às 11:07
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Burlão dizia-se filho de ...

. Últimas notícias: Vinte a...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds