Domingo, 27 de Dezembro de 2009

Coruche apoia aquisição de livro sobre as mulheres corticeiras

Quarenta cópias do livro “Mulheres Corticeiras” vão ser adquiridas pela Câmara de Coruche a troco de mil euros. A proposta foi aprovada dia 23 e tem em vista a colaboração da autarquia no projecto literário do espanhol Ignácio Garcia Pereda, sobre as mulheres que se destacam em cargos da fileira da cortiça. A câmara quer aproveitar a ocasião para que o autor – o mesmo que escreveu um volume sobre Joaquim Vieira Natividade, um investigador e estudioso sector corticeiro falecido em 1968 - faça uma apresentação pública do livro em Coruche.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 11:53
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

Corticeira Amorim apoia Conferência Europeia de Bloggers de Vinho

 

A Corticeira Amorim é a patrocinadora oficial da Conferência Europeia de Bloggers de Vinho 2009 (EWBC - European Wine Bloggers Conference), que terá lugar em Lisboa, entre 30 de Outubro e 1 de Novembro.

Este é o segundo ano que Corticeira Amorim apoia o EWBC, fundado e organizado por Gabriella e Ryan Opaz do blog Catavino e por Robert McIntosh, do The Wine Conversation. "Os blogs de vinho tornaram-se parte integrante da comunicação quotidiana. O nosso objectivo é assegurar que todos as partes envolvidas, desde os importadores aos produtores, compreendam e possam tirar partido desta poderosa ferramenta, cada vez mais influente na indústria do vinho", diz Gabriella Opaz.

O programa da Conferência inclui um contacto in locco com o montado de sobro, na zona do Ribatejo, uma visita à maior fábrica mundial de produção de rolhas, em Coruche, e uma prova de vinhos da recém-criada região Tejo, que terá lugar na Quinta da Lagoalva.

Segundo Carlos de Jesus, director de Comunicação e Marketing da Corticeira Amorim: "Os blogs e as redes sociais em geral estão a mudar radicalmente a forma como partilhamos informação com nossos Stakeholders e até o modo como se escreve sobre o vinho. Eventos como este são importantes na medida em que potenciam uma partilha de informação global para os nossos negócios".

Em 2008, a Corticeira Amorim implementou, com sucesso, uma campanha online, com o intuito de sensibilizar para a importância ambiental e social do montado de sobro. Centenas de milhares de consumidores de todo o mundo juntaram-se à causa “Save Miguel”, manifestando a sua preferência inequívoca pelo vedante de cortiça natural.

Reconhecido líder também em tecnologia de produção de cortiça e na inovação de produtos, a Corticeira Amorim lançou recentemente a Acquamark®, uma rolha de irrepreensível eficiência técnica, ecológica e a um preço competitivo.

O Grupo é ainda pioneiro na recolha e reciclagem de rolhas de cortiça, a decorrer já em três continentes. São parceiros a American Airlines, a Whole Foods Markets, e reputadas sociedades vinícolas internacionais. Em Portugal, o Continente e os Dolce Vita são alguns exemplos de empresas que já aderiram a esta iniciativa de reciclagem também associada à Corticeira Amorim.

A reciclagem insere-se numa política efectiva de sustentabilidade existente na Corticeira Amorim. Foi a primeira empresa de packaging do mundo a obter certificação FSC e a primeira empresa da indústria da cortiça a lançar um Relatório de Sustentabilidade, distinguido nas últimas duas edições dos Corporate Register Reporting Awards como um dos melhores do mundo em categorias como “Transparência e Honestidade” e “Relevância e Materialidade”. Recentemente a Empresa ficou posicionada no “Top 25 - Green List” da revista The Drinks Business, a mais prestigiada publicação profissional do sector vinícola e de bebidas do Reino Unido.

 

in AgroNotícias

publicado por portuga-coruche às 10:27
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

Camião tomba carga de ácido corrosivo

Camião tomba carga de ácido corrosivo
(© Jornal O Templário, em 17-07-2009 9:56:, por Jornal O Templário)


Um camião tombou dois contentores de ácido em Ceras, Tomar
 

 

Cerca das 6.45 horas da manhã desta sexta-feira, um camião do grupo Amorim deixou cair para a estrada dois contentores com ácido bissulfeto de sódio altamente corrosivo. O acidente ocorreu na EN 110 na povoação de Ceras, norte do concelho de Tomar. Durante cerca de uma hora o trânsito esteve cortado para que os bombeiros pudessem proceder às operações de limpeza, passando depois a circular apenas numa faixa. 
Dos mil litros de ácido que os depósitos continham apenas uma parte se espalhou pela estrada. Os bombeiros colocaram areia para impedir que o ácido de espalhasse para os terrenos.
 O camião deslocava-se do norte em direcção a Coruche. O ácido destina-se a limpeza de cortiça.
 

publicado por portuga-coruche às 11:26
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

Coruche promove Feira da Cortiça

A Câmara Municipal de Coruche apresentou esta semana, em Lisboa no restaurante “Portugalidade” na Praça de Toiros do Campo Pequeno, a primeira edição da Feira Internacional da Cortiça (FICOR), que acontece de 29 a 31 de Maio, em Coruche. Esta apresentação foi abrilhantada por uma “gourmet session” com a assinatura do conceituado chef Luis Suspiro que apresentou um prato de autor em torno da carne de rês brava e dos ingredientes do montado; tuberas, cogumelos, espargos, poejo, alecrim, rosmaninho, mel, entre outros produtos, temperos e condimentos. Isto porque a Feira Internacional da Cortiça vai ter também uma forte componente gastronómica, incluindo uma Praça de Restauração “Sabores do Montado”, um Casino do Vinho e uma prova vinhos que a organização quer colocar no livro de recordes do Guiness ao envolver no evento cerca de 7 mil pessoas.
Mas esta será uma feira essencialmente técnica e que contará com a presença de vários especialistas nacionais e internacionais. O debate será sobretudo em torno da valorização do montado de sobro, da matéria-prima “cortiça” e da sua sustentabilidade ecológica.
Nesta feira vai haver uma vertente lúdica no Parque do Sorraia, na zona ribeirinha, onde vão acontecer um vasto conjunto de iniciativas: um desfile de moda “Coruche Fashion Cork” by Ana Maria Lucas, com peças em cortiça assinadas por Luis Buchinho; a 45.ª Corrida de Toiros da RTP - 50 Anos da Casa de Pessoal, no dia 30 de Maio, às 22h, com transmissão em directo na RTP e ainda um vasto conjunto de actividades radicais e de ar livre.
Coruche aposta neste certame para relançar a cortiça como alavanca da economia nacional, um sector que representava 853.8 milhões de euros de facturação em 2007, isto é, 0,7% do PIB nacional e 2,3% do valor das exportações. Ao todo existem cerca de 720 mil hectares de montado de sobro em Portugal. Portugal exporta para mais de 100 países 90% da cortiça sendo que os principais destinos são: França, Estados Unidos da América, Espanha, Alemanha e Itália. As rolhas de cortiça continuam a liderar as exportações portuguesas de cortiça, atingindo 590 milhões de euros, seguido da cortiça como material de construção com 176 milhões de euros. De uma unidade industrial de Coruche saem diariamente cerca de 5 milhões de rolhas de cortiça.

 

in O Ribatejo

 

Finalmente uma corridinha, para tirar a "barriguita" da miséria, como se costuma dizer.

A propósito de "Corridas" e do programa a que assiti ontem à noite na SIC, o debate sobre os direitos dos animais, em que se fala do sofrimento do touro bravo como se de um animal doméstico se tratasse se tentou a todo custo retirar a dignidade à Tourada.

Um animal bravo que procura a luta a sério e que às vezes chegam a matar-se no campo tem lá comizeração e pena de si próprio para ter esse tipo de "sofrer" ? Desde que me conheço que vejo touradas e já tenho visto em animais bravos comportamentos que me levam a achar que eles como bravos também procuram a dor, assim como procuram a luta. E, se em força e agressividade o toureiro não lhes ganha, contrapõe com técnica, mestria e arte. Porque o Homem também é um animal e embora racional não se deve negar nem à sua hambição e procura de aperfeiçoamento, enfrentando com coragem e valentia os seus medos e desafios.

Considerar a tourada uma tortura como o jovem da associação de Amigos dos Animais é típico de quem desconhece a tourada o touro e o toureiro. Nós só conseguimos ver aquilo que sabemos. Avaliamos a realidade com o que sabemos e com base nisso tiramos conclusões, cada um pode tirar as suas, o que não se deve fazer é olhar para dentro e achar que tudo o que pensamos é o mais certo e tudo o que os outros defendem não é nada. Só aprendemos a partir do momento que conseguimos aprender e para aprender temos que reconhecer que não sabemos tudo. Para isso é necessária humildade.

Resta-me perguntar ao jovem vegan se um dia se descobrir que as plantas sentem ao morrer ele passa a comer pedras! De momento não se sabe se sentem, de qualquer modo a inocencia das plantas ou a falta de sensores nervosos não dignifica o acto de lhe tirar a vida ou dignifica ? Uma vida é uma vida e se não temos o direito de tirar a vida a um animal, seja para comer seja por fazer parte da nossa cultura ou mesmo espetáculo também não o temos em ralação às plantas e a todos os outros seres vivos, como os insectos e até microrganismos como as bactérias, isso porque os antibioticos e os antibacterianos dizimam muitos seres vivos microscópicos dos quais as associações de defesa dos animais nunca falam porque só se importam com os animais.... então e as plantas ?! os insectos ? os microrganismos ?!  O Homem ?

publicado por portuga-coruche às 11:53
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Março de 2009

A crise por "causa" da crise

Paulo Novais/Lusa  José Sócrates, Manuel Pinho e empresários da cortiça brindaram

José Sócrates,  Manuel Pinho e empresários da cortiça brindaram26 Março 2009 - 00h30
 

José Sócrates garante que irá “defender o emprego”

180 milhões para apoiar a indústria da cortiça

O Plano de Apoio à Indústria da Cortiça (PAIC), no montante global de 180 milhões de euros, vai destinar cem milhões para financiamento a empresas e 21 milhões para duas campanhas de promoção internacional de produtos em cortiça.

 

Para o ministro da Economia, esta será a "maior campanha de sempre a nível mundial em torno da imagem da cortiça". O ministro acompanhava José Sócrates em Santa Maria da Feira para a apresentação do plano. Aí, o primeiro-ministro admitiu que o Executivo irá "até onde for possível para defender o emprego".

Luís Filipe Costa, presidente do IAPMEI deixou a garantia de que a concessão de crédito a condições "vantajosas", arranca na próxima semana.

P.H.G./Lusa
 
in Correio da Manhã

 

 

Anotem aí no caderninho das desculpas: Quando querem fazer algo que os outros possam não gostar basta dizer que é por causa da crise. Se for para ganhar dinheiro ou desfazer compromissos que nos impeçam de ter ainda mais lucros, mesmo que isso estrague a vida de algumas famílias não importa! Gritem se for preciso: É a crise........

 

Se a cortiça vai mal só porque ganharam uns milhões a menos relactivamente aos milhões do ano anterior que o digam os desempregados que "esqueceram" de renovar contratos, sim, porque isso não é despedir, é "não renovar".

 

 

publicado por portuga-coruche às 12:03
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

A cortiça em debate

Se presenta la situación del sector del corcho, nacional e internacional, en el Senado

El Presidente de la Comisión Ejecutiva de RETECORK, Sr. Lluis Medir, comparece delante de la Comisión de Industria, Turismo y Comercio del Senado en Madrid, para informar sobre el sector del corcho a nivel español e internacional.


26/02/2009

Durante el encuentro con la Comisión, RETECORK hizo una presentación previa de la Red: como se constituyó, cuales son sus objetivos y cuales son los actuales miembros de la misma. Seguidamente, hizo una exposición sobre las principales características del sector corchero, desde el punto de vista forestal hasta el industrial en términos de calidad y medio ambiente. Así mismo, se informó de la puesta a punto de un programa piloto de reciclaje de los tapones de corcho como una de las actividades a poner en marcha en los próximos meses.

Finalmente concluyó con una serie de peticiones a los senadores presentes para mejorar el sector: imposición de la ecotasa al tapón en relación con su imprenta ecológica, rotular la botella indicando el tipo de tapamiento, políticas forestales activas, priorizar el uso del corcho y los productos ecológicos en las compras de la administración pública: botellas tapadas con corcho, utilización del corcho como material de construcción, artesanía, entre otros.

En la comparecencia asistieron diferentes representantes del mundo del corcho: Enric Vigas, Presidente de AECORK, Sergi Sabrià, Director del Instituto Catalán del Corcho, Joan J. Puig, Representante de AECORK en la Comisión Ejecutiva del ICSuro, Dionisio Mendes, Presidente de la Asamblea de RETECORK y Alcalde de Coruche (Portugal), Alfonos Pecino, Vicepresidente de la Comisión Ejecutiva de RETECORK y Consejero de Los Barrios, Joaquín Rodríguez, Presidente de ASECOR, João Rui Ferreira, Secretario General de CELIÉGE, Joan Botey, Secretario General de ARCMED, entre otros.

Posteriormente tuvo lugar una comida institucional con los senadores y representantes del mundo del cocho en el restaurante del Senado donde se tomó el acuerdo por parte de los senadores de impulsar este sector como referente de una industria totalmente sostenible en bien de un producto tan noble como es el corcho.
 

 

 

in Agroinformacion

publicado por portuga-coruche às 17:08
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

Ministério da Agricultura disponível para parceria com Observatório da Cortiça

O Ministério da Agricultura está disponível para estabelecer uma parceria com a Câmara de Coruche e dar o andamento desejado ao projecto do Observatório do Sobreiro e da Cortiça (OSC). Após visita às obras onde ficará instalado aquele equipamento, na Zona Industrial do Monte da Barca, Coruche, o secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas, Ascenso Simões, afirmou que o Governo está disponível para colaborar assim que o equipamento seja inaugurado.

“O Governo está disponível para participar com a câmara numa parceria que dê a este Observatório um espaço de intervenção no global da política para o sector e para a fileira”, referiu o secretário de Estado, sem especificar que protocolo está disposto a acertar com a autarquia.

 

in O Mirante

tags: ,
publicado por portuga-coruche às 17:07
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Agosto de 2008

Corticeiros de Coruche rejeitam proposta de aumento salarial do patronato

Os trabalhadores corticeiros da zona de Coruche reafirmaram sábado passado a defesa de um aumento salarial de 3,4 por cento, rejeitando a proposta da Associação Portuguesa de Cortiça (APCOR), que esperam ver alterada numa reunião negocial prevista para esta semana.

Aquilino Coelho, do Sindicato da Construção, Cerâmica e Vidro, que representa também os corticeiros, disse à agência Lusa que, a exemplo do que aconteceu com "as centenas de pessoas" que se concentraram sexta-feira frente às instalações da APCOR em Santa Maria da Feira, também os trabalhadores do sector da zona de Coruche mantêm a determinação em lutar pela actualização salarial que consideram corresponder aos valores da inflação.

Na última reunião negocial, a APCOR apresentou aos sindicatos o que afirmou ser a sua última proposta, que consistia num aumento salarial de 14,77 euros e de 10 cêntimos para o subsídio de alimentação (que é actualmente de 5 euros). Os sindicatos representativos do sector defendem um aumento de 22 euros mensais e 5,80 euros de subsídio de alimentação.

Segundo afirmam, não podem ser os corticeiros a pagar os custos a que o patronato ficou obrigado com o acordo que prevê acabar, nos próximos oito anos, com a discriminação salarial de que as mulheres são alvo, ao receberem menos 97,66 euros que os homens.

Aquilino Coelho afirmou que os sindicatos querem voltar em Outubro à mesa das negociações para discutir a progressão automática das carreiras, considerando inaceitável que os corticeiros possam permanecer toda a vida na mesma categoria profissional.

Na zona de Coruche, o maior produtor mundial de cortiça, existem mais de 400 corticeiros, a maioria dos quais trabalha para as duas unidades do Grupo Amorim existentes no concelho.

 

in O mirante online

publicado por portuga-coruche às 09:56
link | comentar | favorito

Com a navalha numa mão e um pedaço de cortiça na outra

 

foto

Com a navalha numa mão e um pedaço de cortiça na outra Dinis Azevedo, 64 anos, vai construindo obras de arte em miniatura. Constrói sobretudo agricultores e animais, ou não fosse ele um homem do campo. Um dom que descobriu por acaso.

Natural de Coruche, Dinis Azevedo sempre se dedicou à agricultura nos terrenos que possui lá para os lados de Montargil (concelho de Ponte de Sôr). Nas horas vagas começou a entreter-se com pedaços de cortiça sem utilidade. E deu-lhes vida. Garante ser necessária muita paciência. “Não é qualquer pessoa que faz este trabalho uma vez que exige dedicação, muita habilidade e perícia”, explica.

No dia em que O MIRANTE encontrou o artesão em Salvaterra de Magos estavam expostos uma representação de uma matança de porco e uma pocilga. Uma peça pode demorar cerca de 50 horas até ficar completa. Nada que Dinis Azevedo não aguente.

A navalha dá vida à obra. Depois lixa-se até ficar liso. No final coloca-se verniz. E algumas peças levam pequenos toques de pintura. Para dar mais vida. O artista pensa em todos os pormenores. Aos agricultores não faltam sequer a enxada para cavar a terra. Ou mesmo uma garrafa de vinho para “matar” a sede nas tardes quentes de Verão.

Dinis Azevedo conta que costuma ir a exposições mostrar o seu trabalho. Mas vai apenas às da sua região. E explica porquê. “Não gosto de ir a muitas porque senão fico muito conhecido e não quero”, brinca.

Confessa não ter por hábito oferecer as peças que constrói. Apenas a alguns amigos mais chegados. Mas nem sempre. “Não têm preço”, diz. Prefere guardá-las. Para recordação. Afinal estão ali muitas horas gastas a moldar cortiça. Mesmo assim, no final da conversa com O MIRANTE, não resistiu a oferecer uma bolota de cortiça em miniatura: “É para recordar”. “Obrigado, senhor Dinis”. Ana Isabel Borrego

 

 

in O MIrante online

publicado por portuga-coruche às 09:53
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Cortiça: Corticeiros de Coruche rejeitam proposta do patronato, reclamam 3,4% de aumentos

Os trabalhadores corticeiros da zona de Coruche reafirmaram hoje a defesa de um aumento salarial de 3,4 por cento, rejeitando a proposta da Associação Portuguesa de Cortiça (APCOR), que esperam ver alterada numa reunião negocial prevista para a próxima semana.

Aquilino Coelho, do Sindicato da Construção, Cerâmica e Vidro, que representa também os corticeiros, disse à agência Lusa que, a exemplo do que aconteceu com "as centenas de pessoas" que se concentraram sexta-feira frente às instalações da APCOR em Santa Maria da Feira, também os trabalhadores do sector da zona de Coruche mantêm a determinação em lutar pela actualização salarial que consideram corresponder aos valores da inflação.

Na última reunião negocial, a APCOR apresentou aos sindicatos o que afirmou ser a sua última proposta, que consistia num aumento salarial de 14,77 euros e de 10 cêntimos para o subsídio de alimentação (que é actualmente de 5 euros).

Os sindicatos representativos do sector defendem um aumento de 22 euros mensais e 5,80 euros de subsídio de alimentação.

Segundo afirmam, não podem ser os corticeiros a pagar os custos a que o patronato ficou obrigado com o acordo que prevê acabar, nos próximos oito anos, com a discriminação salarial de que as mulheres são alvo, ao receberem menos 97,66 euros que os homens.

Aquilino Coelho afirmou que os sindicatos querem voltar em Outubro à mesa das negociações para discutir a progressão automática das carreiras, considerando inaceitável que os corticeiros possam permanecer toda a vida na mesma categoria profissional.

Na zona de Coruche, o maior produtor mundial de cortiça, existem mais de 400 corticeiros, a maioria dos quais trabalha para as duas unidades do Grupo Amorim existentes no concelho.

 

MLL/EYD.

Lusa/fim

 

in Visão online

tags:
publicado por portuga-coruche às 15:53
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Formação na área da corti...

. 'Designers' que reinventa...

. FICOR - Feira Internacion...

. O que distingue Coruche c...

. FORUM MONTIJO RECEBE EXPO...

. Feira Internacional da Co...

. Feira Internacional da Co...

. Cortiça: Coruche organiza...

. Corticeira Amorim amiga d...

. Comissão Executiva da Ret...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds