Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

Familiares garantem que defunto deu sinais de vida durante o velório

Mãos e tronco quentes, sinais de respiração pelo nariz e até uma lágrima vertida foram sinais que levaram os familiares de António Ferreira Alves, 68 anos, dado como morto no Hospital de Santarém, a ligar para o 112 interrompendo o velório que decorria na casa mortuária de S. José da Lamarosa, concelho de Coruche.

 

Tudo se passou no domingo, 20 de Fevereiro, pouco passava das 15h00, perante o estarrecimento e comoção dos familiares do falecido. A ambulância do INEM dos Bombeiros de Coruche chegou ao local quando os familiares já tinham retirado o corpo do caixão, seguindo instruções dos bombeiros e procurando por sinais de vida do homem de 68 anos, como a respiração pelas narinas ou batimento cardíaco junto ao peito.

 

Os bombeiros fizeram manobras de reanimação e suporte básico de vida e 20 minutos depois chegava à Lamarosa a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Santarém com uma médica e uma enfermeira que de imediato colocaram uma máscara de oxigénio no defunto.

 

Segundo João Carlos Alves, filho do falecido, tentaram manobras de reanimação em três ocasiões e tanto os bombeiros como a equipa de emergência médica verificaram inicialmente que o corpo estava quente, garante o familiar. As tentativas de reanimação saíram frustradas tendo sido confirmado o óbito de António Alves.

 

António Alves sofria de problemas oncológicos e foi dado como morto às três da manhã de domingo. A família foi informada do falecimento de António Alves às sete da manhã e perto do meio-dia a agência funerária estava a recolher o corpo para o levar para a casa mortuária da Lamarosa. Estava internado no serviço de Urologia do Hospital de Santarém desde quarta-feira, 16 de Fevereiro, pelo facto de o seu estado de saúde se ter agravado.

 

O filho do falecido, João Carlos Alves, garante que nunca viveu algo semelhante. “Estava no velório, junto ao corpo que estava dentro do caixão. A minha mãe estava do outro lado a segurar a mão do meu pai quando demos conta de que o corpo estava quente. A situação foi comprovada por primos e até pelos coveiros do cemitério, quando se sabe que os corpos dos cadáveres costumam estar frios”, explica, garantindo que mais que uma pessoa notou também uma expressão alterada na face de António Alves.

 

O director clínico do Hospital de Santarém, José Marouço, confirma que a certidão de óbito foi emitida às três da manhã de domingo mas garante que o médico encarregue desse processo tem competência para tal. “A tripulação da VMER deu com um cadáver cerca das 15h40 de domingo e confirmou o óbito, o que se passou nas duas situações. O que se passou entretanto pode estar ligado à carga emocional dos familiares que pode ter gerado interpretações diferentes e sensações subjectivas”, refere José Marouço.

 

João Carlos Alves está pouco convencido das justificações do hospital e pensa aconselhar-se com um médico e um advogado para avaliar a quem deverá pedir responsabilidades. António Alves deixa viúva e dois filhos.

 

in O Mirante

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:05
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

Lamarosa: Morto deu sinais de vida!

Coruche: Médicos tentam reanimação no velório

A viúva, reconfortada durante o velório. No domingo, viveu-se uma situação insólita, e a família de António garante que o defunto estava vivo

“O corpo do meu pai chorou e respirou”

João Alves ainda está mal refeito da situação insólita ocorrida no velório do seu pai, António Ferreira Alves. "Tenho a certeza que estava vivo. Vi-o a agarrar com força na mão da minha mãe, antes de deitar algumas lágrimas, como se estivesse a despedir-se", descreve João Alves. O insólito aconteceu na tarde de domingo, em Lamarosa, Coruche. 

 

Duarte Nuno Vieira, presidente do Instituto Nacional de Medicina Legal, adianta uma explicação: "Após a morte, o cadáver vai enrijecendo, durante um determinado número de horas, o que pode provocar contracções, de que resultam estes movimentos mecânicos, mas que não são mais do que isso."

Quando se aperceberam de que o falecido aparentava sinais de vida, os familiares de António Ferreira Alves pediram socorro através do número de emergência, 112. Imediatamente foi accionada uma equipa médica do Instituto Nacional de Emergência Médica no Hospital de Santarém e também os bombeiros de Coruche, cujas equipas retiraram António do caixão, fazendo-lhe manobras de reanimação e suporte básico de vida.

Contudo, o óbito foi certificado mais uma vez, perante a estupefacção das pessoas que enchiam a casa mortuária da freguesia de Lamarosa.

"Instalou-se aqui uma confusão danada. Os bombeiros ficaram de boca aberta e disseram que é, realmente, um caso muito estranho", desabafava ontem João Alves.

Os familiares de António não têm dúvidas de que o homem ainda estava vivo, até porque há testemunhas a afirmar que sentiram que a temperatura do corpo estava normal e que este não apresentava sinais de rigidez cadavérica. "Quando lhe tirei o algodão do nariz, vi perfeitamente que ainda respirava", garante o filho.

António Ferreira Alves vivia em Vale de Sobreiras e estava internado há cinco dias no Hospital de Santarém devido a uma doença oncológica.

 

Por:João Nuno Pepino com P.G.

in Correio da Manhã

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link do post | comentar | favorito

.Citações Diárias

.Visitantes On-line

.Total de Visitas


Consultar Estatisticas

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Familiares garantem que d...

. Lamarosa: Morto deu sinai...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 

.Outro Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds