Terça-feira, 30 de Setembro de 2008

Sindicatos afectos à CGTP vão fazer greve a 1 de Outubro

Os sindicatos da Função Pública, afectos à CGTP, vão fazer uma greve nacional no dia 1 de Outubro, anunciou esta quarta-feirta a coordenadora da Frente Comum dos Sindicatos da Função Pública.

 

«A greve de 24 horas visa mostrar ao Governo que os trabalhadores não estão dispostos a aguentar mais. A administração pública faz parte do país e o executivo continua a ter uma atitude altista, sem dar resposta às reivindicações dos trabalhadores», justificou Ana Avoila, segundo a agência «Lusa».

A greve realiza-se no âmbito de uma jornada nacional de luta convocada pela CGTP para o primeiro dia de Outubro.
 

 

in IOL Diário

 

Podiam meter 1 azeitona a mais em cada refeição, andar sempre em 4.ª, sair todos 1 hora mais tarde! Deixar de cobrar durante um dia ao Zé Povinho! Isso prejudicava o Estado. Agora fecharem a escolinha dos putos só me lixa a mim à minha mulher e às crianças que vão ter que me aturar um dia inteiro (vou ter que tirar um dia de férias que estava guardado  para quando um deles ficasse doente e nessa altura irá decerto faltar). Que falta de respeito. Este transtorno constante vai levar-me a votar naqueles que prometerem reduzir e privatizar ainda mais o sector público.

Aqui vai o meu apelo a todos aqueles que como eu não veem sentido em ser prejudicados e lesados por algo que os ultrapassa, como se a imcomodar fosse a melhor forma de pressão. Já me estou a imaginar num restaurante a fazer barulho e a andar em cima das mesas e a guardar todos os talheres numa atitude tipo: " se eu não como mais ninguem come".

Todos os trabalhadores tem direitos e deveres! Um dos deveres deveria ser respeitar os outros e não prejudicar ninguem.  Se tem problemas com o patrão porque será que tem que ser sempre o mexilhão a pagar por isso?! Se fosse numa empresa privada possivelmente não o fariam sob risco de perderem clientes e depois perderem o emprego mas como trabalham para o estado já podem lixar tudo e todos. Uma lição para o Estado. A solução ? Privatizar, privatizar. A ver se esta cambada também tinha este comportamento para o patrão falir e perderem o emprego.

 

 

tags:
publicado por portuga-coruche às 11:10
link | comentar | favorito
6 comentários:
De Direitas e Deveres a 30 de Setembro de 2008 às 18:36
Amigo
Se o privado é que é bom, tem uma boa solução: meta os seus filhos nas creches privadas. Poupa chatices e "dinheiro".
Privatize tudo, a Saúde, a Segurança Social, até a Liberdade, e quando as coisas correrem mal, o Estado cobre os erros e nacionaliza os prejuízos, como está a acontecer agora com o sector financeiro.
Se não houvesse quem tenha lutado e continue a lutar para que possa falar assim, não sei o que seria.
Sabe que fazer greve também tem custos (e não são poucos) para quem faz (designadamente no fim do mês), e custos como aqueles que lhe aponta, de os bons e os maus?
Nós (os maus) que lutamos por nós e por si, ainda é que lhe ficamos a dever, até o emprego, pois se mandasse íamos todos para a rua.
No tal paraíso privado terá mais de tudo, até quem sabe mais férias para acudir na doença dos seus filhos.


De portuga-coruche a 30 de Setembro de 2008 às 23:37
É preciso prejudicar quem nada tem a ver com os vossos problemas para os resolver ? Porque é que são sempre os utentes os prejudicados ? É uma forma de pressionar o estado, usar-nos! É por isso que quando fazem greve dos transportes não fornecem transportes gratuitos aos passageiros como forma de pressão, lesando o patronato mas sim, usando-nos e tornando a nossa vida num inferno, não é ? É que é mais fácil ficar em casa do que fornecer serviços gratuitos não é, fica tipo folga, o que dá mais aderentes. Porque é que não criam outras formas de luta ? Eu respondo: porque se estão simplesmente borrifando para os outros. Aqueles que ficam sem transportes; Aqueles que ficam sem cuidados de saúde; aqueles que já tinham dificuldades e ficam com muito mais. A presunção de que com isso estão a lutar pelos meus direitos é pura ilusão retórica. Eu não pretendo um mundo privado nem um mundo nacionalizado, pretendo um mundo em que as pessoas lutam pelos seus direitos respeitando os outros e não prejudicando como forma de pressão. Por acaso acha mesmo que o Estado anda de autocarro, frequenta hospitais, creches públicas ou escolas? Faz ideia de quantos dramas cria uma greve do género ?
De Direitas e Deveres a 1 de Outubro de 2008 às 22:25
Sabe que as grandes lutas dos trabalhadores, num passado não muito distante, foram em empresas privadas e em condições bem difíceis? E que foi nesse quadro que foram conseguidos grandes avanços sociais e grandes melhorias das condições de trabalho?
Os cidadãos não podem influenciar o curso dos acontecimentos, se não tiverem consciência da realidade e da sua própria capacidade para a transformar. A realidade não pode ser alterada senão quando descobrimos que ela é modificável e que agindo o podemos fazer. Se não tivesse sido assim ao longo dos tempos, hoje não teríamos nada para defender nem tão pouco para conquistar. Acha que as condições e o futuro que se anuncia para os mais novos correspondem aquilo que nos foi legado a nós?
Acha que um operário, um médico, um enfermeiro, um professor, quando faz greve tem como objectivo prejudicar os seus concidadãos ou procura que esse pequeno prejuízo se possa transformar amanhã, num benefício bem mais abrangente para todos.
Não são muitos dessa tal “cambada” que nos outros noventa e tal por cento dos dias de trabalho cuidam bem de nós e dos nossos filhos?
A mim também me cria transtornos as greves, só que há muito que compreendi que não são em vão que elas acontecem. Nem hoje nem no passado.
Acha que nos Estados Unidos foi devido à greve dos seus funcionários que os bancos faliram e aquilo deu no que deu?
De Bertolt Brecht a 2 de Outubro de 2008 às 01:27
A indiferença

Primeiro levaram os comunistas,
Mas eu não me importei
Porque não era nada comigo.

Em seguida levaram alguns operários,
Mas a mim não me afectou
Porque eu não sou operário.

Depois prenderam os sindicalistas,
Mas eu não me incomodei
Porque nunca fui sindicalista.

Logo a seguir chegou a vez
De alguns padres, mas como
Nunca fui religioso, também não liguei.

Agora levaram-me a mim
E quando percebi,
Já era tarde.

Bertolt Brecht
De Bertolt Brecht a 30 de Setembro de 2008 às 18:58
Os que lutam
"Há aqueles que lutam um dia; e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam muitos dias; e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam anos; e são melhores ainda;
Porém há aqueles que lutam toda a vida; esses são os imprescindíveis."
De portuga-coruche a 2 de Outubro de 2008 às 11:31
Quem acha que tem razão pode ou não ter mesmo razão. Mas, independentemente disso a razão nunca pode ser argumento para lesar os outros. É que se não reflectimos sobre isso e continuamos na presunção de que "eu tenho razão e acabou-se!", caímos no fundamentalismo.
Os terroristas, como aqueles de Atocha também estavam convictos que tinham razão e que os métodos eram os correctos, não acredito que algum dos membros do governo espanhol ande de comboio, nem as altas patentes militares, até acredito que os terroristas acreditem que as vitimas eram inocentes e que servirão um desígnio maior e como sempre para o bem de todos.
Não vos estou a chamar terroristas, isto serviu apenas para ilustrar o meu "ponto de vista".
Nem todos os métodos e todos os meios servem para lutar pelos nossos direitos. As razões podem ser legitimas, mas os métodos continuam para mim condenáveis.
O argumento de que as greves "são para o bem de todos" e para "conquistar" algo pode ser algo em que verdadeiramente acreditam, assim como os Jeovás acham que temos que estar a falar com eles 1 hora ou mais para salvação do mundo, leva-me mais uma vez a apelar a algum bom senso que temos que ter e pensar por nós próprios mas ao mesmo tempo ter noção que podemos estar errados.
A ideia que existe o "nosso"grupo e depois os "outros" e que temos que estar juntos na "nossa luta" é típico da inconsciência das massas.

Comentar post

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Corte no abastecimento de...

. Novo estudo sobre toxidad...

. De olhos bem abertos

. GNR apanha ladrões de bom...

. 85% da divida foi gerada ...

. Continuamos à Espera

. Orientação Pedestre - Cam...

. Dakar Desert Challenge ap...

. Coruche acolhe caravana d...

. DIA EUROPEU DO ENOTURISMO...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds