Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

"Herbalife é atentado à saúde pública", alertam os nutricionistas

Produtos "vendidos por pessoas sem qualquer formação"

Posto em causa desde o início do mês de Abril, após a suspensão da venda do suplemento dietético Depuralina em Portugal, o sector dos suplementos alimentares ainda levanta muitas dúvidas aos consumidores. Para os responsáveis da área da saúde alimentar, a falta de informação e educação do consumidor parece ser o principal problema que conduz a ocasionais problemas de saúde. “Por serem naturais, não quer dizer que não tenham riscos”, defende Alexandra Bento, presidente da Associação Portuguesa de Nutricionistas (APN).

Para esta responsável, mais grave que a situação da Depuralina, que é vendida em farmácias, é a dos produtos da multinacional Herbalife, relativamente aos quais o Ministério da Saúde e Consumo espanhol recomendou precaução no consumo na passada segunda-feira.

“O facto de os produtos Herbalife serem vendidos por pessoas sem qualquer formação na área, de pessoa a pessoa”, é o que torna o caso mais preocupante, segundo Alexandra Bento. “Um atentado à saúde pública” é como a presidente da APN qualifica a situação. Como soluções para este problema, avança a proibição de venda “de pessoa a pessoa”, devendo os produtos ser vendidos em locais próprios. Aponta ainda a sensibilização social como um factor essencial na resolução do problema da obesidade, defendendo que a alteração do estilo de vida, dos hábitos alimentares e o incremento da actividade física devem sim ser assumidos pelos consumidores como os factores essenciais que levam a perder peso.

Para a presidente da Associação Nacional de Dietistas (AND), Graça Raimundo, os problemas com os suplementos alimentares surgem muitas das vezes por sobredosagem. “Aquilo que é bom em doses recomendadas pode tornar-se mau em doses excessivas”, refere, reforçando a ideia com a expressão “o teu remédio pode ser o teu veneno”.

A responsável não esquece também a necessidade de haver mais aconselhamento profissional e de se proceder sempre à avaliação contínua da história clínica dos consumidores, antes de se avançar para a prescrição de produtos dietéticos. Também neste caso, Graça Raimundo defende que de uma alimentação normal “as pessoas retiram tudo o que precisam”, não sendo necessário recorrer a ajudas de suplementos a não ser em casos extremos.

Questionada pelo PÚBLICO sobre se os dietistas recorrem regularmente à prescrição de produtos dietéticos por forma a complementar os tratamentos recomendados, a presidente da AND refere que tais suplementos não são aconselhados pelos profissionais “de ânimo leve”, não sendo essa uma situação que ocorre com regularidade.

in Publico online
Para mim não só é um atentado à saúde pública como é um negócio em pirâmide. Basta ir ao nosso amigo google e escrever, por exemplo: herbalife+fraude que logo acedemos a um conjunto de testemunhos, tipo: "A Herbalife é um sistema de lavagem cerebral altamente elaborado e envolvente. As reuniões são parecidas com cultos religiosos. Tem música, testemunhos, "palavras da salvação", etc... ", "COMO A HERBALIFE DESGRAÇOU A MINHA VIDA E A DE MILHARES DE BRASILEIROS NOS ÚLTIMOS OITO ANOS Expondo a realidade de um golpe que impunemente continua a destruir vidas e famílias ". Este último é um documento bastante elaborado e que poderá consultar em:
http://www.scribd.com/doc/14209/herbalife-a-verdade
ou em
http://static.scribd.com/docs/8261s2n2dro4q.pdf
este texto termina com a seguinte frase: "Lembre-se ao ver o slogan "PERCA PESO, PERGUNTE-ME COMO", leia "PERCA DINHEIRO, PERGUNTE-ME COMO" e fuja."
publicado por portuga-coruche às 09:57
link | comentar | favorito
119 comentários:
De portuga-coruche a 30 de Junho de 2010 às 16:10
Fátima não acredito que seja nutricionista como não acredito também que nenhum nutricionista venha dizer categoricamente que algo faz muito bem à saúde só por ter experimentado! A não ser que o seu curso lhe tenha saído numa caixa de Herbalife
De Alexandre Beltrão a 11 de Outubro de 2010 às 18:55
Chamo-me Alexandre Beltrão, sou engenheiro civil e desde Maio que sou distribuidor Herbalife. Como engenheiro, tenho uma formação profundamente científica que se baseia em factos e tenho grandes dificuldades em ter discussões em não tenham factos como argumentos. Antes de me tornar distribuidor tinha uma ideia muito má da Herbalife, porque realmente muitas pessoas fizeram o negócio de forma selvagem e incorrecta o que deu mau nome à marca. Isto nada tem a ver com a qualidade dos produtos que realmente são muitos bons. E acreditem que tentei encontrar factos que provassem que a Herbalife era uma treta: procurei na net, li os rótulos, estudei nutrição, informei-me, falei com pessoas, provei os produtos que a minha namorada usava. E nada! Apenas cheguei à conclusão que eram bons produtos de suplementação para mim que sou desportista e uma boa oportunidade de negócio. E agora que me considero mais informado em relação ao assunto porque já estive dos dois lado aqui vão as conclusões mais importantes que eu tirei que espero que sirvam para algumas pessoas fazerem uma análise introspectiva:
EM RELAÇÃO AO NEGÓCIO
- É um bom negócio e legítimo e claro que se ganha com os distribuidores que se angariam, tal como o meu patrão na empresa em que trabalho ganha comigo.
- Há quem leve o negócio com seriedade e que dê formação aos seus distribuidores. (forma correcta)
- Há quem venda e recrute de forma selvagem para conseguir ter mais pontos. (é culpa da pessoa e não da marca, ESTAS PESSOAS PODEM E DEVEM SER DENUNCIADAS PARA PERDEREM OS SEUS DIREITOS ENQUANTO DISTRIBUIDORES). Peço a quem se sinta enganado que o faça. Os distribuidores sérios agradecem.
- Há quem se deixe levar pela ganância e compre mais produtos do que aqueles que vende. Só se podem queixar deles próprios. Podem sempre engolir o orgulho e devolver os produtos.
EM RELAÇÃO AOS PRODUTOS
- São bons. A qualidade é boa. São alimentos e por isso não fazem nenhum tipo de milagre. Ajudam a atingir objectivos e a controlar melhor a alimentação. Eu uso e estou satisfeito.
- Não têm efeitos secundários a não ser aqueles que o excesso de qualquer alimento poderá causar.

Despeço-me de todos e espero que aqueles que são distribuidores Herbalife respeitem sempre a marca para que eu possa vender os meus produtos sem ouvir estes relatos de burlas e má utilização dos produtos e os outros que experimentem e se informem do que é a Herbalife antes de falarem em vão.

Alguma coisa:
www.formulasaude.com
alexandre.beltrao@formulasaude.com
968274589

De carla saraiva a 17 de Agosto de 2012 às 21:34
AXO QUE O SR TA A PRECISAR DE ALGO MEU DEUSSSSSSSSSS PARA SI TA TUDO NEGRO...AH HOMEM TENHA DO....QUANTO NEGATIVISMO

Comentar post

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Corte no abastecimento de...

. Novo estudo sobre toxidad...

. De olhos bem abertos

. GNR apanha ladrões de bom...

. 85% da divida foi gerada ...

. Continuamos à Espera

. Orientação Pedestre - Cam...

. Dakar Desert Challenge ap...

. Coruche acolhe caravana d...

. DIA EUROPEU DO ENOTURISMO...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds