Segunda-feira, 1 de Março de 2010

Cheias em Santarém: povoação de Valada isolada por subida das águas

por Agência Lusa,

A povoação de Valada (Cartaxo) ficou isolada durante a madrugada de hoje devido à subida do caudal do Tejo, um aumento do nível das águas que se irá continuar a sentir até final da manhã na zona da Lezíria.

Segundo o Centro Distrital de Operações de Socorro, o pico de cheia foi atingido na zona Norte do distrito cerca das 23:00 de sábado, com efeito na zona Sul durante a manhã de hoje, prevendo-se que a estrada nacional 368, entre Tapada (Almeirim) e Alpiarça, fique submersa e que possa haver o galgamento do descarregador da Courela.

Ao princípio da manhã já se sentia o efeito de algum abaixamento dos caudais, devido a um ligeiro abrandamento nas descargas das barragens, na zona Norte do distrito, com a zona do relvado em Rossio ao Sul do Tejo (Abrantes) já a descoberto.

Decretado na passada segunda feira o alerta amarelo do Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo, várias estradas, sobretudo municipais, encontram-se submersas em vários pontos do distrito, estando a povoação de Reguengo do Alviela (Santarém) isolada desde terça feira, devido à inundação da estrada municipal que liga esta aldeia ao Pombalinho e da EN 365, na ligação a Vale de Figueira.

No concelho de Santarém estão ainda submersas a estrada que liga a cidade à aldeia ribeirinha das Caneiras, a estrada municipal que liga Ribeira de Santarém a Vale de Figueira e a nacional 365 nas Assacaias e junto à fonte de Palhais (Ribeira de Santarém).

Entre as estradas submersas contam-se a EN 368-1, entre Chamusca e Vale de Cavalos, a EN 365, entre a Quinta da Broa e a ponte do rio Almonda (Golegã), a municipal 1369 entre Alpiarça e Torrinha (estrada do campo) e as nacionais 114-2, entre Setil e Reguengo (por influência do rio Maior), e a 3-2, entre a Ponte do Reguengo e Valada (com isolamento da povoação de Valada).

Por influência da subida do rio Sorraia, estão ainda submersos os caminhos municipais entre a EN 114-3 (freguesia de Coruche e Fajarda) e a EM 515 (Biscainho) e entre a EN 114-3 e a EN 119 (ambas estradas de campo), além da estrada municipal 1456, entre Benavente e a Reta do Cabo (também estrada do campo).

Continuam inundadas as zonas junto ao rio em Constância (jardim, parque de estacionamento, estrada do campo e via junto à Casa de Camões), Vila Nova da Barquinha (submersão do cais de Tancos e parcialmente da rua de acesso e ainda Avenida dos Plátanos).

Na região influenciada pela bacia hidrográfica do Tejo estão ainda afetados vários caminhos vicinais junto a linhas de água.

A Proteção Civil recomenda cuidado na condução de veículos, evitando passar em zonas submersas, a suspensão de todas as actividades nas margens do Tejo e afluentes e a retirada de bens e animais das zonas potencialmente inundáveis.

in iOnline

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

Agravamento das cheias no Ribatejo

 

As barragens espanholas e a de Castelo de Bode aumentaram os caudais lançados no rio Tejo nas últimas horas, o que veio alterar os cenários das cheias, durante o dia de hoje, sexta-feira. O Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo, continua no nível de Alerta Amarelo, depois de ter sido accionado pelo Governo Civil no dia 22.

A evolução meteorológica nos próximos dias será caracterizada pela passagem de superfícies frontais de até ao dia de sábado, altura em que o continente será influenciado pela passagem de uma depressão de forte actividade localizada ao largo do litoral Oeste, que poderá provocar ventos muito fortes.

Perante esta situação, a Protecção Civil aponta como cenário previsível o agravamento da submersão do Cais de Tancos em Vila Nova daBarquinha e a submersão do Cais do Arrepiado na Chamusca; a submersão da zona baixa de Vila Nova Barquinha.

Durante a manhã de hoje, sexta-feira, verifica-se o agravamento da área inundada na zona baixa de Constância, a submersão da EN368-1, Chamusca – Vale de Cavalos.

Durante a tarde de sexta-feira, verifica-se a submersão da estrada municipal entre Santarém – Caneiras, a submersão da EN365 em Assacaias, entre a Ribeira de Santarém e Alcanhões. No início da noite de sexta-feira, deverá veirificar-se o galgamento do descarregador das Ómnias.

No Município de Constância verifica-se a inundação da parte baixa da vila de Constância, parte do jardim junto ao rio e parque de estacionamento, estrada do campo e via junto à Casa de Camões.

No Município de Vila Nova da Barquinha, o cais de Tancos está submerso.

No Município da Golegã, encontra-se submersa a EN365 Quinta da Broa/ ponte do rio Almonda.

No Município de Alpiarça, submersão da EM 1369 Alpiarça/ Torrinha (estrada do campo).

No Município de Santarém, submersão da EM entre Pombalinho e Reguengo do Alviela, submersão da EN365 com isolamento da povoação de Reguengo do Alviela, submersão da EM que liga Ribeira de Santarém e Vale de Figueira, submersão da EN365 na Ribeira de Santarém, junto à fonte de Palhais.

No Município do Cartaxo, submersão da EN114-2 Setil/ Reguengo.

No Município de Coruche, submersão do caminho municipal entre a EN 114-3 (freguesia de Coruche e Fajarda) e a EM 515 (freguesia do Biscainho), estrada de campo, submersão do caminho municipal entre a EN 114-3 (freguesia de Coruche e Fajarda) e a EN 119 (de ligação para Biscainho ou rotunda do Monte da Barca (estrada de campo), ambos por influência do rio Sorraia.

No Município de Benavente, submersão da EM 1456 entre Benavente e a Recta do Cabo (estrada do campo), por influência do rio Sorraia.

 

in O Ribatejo

publicado por portuga-coruche às 18:30
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

Atenção às bacias do Tejo e Douro por causa da chuva

Prevenção

por PAULA CARMO

 

Atenção às bacias do Tejo e Douro por causa da chuva

Protecção Civil coloca o País em estado de alerta amarelo.  Portimão e Reguengo do Alviela sofreram com o mau tempo ontem

O País está em alerta amarelo até ao fim da noite de hoje devido à chuva e ventos fortes, trovoadas, e agitação marítima. A merecer atenção especial estão as bacias do Tejo e Douro, assim como no Alqueva e a bacia do rio Águeda.

De acordo com o comunicado divulgado ontem pela Protecção Civil, são expectáveis "cheias rápidas em meio urbano", "inundações nas zonas historicamente mais vulneráveis", assim como aumenta a probabilidade de ocorrência de "acidentes de viação, devido à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água ou arrastamento de materiais sólidos para a via". O possível "galgamento das margens nos cursos de água" é outra hipóteses avançada.

As previsões de chuva intensa centram-se, sobretudo, nas regiões a norte de Montejunto-Estrela, podendo ocorrer também aguaceiros fortes na zona sul. Segundo o mesmo comunicado, não devem ser descuradas as descargas da barragem espanhola de Alcântara, que nos próximos dois dias poderá debitar "valores de caudal próximos dos 2600 m3 por segundo, sendo que em Almourol se prevê continuar a registar-se valores de caudal próximos dos 3000 m3 por segundo. Face a estas previsões de chuva intensa, a Protecção Civil estará atenta às descargas da barragem de Crestuma.

As consequências do mau tempo eram, ontem, motivo de preocupação, designadamente após a ocorrência do minitornado que atingiu a costa de Portimão. O vento provocou elevados prejuízos em dois restaurantes (na praia do Vau), telhados de habitações e em empreendimentos turísticos. Elementos da autarquia de Portimão e da polícia marítima passaram o dia a remover destroços na praia e nas ruas. Faltava pouco para as 23.00 de terça quando o vendaval quase levava tudo pela frente. A área afectada vai da praia dos Três Imãos (Alvor) à praia da Rocha. Não houve vítimas.

Habituados às cheias, os habitantes de Reguengo do Alviela (Santarém) continuavam isolados. Ontem, várias estradas deste distrito ficaram submersas: na Golegã, Vila Nova da Barquinha, Coruche e Benavente. A protecção civil pede, pois, atenção redobrada.

Entretanto, a resolução do Parlamento a recomendar ao Governo "medidas de apoio extraordinário" para cobrir prejuízos do mau tempo nas regiões do Oeste e Algarve foi publicada ontem em Diário da República.

 

in DN Portugal

publicado por portuga-coruche às 08:00
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Cheias: caudais do Tejo continuam a subir

por Joana Viana com Agência Lusa

 

As fortes chuvas e a descarga das barragens espanholas inundaram a baixa de Constância, no distrito de Santarém. Parte do jardim e parque de estacionamento junto ao rio Tejo bem como os caminhos municipais entre a Estrada Nacional 114-3 e a Estrada Municipal 119, em Coruche, estão neste momento inundadas. Espera-se que durante a noite fiquem submersas as zonas de Tancos e Barquinha junto ao rio.

Segundo o último comunicado da Protecção Civil, caminhos agrícolas junto ao Tejo e afluentes foram também invadidos pela água.

"A previsão do aumento do caudal do rio Tejo torna também perigosas, e consequentemente desaconselhadas, actividades profissionais ou outras nas margens ou no leito e seus afluentes", lê-se no comunicado do órgão.

Com a atual evolução dos caudais, é previsível que a povoação de Reguengo do Alviela possa ficar isolada durante a noite, disse, adiantando que se prevê a manutenção da situação para o dia de terça feira, sem qualquer informação neste momento que aponte para um agravamento.

 A Proteção Civil distrital está a dar "especial atenção" ao caudal do rio Nabão, "em particular a montante da cidade de Tomar", sublinhando que a precipitação forte que pode ainda ocorrer em algumas zonas do distrito "pode fazer aumentar rápida e significativamente o caudal de alguns afluentes do Tejo".

A Câmara Municipal de Coruche emitiu um comunicado ao final da tarde, prevendo que as descargas nas barragens de Montargil e do Maranhão irão fazer subir o caudal do rio Sorraia até às primeiras horas de terça feira, sublinhando, contudo, que as cheias apenas afetarão os campos.

O presidente da autarquia, Dionísio Mendes, sublinha que a vila "será poupada de todos os incómodos e danos provocados pelas cheias" devido à construção recente do dique de proteção, do intercetor de cintura e dos coletores pluviais.

No concelho de Coruche, estão neste momento submersos os troços de ligação de Santana do Mato ao Couço (EM 590, junto à ponte das Courelinhas), ligação da Azervada à EN 114 (Estrada de Meias), ligação do Biscainho (EM 515) à Fajarda (EN 114-3), ligação da Raposeira (EN 119) à Fajarda (EN 114-3).

O acionamento do alerta amarelo do Plano de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo, foi decidido ao final da manhã de hoje pela Governadora Civil do distrito.

 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

 

in Jornal i

 

 

publicado por portuga-coruche às 09:25
link do post | comentar | favorito

.Citações Diárias

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Cheias em Santarém: povoa...

. Agravamento das cheias no...

. Atenção às bacias do Tejo...

. Cheias: caudais do Tejo c...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds