Terça-feira, 20 de Dezembro de 2011

Nota de Imprensa do MIC

 

Nota de imprensa

 

 

 

 

O Mirante desrespeita decisão emanada pela mesa da Assembleia Municipal

 

ASSEMBLEIA MUNICIPAL SÓ QUER PROIBIR O MIC

 

 

 

O grupo municipal do MIC subscreve inteiramente a queixa do deputado municipal do MIC dirigida ao Presidente da Assembleia Municipal de Coruche eleito pelo PS, bem reveladora da intenção única de controlar a divulgação da informação registada em meios audiovisuais para o exterior das sessões da Assembleia Municipal de Coruche.

 

Pelo facto do MIC gravar em suporte áudio as suas próprias intervenções e divulgá-las no seu site www.miccoruche.org, a Mesa da AM de Coruche proibiu a gravação em quaisquer meios audiovisuais as sessões, apoiando-se num parecer que aqui divulga-mos, extendendo a proibição a todos incluindo jornalistas.

 

http://www.miccoruche.org/docs/parecer.pdf

 

O Jornalista do Mirante gravou o que quis sem autorização da mesa, e na nossa opinião muito bem, mas contrariando as imposições da mesa da AM, que revelou que a sua única intenção era calar o MIC.

 

 

------ Queixa enviada à AM de Coruche


 

Ex.mo Sr. Presidente da Assembleia Municipal de Coruche

 

Na Assembleia Municipal de dia 16 de Dezembro presenciei mais uma vez a violação das regras emanadas pela mesa, assim como o desrespeito pela sua autoridade na Assembleia Municipal. Reparei que o jornalista de O Mirante foi instigado a fazer fotos da AM (o que considero aceitável), mas o mesmo quando questionando sobre o facto de ter autorização da mesa para efectuar a extensa reportagem fotográfica, respondeu num tom balbuciante e trémulo o seguinte: "já faço isto há muito tempo, não preciso de autorização da mesa".

 

http://www.miccoruche.org/docs/parecer.pdf
 
Embora discordante do parecer emanado na última assembleia, o mesmo é claro: “Não havendo autorização para recolha de som/imagem por parte de terceiros na Assembleia Municipal, a mesma não poderá ser efectuada. Aos jornalistas assiste o direito de assistir à sessão e de ter acesso à informação constante nas actas”.
 
Devemos considerar que o parecer não é para ser levado a sério? Podemos gravar a AM em streaming directo para a internet? De contrário e como entendo que a sua autoridade não deve ser questionada desta forma, desejo ser informado da advertência ao jornalista em causa.
Cumprimentos
Gonçalo Ramos Ferreira

 

 

 

Votos de Boas Festas

 

Pelas Pessoas, Por Coruche!

 

 

 

MIC – Movimento Independente de Cidadãos por Coruche

 

Contactos: www.miccoruche.org        info@miccoruche.org     919 739 393

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:10
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Março de 2010

"Ser dador de medula óssea é uma opção para doar vida"

O que é medula óssea?

A Medula Óssea é um tecido gorduroso que se localiza na parte interna dos ossos. É o que nós conhecemos popularmente como "tutano". É a medula óssea que contém as células-mãe que dão origem aos glóbulos vermelhos (hemácias), plaquetas e glóbulos brancos (leucócitos) que são responsáveis pela defesa do nosso organismo. Pelas hemácias, o oxigênio é transportado dos pulmões para as células de todo o nosso organismo e o gás carbônico é levado destas para os pulmões, para ser expirado. Os leucócitos são os agentes mais importantes do sistema de defesa do nosso organismo, inclusive defende nos das infecções. As plaquetas compõem o sistema de coagulação do sangue.


Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!

Fig 1.A medula óssea se localiza na parte esponjosa dos ossos chatos (por exemplo, a bacia), onde o desenvolvimento das células do sangue acontece.


Qual a diferença entre medula óssea e medula espinhal?

Enquanto a medula óssea é um tecido líquido que ocupa a cavidade dos ossos, a medula espinhal é formada de tecido nervoso que ocupa o espaço dentro da coluna vertebral e tem como função transmitir os impulsos nervosos, a partir do cérebro, para todo o corpo.


O que é transplante de medula óssea?

É um tipo de tratamento proposto para algumas doenças malignas que afectam as células do sangue. Ele consiste na substituição de uma medula óssea doente, ou deficitária, por células normais de medula óssea, com o objetivo de reconstituição de uma nova medula. O transplante pode ser autogênico, quando a medula ou as células precursoras de medula óssea provêm do próprio indivíduo transplantado (receptor). Ele é dito alogênico, quando a medula ou as células provêm de um outro indivíduo (doador). O transplante também pode ser feito a partir de células precursoras de medula óssea obtidas do sangue circulante de um doador ou do sangue de cordão umbilical.



Quando é necessário o transplante?

Em doenças do sangue como a Anemia Aplástica Grave e em alguns tipos de leucemias, como a Leucemia Mielóide Aguda, Leucemia Mielóide Crônica, Leucemia Linfóide Aguda. No Mieloma Múltiplo e Linfomas, o transplante também pode estar indicado.

Anemia Aplástica: É uma doença que se caracteriza pela falta de produção de células do sangue na medula óssea. Apesar de não ser uma doença maligna, o transplante surge como uma saída para 'substituir' a medula improdutiva por uma sadia.

Leucemia: É um tipo de cancro que compromete os glóbulos brancos (leucócitos), afetando sua função e velocidade de crescimento. O transplante surge como uma forma de tratamento complementar aos tratamentos convencionais.


Como é o transplante para o doador?

Antes da doação, o doador faz um exame clínico para confirmar o seu bom estado de saúde. Não há exigência quanto à mudança de hábitos de vida, trabalho ou alimentação. A doação é feita por meio de uma pequena cirurgia, de aproximadamente 90 minutos, em que são realizadas múltiplas punções, com agulhas, nos ossos posteriores da bacia e é aspirada a medula. Retira-se um volume de medula do doador de, no máximo, 10%. Esta retirada não causa qualquer comprometimento à saúde.


Colecta de uma Amostra de Medula Óssea

As amostras de medula óssea geralmente são colectadas do osso do quadril (crista ilíaca). O indivíduo pode colocar-se em decúbito lateral, de costas para o médico, com o joelho da perna de cima flexionado. Após anestesiar a pele e o tecido localizados sobre o osso, o médico insere uma agulha no mesmo e coleta a amostra da medula óssea.

Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!


Como é o transplante para o paciente?

Depois de se submeter a um tratamento que destrói a própria medula, o paciente recebe a medula sã como se fosse uma transfusão de sangue. Essa nova medula é rica em células chamadas progenitoras, que, uma vez na corrente sangüínea, circulam e vão se alojar na medula óssea, onde se desenvolvem. Durante o período em que estas células ainda não são capazes de produzir glóbulos brancos, vermelhos e plaquetas em quantidade suficiente para manter as taxas dentro da normalidade, o paciente fica mais exposto a episódios infecciosos e hemorragias. Por isso, deve ser mantido internado no hospital, em regime de isolamento. Cuidados com a dieta, limpeza e esforços físicos são necessários. Por um período de 2 a 3 semanas, necessitará ser mantido internado e, apesar de todos os cuidados, os episódios de febre são quase uma regra no paciente transplantado. Após a recuperação da medula, o paciente continua a receber tratamento, só que em regime ambulatorial, sendo necessário, por vezes, o comparecimento diário ao hospital.


Quais os riscos para o paciente?

A boa evolução durante o transplante depende de vários factores: o estágio da doença (diagnóstico precoce), o estado geral do paciente, boas condições nutricionais e clínicas, além, é claro, do doador ideal. Os principais riscos se relacionam às infecções e às drogas quimioterápicas utilizadas durante o tratamento. Com a recuperação da medula, as novas células crescem com uma nova 'memória' e, por serem células da defesa do organismo, podem reconhecer alguns órgãos do indivíduo como estranhos. Esta complicação, chamada de doença enxerto contra hospedeiro, é relativamente comum, de intensidade variável e pode ser controlada com medicamentos adequados. No transplante de medula, a rejeição é rara.


Quais os riscos para o doador?

Os riscos são poucos e relacionados a um procedimento cirúrgico que necessita de anestesia geral, sendo retirada do doador a quantidade de medula óssea necessária (menos de 10%). Esta pequena cirurgia tem duração de aproximadamente 90 minutos e consiste de 4 a 8 punções na região pélvica posterior para aspiração da medula. Dentro de poucas semanas, a medula óssea do doador estará inteiramente recuperada. Uma avaliação pré-operatória detalhada avalia as condições clínicas e cardiovasculares do doador visando a orientar a equipe anestésica envolvida no procedimento operatório.


O que é compatibilidade?

Para que se realize um transplante de medula é necessário que haja uma total compatibilidade tecidual entre doador e receptor. Caso contrário, a medula será rejeitada. Esta compatibilidade tecidual é determinada por um conjunto de genes localizados no cromossoma 6. Por isso, devem ser iguais entre doador e receptor. Esta análise é realizada em testes laboratoriais específicos, a partir de amostras de sangue do doador e receptor, chamados de exames de histocompatibilidade. Com base nas leis de genética, as chances de um indivíduo encontrar um doador ideal entre irmãos (mesmo pai e mesma mãe) é de 35%.


Só se pode dar medula uma vez?

Não, a medula é um tecido que se regenera rapidamente, pelo que é possível fazer mais do que uma dádiva.


Como posso ser dador de medula óssea?

Se tem entre 18 e 45 anos, boa saúde e gostava de ser dador voluntário de medula, basta que transmita ao CEDACE ou aos Centros de Dadores a sua vontade. Deverá fornecer nome e morada, após o que irá receber um folheto informativo do processo e um pequeno questionário clínico que deverá preencher e devolver. Esse questionário vai ser depois avaliado por um médico. Caso não haja nenhuma contra-indicação, será chamado para fazer os seguintes testes:

Tipagem HLA_AB DR
Marcadores virais: HbsAg, Anti-HCV, Anti-HIV 1, 2

Estes dados serão guardados numa base informática nacional e internacional e serão usados sempre que um doente nacional ou internacional seja proposto para transplantação de medula óssea.


O que é o CEDACE?

CEDADE é a designação abreviada de Centro Nacional de Dadores de Medula Óssea, Estaminais ou de Sangue do Cordão. Na prática, trata-se do Registo Nacional de Dadores Voluntários de Células de Medula Óssea, criado em 1995, com o objectivo de responder a doentes que necessitavam de um transplantam mas não tinham dador familiar compatível.


Pode um dador desistir do processo após saber que é compatível com um doente?

Como voluntário o dador não tem nenhuma obrigação legal. Um potencial dador com compatibilidade com um doente que necessite de transplante de medula pode, por diversas razões, retirar-se do processo. As decisões individuais serão sempre respeitadas. É perfeitamente natural que apareçam duvidas, hesitações ou mesmo recusas quando um dador é contactado. Mas depois de ponderados os prós e contras, o dador deverá tomar uma decisão e saber que, se for alterada tardiamente, poderá ser fatal para o doente.


Quem paga o processo da doação?

Todos os procedimentos médicos que envolvem a doação são cobertos pelo subsistema de saúde do doente, bem como as viagens e outros custos não médicos. Os únicos custos que poderão vir a ser imputados ao dador são os referentes ao tempo que necessita despender no processo de doação.

 

 

Inscrição/Informação ao dador:

http://www.chnorte.min-saude.pt/docs/cedace.pdf

 

 

Publicado por A_menina_do_faz_de_conta

in Blog Bicho Papão

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Março de 2010

Águas do Ribatejo cria Balcão Digital


O Balcão Digital é uma das novidades do novo site da empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, apresentado recentemente.

Esta secção específica do site permite aos utentes da empresa, responsável pela gestão da água nos municípios de Benavente, Almeirim, Alpiarça, Chamusca, Salvaterra de Magos e Coruche, acederem a leituras da água, gestão de contratos, visualização de facturação e consumos, comunicação de anomalias e pedidos de esclarecimentos, reclamações ou sugestões.

Dividido em três grandes secções, o novo site da Águas do Ribatejo apresenta ainda menus dedicados às diversas áreas de intervenção da empresa, noticias e utilidades.

in iGOV Local

publicado por portuga-coruche às 08:00
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

A maior base de dados sobre Portugal já está disponível na internet

Pordata: base de dados sobre Portugal já está online

 

A Pordata, a maior base de dados sobre Portugal, foi criada pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, já está disponível na internet e garante um serviço universal e gratuito a todos os interessados.

Em www.pordata.pt é possível encontrar milhares de estatísticas e indicadores sobre os mais diversos aspectos da realidade portuguesa dos últimos 50 anos.

O projecto, liderado pelo sociólogo António Barreto, permite ao utilizador pesquisar por consultas avançadas, seleccionar intervalos de tempo, calcular taxas de variação e percentagens.

Os números variam ao longo do dia consoante o número de nascimentos, óbitos, venda de jornais e revistas, despesas públicas com a educação e saúde. A actualização é automática e feita em tempo real.

Esta base de dados permite aos portugueses formar uma opinião crítica e fundamentada sobre a realidade portuguesa, nas mais diversas áreas.

 

 

in Universia

publicado por portuga-coruche às 13:32
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Nota de Imprensa do MIC

. "Ser dador de medula ósse...

. Águas do Ribatejo cria Ba...

. A maior base de dados sob...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds