Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

Águas do Ribatejo assegura que tem tarifário mais baixo dos sistemas de abastecimento

O presidente da Águas do Ribatejo assegura que a empresa, constituída exclusivamente por capitais dos municípios aderentes, pratica “o tarifário mais baixo dos sistemas” que gerem o abastecimento de água e saneamento às populações.

Respondendo a críticas surgidas nalguns dos municípios abrangidos pela empresa, que sentiram em Dezembro o efeito da uniformização do tarifário, sobretudo nos concelhos em que os preços eram praticamente “simbólicos”, José Sousa Gomes assegura que o sistema está a ser aperfeiçoado e que estão a ser rectificadas “anomalias” decorrentes do arranque do processo, reafirmando que este é o tarifário mais baixo que conhece.

Segundo dados da Águas do Ribatejo (AR), em comparação com outros sistemas da região, o tarifário desta empresa é, no mínimo, inferior em 30 por cento, havendo casos, como o da Águas de Alenquer, detida pela Aquapor, em que o tarifário é superior em 153 por cento para um consumo de 15 metros cúbicos/mês (referência para um agregado familiar de quatro pessoas).

Numa análise comparativa, a AR conclui que o seu tarifário é inferior em 33,21 por cento (15 metros cúbicos) ao praticado pela Águas de Santarém, empresa constituída pelo município escalabitano com participação de um privado (49 por cento) depois desta autarquia ter decidido abandonar o projecto intermunicipal.

Também na comparação com os serviços municipalizados de Tomar e Abrantes, a AR conclui que o seu tarifário é inferior em 86,57 por cento e 101,7 por cento, respectivamente, tendo por referência o consumo de 15 metros cúbicos.

A empresa realça ainda o facto de praticar um tarifário bonificado para os agregados mais carenciados, dando como exemplo o consumo mensal de 5 metros cúbicos (correspondente ao perfil de muitos idosos), em que o preço (1,75 euros) é, no mínimo, três vezes inferior ao de qualquer um dos outros sistemas.

António José Ganhão, vice-presidente da AR, considera que a constituição desta empresa, com capitais exclusivamente públicos, foi “uma pedrada no charco”, porque provou que não era preciso o recurso a privados para ter acesso ao Fundo de Coesão, um exemplo que só foi seguido por um outro grupo de municípios do distrito de Viseu.

“Sempre dissemos que (o sistema intermunicipal) cabia nas candidaturas ao Fundo de Coesão, como o próprio Governo português veio a reconhecer”, disse, sublinhando que também na relação com a banca, para assegurar a componente não financiada por fundos comunitários, se verificou “toda a abertura e até spreads e taxas mais baixas”.

A AR integra os municípios de Almeirim (PS), Alpiarça (CDU), Benavente (CDU), Chamusca (CDU), Coruche (PS) e Salvaterra de Magos (BE), estando Torres Novas (PS) em processo de adesão.

“Este grupo de autarcas acreditou num projecto que é pertença exclusiva dos municípios, que é gerido por um conselho de administração com três responsáveis políticos que ganham zero”, afirmou.

O também presidente da Câmara Municipal de Benavente acredita que este é um projecto “com pernas para andar” e que vai chegar ao fim dos 40 anos previstos “com uma tarifa muito mais baixa do que a que será praticada em qualquer sistema do país, porque não tem previsto o lucro mas o serviço às populações”.

 

in O Ribatejo

 

Alguns comentários dos leitores d'O Ribatejo que achei interessantes:

 

Fernando Santos ·

o sr Presidente das Aguas do Ribatejo mais uma vez comprova que a empresa trabalha mal. segundo o trarifario publicado pela EPAL no seu site, para 15 m3, a Epal factura 0,5878€ e as Aguas do Ribatejo cobram 0,6057€. Explique ao senhor que isso quer dizer que tem um preço mais caros para esse escalão assim como para todos os outros.
Podem verificar que mais uma vez (...)

 

João António

Pois, o problema destas coisas é que muita gente fala dizendo apenas o que lhe interessa...
De facto, o tarifário praticado pela EPAL em Lisboa é bastante baixo. Aliás, esta questão tem vindo a ser abordada frequentemente, com a crítica de que a EPAL financia artificialmente os consumidores de Lisboa, cobrando valores altíssimos a outros Municípios da Grande Lisboa a quem vende água, que são depois obrigados a fazer reflectir esse custo no cliente final. Veja-se por exemplo o caso de Loures.
Mas o que é engraçado é que o Sr. Fernando não deve ter visto a nota no final do tarifário da EPAL, que diz que acresce um valor de 0,1038 € para a CM Lisboa, o que colocaria o valor da EPAL em quase 0,70 € / m3, mais caro portanto que os 0,6057 € das Águas Ribatejo...
Mais: o Sr. Fernando não deve ter visto também que a quota de serviço da EPAL para um contador de 15mm é de 3,98€, quase o dobro do das Águas do Ribatejo.
Mas isso também não lhe deve interessar...

 

Mario Gil

já os senhores das `´AGUAS DE ALENQUER" não podem dizer o mesmo, diram que praticam os preços mais caros do Ribatejo, uma verdadeira vergonha.
A camara de ALENQUER tem que correr com eles!

 

Nuno Pratas

Tretas... So sei que TODOS os habiantes viram a factura passar para o triplo. É uma vergonha. E eu ainda por cima sempre apoiei esta metedologia de juntar-mos todas as terras e formar as aguas do Ribatejo, porque na verdade é o que faz mais sentido. Afinal de contas só os empregados é que passaram a ganhar imediatamente o dobro, as facturas para os clientes triplicaram e nem os esgotos nem o Lixo vêm esvaziar quando deve ser. VERGONHA.

 

 

publicado por portuga-coruche às 17:52
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Águas do Ribatejo assegur...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds