Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2011

Cinco feridos em acidentes causados por rixa entre 40

Confusão começou junto a uma rulote na EN251, em Couço, Coruche

 

Um grupo de 40 pessoas envolveu-se, anteontem à noite, numa rixa junto a uma rulote na EN251, em Couço, Coruche, o que viria a causar dois acidentes, de que resultaram cinco feridos, dois dos quais em estado grave.

 

A rixa envolveu homens de etnia cigana e romenos, alguns dos quais estavam armados e fizeram vários disparos para o ar, sem atingirem ninguém.

Alguns dos envolvidos, ao fugirem da rixa, sofreram um acidente, que causou três feridos, um deles grave. O condutor fugiu e mais tarde deu entrada, pelos seus próprios meios, no Hospital de Santarém.

Um condutor que ia a passar naquela altura e parou para assistir os feridos foi atropelado por uma outra viatura, ficando em estado grave.

 

Por:I.J./J.T.

in Correio da Manhã

 

 

---> ACTUALIZAÇÃO - 28 DEZEMBRO - ACTUALIZAÇÃO - 28 DEZEMBRO <--- 

 

Infelizmente, as notícias não são as melhores, segundo notícia o Correio da Manhã:

 

"ATROPELADO MORRE NO BLOCO OPERATÓRIO

O jovem de 18 anos que foi atropelado na EN251, em Couço, Coruche, no sábado à noite, ao parar para assistir os feridos noutro acidente morreu ontem no Hospital de São José, em Lisboa, no bloco operatório. "Era um ferido muito grave, ainda o reanimámos, mas no limite", disse o comandante dos Bombeiros de Coruche. João vivia em Queluz e estava com a mãe e o tio Manuel Croca, funcionário da Carris. Iam passar a noite de Natal ao Vimieiro, Arraiolos, com familiares."

 

Leia a notícia completa no Correio da Manhã

 

 

Infelizmente é assim! Por causa de uma rixa, entre ciganos e romenos dá-se um acidente, um jovem com bom coração e numa perspectiva de auxiliar quem estava em dificuldades, quando circulava nessa estrada dá com o acidente, prontifica-se de imediato a socorrer as vítimas e ao deslocar-se para o acidente é colhido por outra viatura, falecendo na flor da vida. Os meus sentimentos aos familiares.

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:10
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 12 de Outubro de 2011

Primeiro-Ministro australiano brilhou novamente!!

Este texto circula na net e veio parar à minha caixa de e-mail. Porque o acho interessante não resisti a partilha-lo convosco:

 

A Europa devia seguir este exemplo.

 

Se você quer mudar residência para outro país e se integrar, ....BEM-VINDO, mas se você quer mudar qualquer coisa naquele país em que deseja viver... TCHAU, vá-se embora... ADEUS.

 

O mundo inteiro precisa de um líder assim!

 

 
Primeiro Ministro Kevin Rudd - Australia


Foi dito na quarta-feira aos muçulmanos que querem viver debaixo da lei islâmica Sharia para saírem da Austrália, agora que o governo está de mira nos radicais, numa tentativa de desviar ataques terroristas potenciais.

Separadamente, Rudd enfureceu alguns muçulmanos australianos na quarta-feira dizendo que apoiava agências de espionagem que monitorizam as mesquitas da nação. Citação:

'EMIGRANTES, E NÃO OS AUSTRALIANOS, TÊM QUE SE ADAPTAR. SE NÃO ACEITAREM, VÃO EMBORA. Estou cansado desta nação que se preocupa sobre se estamos ofendendo algum indivíduo ou a sua cultura. Desde os ataques terroristas em Bali, experimentamos uma onda de patriotismo sobre a maioria dos australianos.'

'Esta nossa cultura foi desenvolvida através de dois séculos de lutas, experiências e vitórias por milhões de homens e mulheres que buscaram liberdade.'

'Falamos principalmente o INGLÊS, não espanhol, libanês, árabe, chinês, japonês, russo ou qualquer outro idioma. Então, se você desejar tornar-se parte de nossa sociedade, aprenda o idioma!'

'A maioria dos australianos crê em Deus. Não se trata de um movimento direitista político, mas um facto, porque homens e mulheres cristãos fundaram esta nação em princípios cristãos, e isto está claramente documentado. É certamente apropriado exibir isto nas paredes de nossas escolas. Se Deus o ofender, então sugiro que você considere outra parte do mundo como o seu novo lar, porque Deus faz parte de nossa cultura.'

'Aceitaremos as suas convicções e não questionaremos por quê. Tudo que pedimos é que você aceite as nossas, e que viva em harmonia e desfrute pacificamente connosco.'

'Este é o NOSSO PAÍS, a NOSSA TERRA e o NOSSO ESTILO DE VIDA e nós permitiremos toda oportunidade para você desfrutar tudo isso. Mas uma vez que você reclame, lamente e se queixe sobre a Nossa Bandeira, o Nosso Penhor, as Nossas Convicções Cristãs ou o Nosso Modo de Vida, eu recomendo fortemente que você tire proveito de uma outra grande liberdade do australiano, 'O DIREITO de SE IR EMBORA.''

'Se você não está contente aqui, então PARTA! Não o forçámos a vir para cá. Você pediu para estar aqui. Assim, aceite o país que VOCÊ ESCOLHEU.'

 

Talvez se circularmos isto entre nós, vamos encontrar coragem para começar a falar e a expressar as mesmas verdades.

Se você concordar, por favor ENVIE ISTO sem parar para tantas pessoas quanto puder.
 

AS  ATITUDES  QUE  TOMAMOS FAZEM O PAÍS QUE QUEREMOS.  
 

 

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 1 de Março de 2011

Ameaças de ciganos põem Vidigueira em alerta

Autarca diz que membros do executivo têm recebido ameaças «de todo o género, desde físicas até às de morte»

 

 

A GNR está a patrulhar a Câmara da Vidigueira para proteger os funcionários e o edifício, devido a alegadas «ameaças» ao executivo feitas pela comunidade cigana que vive na vila, disse à Lusa o presidente do município.

Por causa das ameaças, «a GNR tem disponibilizado, por vários períodos, uma patrulha para estar junto da Câmara, com o objectivo de assegurar a protecção do edifício e de todos os funcionários que lá trabalham e evitar problemas», precisou Manuel Narra.

Desde o início do mês, quando a Câmara efectuou uma «operação de limpeza» nas traseiras das ruínas do castelo da vila, onde mora uma comunidade cigana, «os membros do executivo têm sido ameaçados por pessoas que vivem naquela zona», explicou.

As ameaças «de todo o género, desde físicas até às de morte», frisou, têm sido feitas através de «manifestações junto à Câmara» e também «a familiares de membros do executivo», como a um filho do adjunto de Manuel Narra.

«O miúdo, junto da escola, já foi ameaçado duas ou três vezes», disse o autarca, referindo que, quem o ameaçou, ter-lhe-á dito: «Conhecemos muito bem o teu pai e vamos matá-lo».

Segundo o autarca, «as autoridades têm conhecimento das ameaças», que são dirigidas a «todo o executivo» e os funcionários que participarem na «operação de limpeza» também «teriam a sua integridade física em causa se não fosse a protecção da GNR».

Após a conclusão da operação, lembrou, a Câmara comunicou logo à GNR que «seria importante que as forças de segurança se mantivessem nas imediações do edifico para evitar problemas», o que tem acontecido.

Tal como já tinha referido em declarações anteriores à Lusa, em reacção às preocupações do European Roma Rights Centre relativas às condições de vida das pessoas de etnia cigana da vila, Manuel Narra voltou a acusar a comunidade, que reconhece como «portugueses carenciados», de quererem obter mais direitos que os outros e livrar-se dos deveres.

«Não há uma comunidade cigana no concelho da Vidigueira. Há portugueses que são carenciados», como os que vivem nas traseiras das ruínas do castelo, e «todos têm tratamento e apoio social igual dentro das possibilidades financeiras» da Câmara.

Segundo o autarca, «esta pretensa minoria aconselhada por organizações do exterior, que não têm o mínimo conhecimento do que se passa na Vidigueira, tentam fomentar ao máximo os direitos e esquecem-se completamente e querem livrar-se dos deveres que têm».

Por isso, «a Câmara continua inflexível na sua posição independentemente de todas as ameaças que [os membros da comunidade cigana local] façam e, quando lhes der na cabeça materializarem-nas, naturalmente será feita justiça».

A Câmara «está firme no propósito de tratar todos de igual forma» e quando os membros da comunidade cigana local «cumprirem os seus deveres e as suas obrigações terão acesso a todos os direitos», disse Manuel Narra. «Se querem os direitos que reclamam têm que cumprir os deveres. Se não for assim estaremos mal com certeza», rematou.

 

 

in TVI24

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:10
link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Dezembro de 2010

Abandonam ladrão morto no hospital

P. Varzim: Carlos Silva morreu electrocutado

 

Referenciado há muito pelas autoridades por furtos de cobre, Carlos dos Santos Silva, de 33 anos, recusava-se a abandonar a vida do crime. Ontem de madrugada, durante mais um furto, o homem acabou por morrer electrocutado num poste de alta tensão.

 

Por:Ana Isabel Fonseca

Cerca de duzentos familiares de Carlos estiveram ontem no Hospital dae Póvoa de Varzim

O cadáver da vítima foi abandonado por dois amigos à porta do Hospital da Póvoa de Varzim. Os colegas fugiram, de imediato, sendo que a carrinha furtada onde transportaram Carlos viria a ser encontrada horas depois.

A PSP da Póvoa de Varzim não conseguiu, até ao momento, identificar o local onde o acidente teve lugar. No entanto, as graves queimaduras que a vítima tinha em todo o corpo não deixam dúvidas quanto ao facto de o homem ter sofrido uma violenta descarga eléctrica.

Tudo terá acontecido por volta das 00h30, quando os três amigos estavam a roubar cobre de postes de alta tensão. A certa altura, Carlos ter-se-á desequilibrado, agarrando-se aos cabos. Acabou electrocutado, sofrendo uma queda de vários metros de altura. Os cúmplices colocaram-no na carrinha Toyota Corolla, de caixa aberta, e deixaram-no à porta do hospital.

Os médicos tentaram ainda reanimar a vítima, mas Carlos estava já em paragem cardíaca e tinha um ferimento profundo na cabeça, que terá sido originado pela queda.

Os bancos da carrinha, que foi apreendida pela GNR da Póvoa de Varzim, estavam completamente ensanguentados, pelo que as autoridades irão agora analisar o sangue de forma a perceber se pertence apenas a Carlos Silva ou a algum dos cúmplices.

 

MAIS DE 200 FAMILIARES À ESPERA DO CORPO

Mais de duzentos elementos da família de Carlos estiveram, durante todo o dia de ontem, à porta do Hospital da Póvoa de Varzim, à espera de que o corpo da vítima lhes fosse entregue. A família recusou--se a abandonar o local, garantindo que apenas saía do recinto hospitalar quando o cadáver fosse para o Instituto de Medicina Legal.

Quanto aos amigos que ajudaram o ladrão no furto, as autoridades policiais ainda não os conseguiram identificar. Os dois homens abandonaram o amigo junto às Urgências do hospital, colocando-se de imediato em fuga para parte incerta. Também nenhum dos doentes e médicos que se encontravam de serviço conseguiram ver as caras dos cúmplices de Carlos.

 

 

in Correio da Manhã

 

 

publicado por portuga-coruche às 21:42
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Choque étnico em Braga

Confrontos entre ciganos e romenos lança pânico na escola

por ALFREDO TEIXEIRA

 

 

Agressão a uma criança motivou os desacatos e a polícia foi obrigada a intervir

A PSP foi obrigada a intervir, ontem ao início da tarde, para acabar com confrontos entre um casal de imigrantes romenos e um grupo de mulheres de etnia cigana, à porta da escola EB 2,3 André Soares, em Braga. Tudo porque crianças de ambas as famílias se tinham envolvido em agressões no dia anterior.

Os problemas entre ambas as famílias não é recente e a violência acabou por ser desencadeada devido às brigas entre alunos de ambas as comunidades. Ontem, cerca das 13.30, um casal romeno compareceu à porta da escola para pedir explicações aos elementos da comunidade cigana pelo facto de os filhos terem sido agredidos. Mas o pai da menor ofendida, um homem de 56 anos, entrou no estabelecimento e agrediu uma outra aluna a pedido da filha.

A agressão foi presenciada por um jovem cigano que frequenta o estabelecimento que de imediato foi em socorro da menina. Envolveu-se em confrontos físicos com o romeno que, devido aos ferimentos, foi transportado para o hospital. O jovem cigano acabou por ser levado pela PSP para a esquadra.

Mas os desacatos não ficaram por aqui. Pouco depois, um grupo de mães ciganas concentrou-se à porta da escola, o que obrigou a um reforço da segurança. Um grupo de crianças que se sentiam ameaçadas foi transportado de jipe pela PSP por receio de novos confrontos.

Ao longo da tarde, uma equipa de intervenção rápida da PSP de Braga manteve-se à porta da escola, mas não se registaram mais incidentes.

A rivalidade entre estas duas comunidades é bem conhecida na cidade. Os ciganos portugueses residem no Monte do Picoto enquanto os romenos habitam na Urbanização do Fujacal, na freguesia de São José de São Lázaro. Também estas zonas residenciais estiveram a noite passada com vigilância policial mais apertada com receio de possíveis retaliações entre membros das comunidades.

A EB 2,3 André Soares, a mais central de Braga, inclui um universo com alunos oriundos de famílias abastadas da cidade numa "mistura explosiva" com crianças de famílias rivais de etnia cigana e de outras áreas degradadas da cidade dos arcebispos.

 

in Diário de Notícias

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:10
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

A conferência-debate sobre Segurança e Etnia organizada pelo MIC

NOTA de IMPRENSA

 

MIC organiza a primeira conferência-debate sobre Segurança e Etnia 
 
 
 
 
Foi no passado dia 3 de Abril de 2009, pelas 21,30 horas que o MIC - Movimento Independente de Cidadãos por Coruche levou a efeito a organização da conferência debate sobre “Segurança e Etnia” no Salão Paroquial de Coruche.

Perante cerca de 90 pessoas, o General Rodolfo Begonha, a Professora Teresa Cláudia Tavares, o Pastor cigano Ilídio Flores, e o Comandante do Destacamento Territorial de Coruche da GNR, Tenente Botas, em representação do Comando Geral da Guarda, moderados por Teresa Montoia e Moreira da Silva, falaram sobre o problema da integração da comunidade cigana em Coruche e dos problemas de segurança relacionados com a população em geral.

O general Begonha falou de como se pode aumentar a segurança, apontando algumas causas para o incremento do crime e insegurança e apontou soluções e caminhos possíveis, que na opinião do especialista em segurança “podem passar em Coruche pela celebração de um contrato local de Segurança com o Governo”, algo que deve ser feito pelo responsáve,l que é o Presidente da Câmara.

Ausente e sem se fazer representar, apesar de convidado pela organização, ao presidente da Câmara de Coruche foi deixada esta solução que foi recentemente implementada no município de Loures e com resultados positivos.

Teresa Cláudia Tavares, professora da Escola Superior de Educação de Santarém, falou da história cultural cigana e de como “se implementaram em Portugal desde o ano 1100”.

O pastor evangélico Ilídio Vital Flores, agradeceu ter sido convidado “para tão importante debate” e apontou a “palavra de Deus como meio de encontrar uma vida boa” e referindo que uma das soluções para aumentar a segurança na comunidade cigana seria a de “criar pequenos aglomerados de ciganos ao invés de grandes bairros como o da Desgraça”.
Referiu também a importância de se fazerem “reuniões com casais de ciganos para os ajudar no caminho de integração na sociedade” e mais debates noutros pontos do Concelho.

A assistência participou e quis saber junto do Tenente Botas como aumentar a segurança, tendo este responsável feito uma apresentação da situação de segurança no Concelho, apontando Coruche “como um local relativamente seguro” em relação a outros pontos do país e que a maior parte da criminalidade, nomeadamente tráfico de droga, não é feita pelos ciganos, garantindo que apesar da falta de meios, cumprem a missão que a lei portuguesa lhes permite.

Da assistência também partiram perguntas e desabafos de ciganas da vila de Coruche que referiram “que há muitos anos que o ciganos de Coruche se tinham inserido na sociedade local e que o problema de segurança se criou com ciganos vindos de fora e que nada tinham a ver com Coruche” e por isso também elas sofrem com este problema.

Foi assim dado pelo MIC, o pontapé de saída na procura de soluções para os problemas de Coruche...
 
in MIC-Coruche
publicado por portuga-coruche às 10:24
link do post | comentar | favorito

.Citações Diárias

.Visitantes On-line

.Total de Visitas


Consultar Estatisticas

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Cinco feridos em acidente...

. Primeiro-Ministro austral...

. Ameaças de ciganos põem V...

. Abandonam ladrão morto no...

. Choque étnico em Braga

. A conferência-debate sobr...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 

.Outro Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds