Segunda-feira, 10 de Maio de 2010

Professora dá estalos a aluna

Segundo incidente em quatro anos com a mesma professora e aluna, na EB 1 de Ferreiras, Albufeira

Ferreiras: Castigada por ser lenta a responder a um exercício

Professora dá estalos a aluna

Uma menina de nove anos, do 4º A da EB1 de Ferreiras, concelho de Albufeira, terá sido agredida pela professora dentro da sala de aula, por ser lenta a responder a um exercício de Matemática. Essa é a versão da mãe, Sónia Gonçalves, que ontem apresentou queixa na GNR.

 

Por:Paulo Marcelino

 

O incidente ocorreu ao final da manhã de quinta-feira, durante uma aula de preparação para a prova de aferição de Matemática que iria decorrer no dia seguinte. "A Mariana tem dificuldades naquela disciplina e foi lenta a responder a um exercício. A professora tirou-lhe os óculos e deu-lhe seis chapadas", disse ao CM, a mãe.

Mariana passou a hora do almoço a chorar. Sónia disse que a filha "tinha a cara vermelha e cheia de vergões", pelo que levou a menina ao Centro de Saúde de Albufeira. Amanhã faz exames no Gabinete de Medicina Legal em Portimão.

Na sexta-feira, Sónia Gonçalves foi falar com a coordenadora da escola. Segundo a mãe, a responsável remeteu soluções para terça-feira, alegando que a professora não estava na escola e que ela também não estará amanhã. O CM tentou contactar a direcção do agrupamento escolar, sem sucesso.

Esta não terá sido a primeira agressão a Mariana, segundo a mãe. Sónia diz, ainda, que já pediu explicações à docente: "Disse-me que era uma chapadinha para crescer".

 

in Correio da Manhã

publicado por portuga-coruche às 07:10
link | comentar | favorito
Domingo, 14 de Março de 2010

A "Escola" é um espelho da Sociedade actual

 


 

Bruno Colaço
Pais são chamadas às escolas para ajudar professores a vencer o medo que sentem dos menores
Pais são chamadas às escolas para ajudar professores a vencer o medo que sentem dos menores

Violência: Conhecidos mais casos em escola de Fitares

Professores com medo de alunos

Há "professores com medo dos alunos e que pedem ajuda dos pais para tentarem impedir a indisciplina nas escolas", denunciou ao CM o presidente da Federação Regional de Lisboa das Associação de Pais, Isidoro Roque.

 

A exemplo dos sindicatos de professores, também as associações de pais reclamam medidas urgentes para travara a violência escolar.

Na Escola Básica 2,3 de Fitares, Sintra, alunos de uma turma do 9º ano levaram o professor de Música ao desespero. Insultaram-no, bateram-lhe na cabeça e empurraram-no até cair no pátio da escola. A 9 de Fevereiro, o professor Luís Vaz do Carmo suicidou-se na ponte 25 de Abril.

A directora da escola, Cristina Frazão, apesar de ter recebido sete queixas do professor, não puniu os alunos, acusou a irmã do professor, Maria Filomena Carmo, que considera a escola responsável pela morte do irmão.

Numa primeira explicação para a ausência de relação entre o suicídio e a escola, o director regional de Educação de Lisboa, José Joaquim Leitão, referiu que o professor sofria de uma "fragilidade psicológica já há muito tempo". O director regional acrescentou que os alunos "não podem transportar na sua vida uma situação de culpa".

As agressões ao professor não surgem isoladas. Na última semana uma professora sofreu um traumatismo craniano na mesma escola.




 

João Saramago
 
in Correio da Manhã
 
 

 

publicado por portuga-coruche às 10:23
link | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Professores de Vila Franca de Xira lamentam que alunos não levem escola a sério

Docentes e directores das escolas defendem maior intervenção dos pais

foto

Os alunos de Vila Franca de Xira, à semelhança do que se passa um pouco por todo o país, não levam a escola a sério. Chegam às empresas mal preparados e com falta de ética, rigor e competência. Estes foram alguns dos lamentos manifestados por professores da cidade que se reuniram para debater o problema.

  

“Actualmente os jovens da cidade chegam ao quinto ano de escolaridade e não sabem ler nem escrever”. O lamento é de Assunção Lopes, presidente do Centro de Bem Estar Infantil (CBEI) de Vila Franca de Xira. Professores, pais e representantes das escolas da cidade reuniram-se no auditório da Junta de Freguesia na noite de 24 de Setembro para debater alguns dos problemas que actualmente assolam as salas de aula e as conclusões são dramáticas.

Os alunos de Vila Franca de Xira “não estão a levar a escola a sério e estão a chegar às empresas sem ética, rigor, competência, conhecimentos e responsabilidade”, lamenta Julieta Cordas, representante do agrupamento de escolas Dr. Sousa Martins.

A principal conclusão é a de que os jovens estão desinteressados, desmotivados e com uma enorme falta de valores, que se traduzem em actos de insubordinação para com os professores e auxiliares educativos.

“Sentimos um desinteresse dos alunos por aprender e pelo conhecimento. O nosso projecto hoje em dia é não só ensinar e fazê-los aprender mas, mais que isso, é motivá-los”, refere Julieta Cordas a O MIRANTE. O agrupamento de escolas Dr Sousa Martins é o único do concelho que tem valências desde o pré-escolar até ao 12º ano (com a secundária Reynaldo dos Santos).

Os professores presentes lamentaram o crescente desrespeito a que são sujeitos nas salas de aula. “Eu lembro-me de seguir atentamente as instruções da minha professora. Hoje tudo o que um professor diz se contesta. Seja pelo aluno como também pelos pais”, lamenta Anabela Reis do CBEI. A falta de intervenção dos pais no acompanhamento dos alunos merece também críticas de Ana Silva, do projecto “Poder (Es)Colher”, do Centro Comunitário de Povos. “Se os alunos não receberem os valores em casa não poderão ser bem comportados na escola. Os pais têm um papel importante nessa matéria. Há anos a escola era o mais interessante a fazer. Agora não, há Playstation, computadores e televisões. Vive-se um momento em que há uma enorme sede de controlo dos pais e isso resulta numa falta de responsabilidade dos alunos”, defende.

Uma das razões apontadas no debate para o crescente desinteresse dos jovens de Vila Franca de Xira pela escola tem que ver com o actual momento da sociedade. “Os nossos jovens querem ver os seus desejos realizados o mais depressa possível e com o maior prazer possível. É uma era consumista. É um problema sociológico que depois se estende, também, às escolas”, defendeu uma professora presente no debate.

Em termos de indisciplina, no principal agrupamento de escolas de Vila Franca de Xira, o problema não é significativo. “Não temos grandes problemas. Temos a irreverência normal dos mais novos mas não temos casos de grandes problemas de indisciplina. E aqueles que temos são rapidamente ultrapassados”, assegura Julieta Cordas.

 

A principal conclusão é a de que os jovens estão desinteressados, desmotivados e com uma enorme falta de valores, que se traduzem em actos de insubordinação para com os professores e auxiliares educativos.

 

in O Mirante

 

Hoje falta o que sempre faltou: disciplina nos dois sentidos (alunos e professores), vocação da parte dos professores e programas aliciantes e modernos.

Um exemplo de que não estou a falar sem saber, foi o que se passou em Israel que tinha os mesmos problemas que Portugal tem a matemática: muito insucesso e falta de interesse dos alunos quer em estudar quer em seguir matemática. Solução ?! Israel procurou o país do mundo onde o ensino tinha mais sucesso (Hong-Kong), copiou e traduziu os manuais e preparou os professores para usarem os manuais ao mesmo tempo que os inseriu no programa oficial de matemática. O êxito foi total.

A Disciplina nas escolas é outra vertente que está fora de controle. Quem manda e quem obedece ?! Vão me dizer que não deve existir quem mande e quem obedeça ? pois.... os alunos fazem o que querem e ninguém quer saber que os filhos dos outros estejam a empenhar o seu futuro e ainda por cima existem muitos paizinhos que ainda se queixam se alguém der uma bofetada ao malcriado do filho.

Devolver à escola o respeito e a disciplina que merece, reformar os programas não no sentido de encher de "palha" os programas mas sim de fazer deles o mais rápido possível bons profissionais ou bons alunos do ensino superior. Teremos de ver quantos anos se estuda nos países mais desenvolvidos e cá em Portugal e se o que se ensina/aprende servirá de futuro para alguma coisa na profissão que vão desempenhar.

 

publicado por portuga-coruche às 16:43
link | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Professora dá estalos a a...

. A "Escola" é um espelho d...

. Professores de Vila Franc...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds