Quarta-feira, 13 de Abril de 2011

ETAR do Couço já está a funcionar

 

 A nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) do Couço, no Município de Coruche, começou, finalmente, a funcionar no dia 6 de Abril, estando, actualmente, a ser efectuados os testes dos equipamentos com um aumento progressivo da quantidade de “esgoto” a tratar na unidade.

Recorde-se que o equipamentos foi inaugurado no dia 22 de Março pela Governadora Civil do Distrito de Santarém, mas não pôde entrar de imediato em funcionamento, já que os fios de cobre da instalação eléctrica haviam sido roubados na véspera e o posto de transformação de energia eléctrica completamente destruído. Os prejuízos foram avaliados em mais de 10 mil euros e, segundo a Águas do Ribatejo, «a GNR e o seu núcleo de investigação criminal estão a promover diligências para capturar os suspeitos da autoria dos crimes».

A nova Estação de Tratamento de Águas Residuais do Couço, Lagoíços e Santa Justa, as estações elevatórias e rede de condutas custaram mais de 1,5 milhões de euros com um financiamento de 68 por cento da União Europeia. Esta intervenção permite tratar os “esgotos” domésticos e industriais eliminando progressivamente as fossas que até aqui eram utilizadas.

 
Autor / Fonte
NV
in Portal Ambiente Online
 
publicado por portuga-coruche às 07:10
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Março de 2011

Furto de cobre deixa nova ETAR de Coruche sem luz no dia da inauguração

Por: Jorge Talixa

 

A inauguração da estação de tratamento de águas residuais (ETAR) do Couço, no concelho de Coruche, ficou comprometida com a destruição do posto de transformação que devia alimentar aquele equipamento.

O problema foi criado pelo furto, antes da inauguração, das barras de cobre da instalação. Os prejuízos rondam os 10 mil euros e o caso está a ser investigado pela GNR.

A instalação de um novo posto de transformação poderá demorar alguns meses e, até lá, a nova ETAR, fruto de um investimento de 1,5 milhões de euros, não poderá ser utilizada.

A surpresa foi grande quando, anteontem, os técnicos de uma empresa que presta serviços à EDP se deslocaram à zona da ETAR para ligarem o posto de transformação. Perceberam, então, que este equipamento não se encontrava suspenso num poste como seria normal e estava caído no solo, bastante danificado.

A rede que rodeia a ETAR, construída pela empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, estava cortada e, ficando a estação de tratamento numa zona isolada, a cerca de 400 metros da estrada principal, ninguém se terá apercebido do furto. Certo é que as barras de cobre desapareceram, assim como mais algumas ligações deste metal. Segundo a GNR, a quantidade de cobre ali subtraída poderá valer três mil a quatro mil euros.

A cerimónia inaugural, prevista para o princípio da tarde, acabou por se realizar à mesma, com a presença da governadora civil de Santarém e de vários autarcas da região. No mesmo dia foi igualmente inaugurado o novo posto de atendimento da Águas do Ribatejo na vila de Coruche.

A empresa não consegue prever quando é que poderá utilizar a ETAR. "O prejuízo causado ronda os 10.000 euros e a ETAR não pode entrar em funcionamento, como prevíamos, depois de realizados os testes antes da inauguração", afirmou fonte do gabinete de comunicação da Águas do Ribatejo.

 

in Público

 

Como o cobre não se come é evidente que. quem roubou vai vender a quem compra e quem compra só o faz porque as autoridades não lhe metem medo. Num país que até para realizar estatística se aprovam multas só quem é responsável e cumpridor tem razões para temer a justiça.

publicado por portuga-coruche às 07:10
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

ETAR da Branca inaugurada para acabar com as fossas sépticas

Habitantes da freguesia do concelho de Coruche têm 90 dias para ligarem gratuitamente as suas casas à rede de esgotos

A Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da freguesia da Branca, no concelho de Coruche, inaugurada na manhã de 3 de Junho, vai servir uma população de 1020 habitantes. A placa inaugural foi descerrada pelo presidente da Junta da Branca, Francisco Godinho, e pelos presidentes da Câmara de Coruche e da Águas do Ribatejo (AR), Dionísio Mendes e José Sousa Gomes, respectivamente.

O equipamento foi colocado a funcionar mas, tal como aconteceu com a ETAR da Erra, ainda não foram feitas as ligações das habitações ao colector que conduz os esgotos à estação. Por isso, a Águas do Ribatejo dará 90 dias aos moradores para fazerem a ligação de forma gratuita. Findo esse prazo as ligações terão de ser feitas de forma coerciva e entulhadas as fossas sépticas. “É preciso que as pessoas aproveitem para fazer as ligações sem custos porque só dessa forma os efluentes terão volume para fazer a estação de tratamento funcionar”, alertou Dionísio Mendes.

O presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes (PS), destacou os 14 milhões de euros que estão previstos investir pela empresa intermunicipal Águas do Ribatejo no concelho, sobretudo em saneamento básico, a que se somam dez milhões de euros já concretizados com a construção da ETAR, emissários e interceptor de cintura da vila de Coruche, já concluída. “Triunfou o sistema que serve os seis municípios da Águas do Ribatejo”, acrescentou Dionísio Mendes.

Perante alguns autarcas de freguesias e da assembleia municipal e responsáveis do consórcio que ergueu a estação de tratamento, o autarca da Branca manifestou a sua satisfação confessando que, em 16 anos à frente da junta, este era um dos momentos mais aguardados. “Há que salientar a estreita colaboração que houve entre a câmara e a junta de freguesia”, sublinhou Francisco Godinho.

O presidente da Águas do Ribatejo preferiu lembrar que os incómodos sofridos muitas vezes pelas populações durante as intervenções da empresa intermunicipal têm por fim inaugurar equipamentos como o da Branca, pelo que pediu mais compreensão e esforço de todos.

Sousa Gomes apontou como objectivo elevar acima dos 90 por cento a fasquia do serviço de saneamento na área dos seis municípios da AR, à semelhança do que já acontece com o abastecimento de água. “Nesse patamar estaremos ao nível das populações mais desenvolvidas do mundo. E queremos que as obras na região dêem prioridade a empresas da região”, acrescentou Sousa Gomes

Com um custo de 533.985,95 euros mais IVA, a ETAR da Branca durou oito meses a ser construída pelo consórcio Aquino Construções, S.A., Lena Construções Atlântico, S.A. e Ecotécnica – Elevação e Tratamento de Águas e Esgotos, S.A.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 07:05
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Junho de 2010

Freguesia da Branca inaugura ETAR

Por José Nuno Pepino

 

 

A nova estação de tratamento de águas residuais (ETAR) da Branca, concelho de Coruche, foi inaugurada de forma simbólica na quinta-feira, 3 de Junho.

Orçado em cerca de 600 mil euros, o equipamento demorou cerca de oito meses a ser construído e deverá entrar em funcionamento dentro de três meses, quando os ramais domésticos estiverem ligados à rede pública de saneamento, que actualmente cobre cerca de 60 a 70% desta freguesia com cerca de 1000 habitantes.

“A população dispõe agora de um prazo de 90 dias para solicitar a ligação gratuita dos esgotos das suas casas à rede pública”, explicou o presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes, acrescentando que “após este prazo, cada consumidor pagará entre 150 a 200, voluntária ou coercivamente, porque todas as fossas sépticas têm que ser fechadas e entulhadas”.

A ETAR só começa a laborar quando o volume de águas residuais for suficiente, disse ainda o autarca, esclarecendo que o equipamento “está preparado para receber os esgotos das fossas individuais ou colectivas que forem recolhidos nos locais da freguesia onde a rede de saneamento ainda não chegou.

“As obras para que a rede pública chegue a todas as casas da Branca estão em curso e deverão estar concluídas até final de 2010”, afirmou o presidente da Junta de Freguesia, Francisco Godinho, que não escondeu o seu orgulho ao inaugurar a ETAR.

“Estou na Junta há 16 anos a lutar para que a obra fosse concretizada”, sublinhou.

A ETAR da Branca foi construída no âmbito do plano de investimentos da empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, que está neste momento a investir 14 milhões de euros nas redes de água e saneamento no concelho de Coruche.

Notícia desenvolvida na próxima edição em papel do jornal

 

in O Ribatejo

tags: ,
publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Sábado, 1 de Maio de 2010

Inaugurações de Abril

Coruche inaugurou ETAR da Erra e requalificação urbanística no 25 de Abril

 

O 25 de Abril foi celebrado em Coruche com a inauguração formal de duas obras: a requalificação urbanística da zona nascente da vila e da estação de tratamento de águas residuais (ETAR) da freguesia de Erra. Durante a manhã de domingo houve ainda içar de bandeira junto aos Paços do Concelho, onde marcaram presenças autarcas, associações desportivas e culturais e público, ao som da fanfarra dos bombeiros. O almoço decorreu no Centro Social de Santana do Mato.

O espaço inaugurado na zona nascente da vila, contemplou a criação de estacionamentos, zona de calçada portuguesa, colocação de mobiliário urbano e de lazer, numa zona de transição entre o parque do Sorraia, o rio, o pavilhão desportivo e a nova central de camionagem, em construção. Segundo o presidente da autarquia, Dionísio Mendes (PS), pretende-se que aquela zona venha a constituir-se com uma circular externa à vila que sirva de escoamento ao trânsito que circula de e para a Estrada da Erra. A obra custou 427 mil euros.

Na Erra, a ETAR compacta (enterrada no solo) era esperada há muito pelos cerca de 1.100 habitantes da freguesia. Dionísio Mendes carregou no botão que iniciou o seu funcionamento. “Na Erra tínhamos uma fossa que funcionava mal e que descarregava para a ribeira com maus cheiros”, lembrou o autarca. O investimento da Águas do Ribatejo (AR) foi de 122 mil euros. O presidente da Junta da Erra, Mário Ribeiro, era um homem satisfeito e deixou elogios à acção de Dionísio Mendes enquanto autarca e vogal do conselho de administração da AR.

 

in O Mirante

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 23 de Abril de 2010

Erra inaugura nova estação de tratamento de águas residuais

 A nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Erra, no concelho de Coruche, vai ser inaugurada no dia 25 de Abril às 12h00 pelos presidentes da Águas do Ribatejo, Câmara de Coruche e da Junta de Freguesia da Erra. O equipamento, de elevado significado para a freguesia, vai servir cerca de 1130 habitantes que não tinham tratamento de esgotos. A empreitada esteve a cargo da empresa Ecofmeq, foi adjudicada a 29 de Setembro de 2009 e custou 133.277,41 euros.

 

in O Mirante

 

Foto de Vila Nova da Erra obtida no site da Junta de Freguesia 

publicado por portuga-coruche às 07:10
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Terreno minado com sobreiros

O ex-proprietário do terreno expropriado para construção da ETAR de Santana do Mato, Coruche, não gostou desse desfecho e decidiu desforrar-se minando a extrema da propriedade com sobreiros bebés. Exemplares de uma espécie protegida que para serem removidos obrigam a uma série de burocracias por parte da Câmara de Coruche, agora dona do terreno. É caso para dizer que cá se fazem cá se pagam…
 

 

publicado por portuga-coruche às 14:16
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

Dono de terreno expropriado para construir ETAR vedou acesso à propriedade

fotoO antigo proprietário do terreno na freguesia de Santana do Mato, concelho de Coruche, que foi expropriado para possibilitar a construção de uma estação de tratamento de águas residuais (ETAR) destruiu o portão montado pelos serviços municipais aquando da expropriação e voltou a vedar o acesso na semana passada. Como se não bastasse, fez vários sulcos do lado da vedação e plantou sobreiros ao longo da extrema do terreno e no seu interior. Colocou ainda na vedação uma placa branca com o escrito “propriedade privada” a vermelho.

Após detectarem a situação, os serviços da câmara de Coruche chamaram a GNR para garantir que na manhã desta quarta-feira, 20 de Janeiro, se repusesse o portão na vedação. O antigo proprietário não apareceu mas um seu funcionário esteve atento à intervenção dos trabalhadores municipais.

Para a Câmara de Coruche, a acção do anterior proprietário do terreno expropriado, com cerca de 5.300 metros quadrados, vai causar alguns problemas burocráticos. Segundo o vereador Francisco Oliveira, presente no local, a autarquia vai ter de fazer o levantamento da espécie plantada e do número de árvores e pedir autorização à Direcção Geral das Florestas para as abater. “Esta acção demonstra que o anterior proprietário do terreno está de má fé neste processo”, disse a O MIRANTE

Recorde-se que a Câmara de Coruche efectuou, a 6 de Janeiro, a expropriação na zona da Maricabeças, depois de não ter conseguido negociar a aquisição do terreno com o proprietário. A autarquia alega que o proprietário expropriado quando quis adquirir o terreno a outro particular já sabia que decorria o processo para ali se instalar a ETAR de Santana do Mato. O local foi tecnicamente aconselhado pelos técnicos.

A construção da ETAR de Santana do Mato está atrasada seis meses em relação ao previsto e o empreiteiro aguarda condições para montar estaleiro e avançar com a construção. O anterior proprietário representa uma empresa de actividades imobiliárias com sede na Parreira, concelho da Chamusca. Não esteve presente no local durante a operação.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 17:40
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009

ETAR da Glória e depósito no Granho inaugurados sábado

A Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Glória do Ribatejo foi inaugurada sábado representando um investimento de 1 milhão e 40 mil euros. No mesmo dia foi ainda inaugurado o depósito elevado de abastecimento de água do Granho. O investimento neste reservatório com capacidade para 300 metros cúbicos ronda os 250 mil euros.

Estes investimentos no concelho de Salvaterra de Magos ficaram a cargo da empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, de que o município salvaterrense é um dos associados juntamente com mais cinco municípios da Lezíria do Tejo (Almeirim, Alpiarça, Chamusca, Coruche e Benavente).

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 15:35
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008

Água tratada na ETAR de Coruche vai regar campos do Sorraia

Primeiro sistema de tratamento de esgotos da vila entra em funcionamento


fotoCom a entrada em funcionamento da Estação de Tratamento de Águas Residuais de Coruche, que vem minimizar a fraca cobertura de tratamento de efluentes domésticos no concelho, vai ser possível aproveitar o rio Sorraia para actividades lúdicas.

 

Os efluentes domésticos tratados na primeira Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Coruche vão ser utilizados para rega, informou o presidente do município. Dionísio Mendes (PS) disse, na inauguração do sistema de tratamento dos esgotos de Coruche, que vai servir numa primeira fase oito mil habitantes, que a ideia foi lançada pela Associação de Regantes e Beneficiários do Vale do Sorraia e a câmara decidiu colaborar ligando a ETAR ao canal de rega paralelo ao rio Sorraia e que se estende até ao concelho vizinho de Benavente.

Segundo Dionísio Mendes, a água tratada vai ser encaminhada para o canal, abastecido pela barragem de Montargil, durante a época de regas. No Inverno a água será lançada para o rio. O autarca explica que o canal de rega não tem falta de água, mas esta é uma forma de dar utilidade aos efluentes domésticos tratados. Situação que foi explicada às duas dezenas de alunos da Escola Profissional de Coruche que participaram na cerimónia de ligação simbólica do emissário que leva os efluentes desde o centro da vila até à ETAR, situada perto da estação de caminho de ferro.

O presidente do município retirou de uma tampa do colector uma rolha gigante como forma de assinalar o início do tratamento de esgotos que até agora eram despejados para o rio. O sistema, num investimento de 6,5 milhões de euros (incluindo além da ETAR também o emissário e estação elevatória), é a primeira grande obra da empresa intermunicipal Águas do Ribatejo (AR). Uma obra que ainda não foi paga na totalidade devido às vicissitudes que causaram atrasos na constituição da empresa e ao facto de só recentemente esta ter conseguido que a União Europeia aprovasse a disponibilidade de fundos para os equipamentos projectados pela AR.

Dionísio Mendes considerou o momento como “histórico” porque permite que o concelho dê um salto qualitativo. “Pela primeira vez os esgotos de Coruche são tratados de forma moderna”. O que vai evitar a poluição do rio e desta forma criar condições para a promoção de actividades náuticas, como a canoagem. O autarca realçou também que este é um passo para criar qualidade de vida que permitirá atrair mais gente para o concelho. Situação que em seu entender será potenciada pelo novo aeroporto previsto para o Campo de Tiro de Alcochete.

Coruche é um dos piores concelhos em termos de cobertura de saneamento básico, que se encontrava em cerca de nove por cento. Dionísio Mendes acredita que até 2012 vai ser possível chegar a uma taxa de cobertura de 90 por cento. Estão projectadas mais ETAR para o concelho. A que está mais adiantada é a da Zona Industrial de Monte da Barca, em fase de concurso público. Neste momento estão a ser avaliadas as propostas.

 

Açude insuflável no Sorraia

O presidente da Câmara de Coruche anunciou também que o projecto para a construção de um açude insuflável no Sorraia, idêntico ao que existe no Tejo, em Abrantes, já está concluído. Agora vai ser lançado o concurso de modo a que as obras, com um prazo de execução de um ano, possam começar já no próximo ano. Com o açude vai ser construída uma ponte que vai permitir a ligação à margem esquerda e desta forma potenciar as actividades desportivas nesta zona.

 

in O Mirante

tags:
publicado por portuga-coruche às 10:50
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ETAR do Couço já está a f...

. Furto de cobre deixa nova...

. ETAR da Branca inaugurada...

. Freguesia da Branca inaug...

. Inaugurações de Abril

. Erra inaugura nova estaçã...

. Terreno minado com sobrei...

. Dono de terreno expropria...

. ETAR da Glória e depósito...

. Água tratada na ETAR de C...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds