Quarta-feira, 3 de Março de 2010

Populações do Biscainho e da Lamarosa já têm médico de família

Dois médicos contratados a uma empresa de recursos humanos estão a prestar serviço nas extensões de saúde do Biscainho e da Lamarosa, no concelho de Coruche, desde 18 de Fevereiro, após assinarem contratos por um ano. A situação vem colmatar a ausência de médicos de família daquelas freguesias que se fazia sentir desde a criação da Unidade de Saúde Familiar do Sorraia, no Centro de Saúde de Coruche, desde 2007. Eram as únicas freguesias do concelho sem médico.

No caso do Biscainho o médico está a realizar dez horas semanais de atendimento, duas vezes por semana, enquanto em S. José da Lamarosa o clínico contratado presta um serviço de 15 horas semanais distribuídas por três dias.

A novidade foi dada sexta-feira pela directora do Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria (ACES), Luísa Portugal, durante a Assembleia Municipal de Coruche, onde é deputada.

A O MIRANTE a também médica acrescentou que as situações de doença aguda de utentes dessas freguesias serão resolvidas no Serviço de Atendimento Permanente (SAP) do centro de saúde. “Com estes dois médicos haverá uma acalmia da situação durante um ano”, referiu.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Março de 2010

Livro mostra que o Aquecimento Global não passa de uma fraude

Publicação defende que a fraude do aquecimento global supostamente causado pelo homem está sendo manipulada para converter a atividade científica em um processo de assembléia de consenso. Histeria aquecimentista é ameaça à humanidade.  

 

O aquecimento global é provocado pela ação humana na terra e ameaça destruir o planeta em poucos anos, certo? Errado! Segundo o livro  "A fraude do aquecimento global - Como um fenômeno natural foi convertido numa falsa emergência mundial", o aquecimento não passa de uma teoria criada para controlar a sociedade.

 

 

Para Geraldo Lino, o aquecimento global não é uma ameaça à humanidade, mas  a histeria aquecimentista, sim!.  "As mudanças climáticas são fenômenos naturais que ocorrem há centenas de milhões de anos e contra as quais a humanidade pouco pode fazer no seu atual estágio de conhecimento, além de entender melhor a sua dinâmica e adaptar-se adequadamente a elas. O infundado alarmismo aquecimentista é promovido por interesses políticos e econômicos, que transformaram um debate científico em uma obsessão mundial e uma verdadeira indústria", diz o autor.

 

O livro mostra que o público em geral ignora que não há qualquer evidência científica concreta que vincule os combustíveis fósseis aos aumentos de temperaturas ocorridos desde o final do século XIX. Mostra ainda que as temperaturas mundiais pararam de subir no final da década de 1990 e estão em queda; que os níveis do mar já foram mais altos que os atuais; que as atuais concentrações atmosféricas de CO2 estão entre as mais baixas da história geológica da Terra; e que temperaturas e níveis de CO2 mais altos que os atuais seriam benéficos para a maioria dos seres vivos, inclusive o homem.

 

"A fraude do aquecimento global supostamente causado pelo homem está sendo manipulada para converter a atividade científica em um processo de "assembléia de consenso", apoiado por uma mídia geralmente acrítica e anestesiada e pelos recursos técnicos de Hollywood. Neste livro, encontram-se argumentos para ajudar a devolver essa discussão crucial ao campo do qual ela jamais deveria ter sido subtraída: o da boa ciência e do bom senso", diz o autor.

 

Geraldo Luís Lino é geólogo, especializado na aplicação de estudos geológicos a projetos de engenharia civil e avaliações de impactos ambientais. É fundador e diretor do Movimento de Solidariedade Ibero-americana (MSIa) e co-autor dos livros Máfia Verde 2: ambientalismo, novo colonialismo (2005) e A hora das hidrovias: estradas para o futuro do Brasil (2008), ambos publicados pela Capax Dei Editora.

 

 

Fonte: Ecoamazônia

 

in ExpressoMT

publicado por portuga-coruche às 13:04
link | comentar | favorito

Homem procurado pela Interpol é quadro no Ministério das Finanças

Autor do blogue 'O Jumento'

Victor Sancho é o autor anónimo do blogue 'O Jumento', criado em 2003, onde alegadamente foram publicadas informações internas da máquina fiscal. O antigo director-geral das Finanças, Paulo Macedo, queixou-se mas nem a Polícia Judiciária nem a Interpol encontraram o autor.

 

Esta terça-feira o jornal 'I' avança com a história e atribui a si a responsabilidade de ter descoberto Victor Sancho, um alto quadro do Ministério das Finanças, liderado por Teixeira dos Santos.

De acordo com a publicação Victor Sancho garante não ser o responsável por qualquer fuga de informação.

A Interpol começou a investigar o caso em 2005 após um pedido de Polícia Judiciária.Um ano depois a empresa blogspot onde o blogue está instalado recusou prestar qualquer informação e o caso acabou por ser arquivado.

 

in Correio da Manhã

publicado por portuga-coruche às 07:03
link | comentar | favorito

Por falar em "açudes"

Pescadores de Ortiga revoltados com falta de lampreia responsabilizam açude de Abrantes

 

A comunidade piscatória de Ortiga, Mação, afirma-se lesada com a falta de lampreia no Tejo e aponta o dedo ao açude de Abrantes, assegurando que "vai haver problemas" se a autarquia não resolver a situação.

"As pessoas estão desesperadas", disse à agência Lusa Sérgio Durão, porta-voz de cerca de 30 famílias de pescadores sazonais, afirmando que "o problema está a jusante, no açude e na escada passa peixes" construído há dois anos em Abrantes e que "não funciona e não deixa a lampreia subir o rio para montante", para a desova.

"Este é um problema grave, porque ao longo de muitas gerações esta foi uma actividade que permitiu o desenvolvimento da freguesia e que ainda hoje se configura como um importante complemento às reformas e vencimentos das suas gentes", afirmou Sérgio Durão.

"Deixando de haver o sustento das famílias através desta actividade, não é preciso mais para todos se unirem", assegurou, acrescentando que, entre os meses de Fevereiro e Abril, Ortiga "fervilhava" de vida com a presença de "largas dezenas" de pescadores provenientes de toda a bacia do Tejo.

Manuel Fontes, pescador e mestre calafate, com 75 anos de idade e uma vida dedicada à pesca numa terra "riquíssima pelos favores do rio", afirmou que "o açude foi a pior coisa que se construiu para o peixe de arribação", as espécies piscícolas que andam no mar e procuram o rio para a desova.

"Nem o sável ali passa e é o peixe com mais potência no arranque e nas subidas, quanto mais a lampreia. Agora nada aqui chega", afirmou.

Neste contexto, os representantes da comunidade piscatória pediram recentemente à presidente da Câmara de Abrantes para que mantenha as comportas do açude "abertas" entre os meses de Dezembro e Maio, "já a partir deste mês", para que o peixe siga o seu percurso tradicional e chegue à aldeia ribeirinha.

"Apresentámos uma proposta concreta e esperamos que haja o bom senso de a viabilizar", disse Sérgio Durão, acrescentando que, "se tal não suceder, pode haver alguns problemas".

"Somos de municípios vizinhos e toda a gente se conhece pelo que não há necessidade de avançar para outro tipo de situações que poderão passar por manifestações, abaixo assinados, ou outros", afirmou.

Uma posição que a Câmara de Mação diz "entender e defender", afirmando que "a ineficácia" da escada passa peixes do açude de Abrantes "originou um problema grave".

Segundo o vereador António Louro, "o problema criado pelo açude está a matar as tradições e o espírito de Ortiga, valores que são mais importantes do que uma mera paisagem bonita aos pés de Abrantes".

Contactada pela Lusa, a presidente da Câmara de Abrantes afirmou ir "estudar" uma proposta que considerou "legítima", acrescentando estar "consciente" dos problemas sentidos pela comunidade piscatória de Ortiga.

"Ainda assim", afirmou Maria do Céu Albuquerque, "o açude foi construído com um fim específico que é o de servir o turismo activo e de lazer", tendo assegurado "estudar a possibilidade" de manter o açude em baixa "desde que a barragem de Belver também permita um caudal e um espelho de água constante".

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 07:02
link | comentar | favorito

Extensão de Saúde de Santo Estêvão sem médica

Os utentes da extensão de saúde de Santo Estêvão estão desde 19 de Fevereiro sem médico de família. A doutora Isabel Eusébio apresentou baixa prolongada, o que obriga os doentes da freguesia e também os de Foros de Almada a deslocarem-se a Benavente ou a Vila Franca de Xira.

 

A Coordenadora do Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria admite que a situação é complicada. “A médica vai estar de baixa um mês, provavelmente dois”, diz resignada Luísa Portugal. “Eu tinha 6500 utentes sem médico de família no centro de saúde de Benavente. Neste momento ficámos com mais 1200 utentes das duas extensões de saúde. Seriam precisos cinco ou seis médicos para tantos utentes e de momento só consegui um”, conclui com consternação.

 

A situação provoca a revolta de quem já teve de se deslocar duas vezes a Vila Franca de Xira na passada semana para ser atendida. Margarida Salgueiro, de 76 anos, diz que foi a única alternativa, uma vez que “também não havia médico no Serviço de Atendimento Permanente (SAP) do Centro de Saúde de Benavente”. Os idosos queixam-se ainda de ter de se levantar às 4h00 e às 5h00 da manhã para se deslocarem a Benavente, onde também não têm a certeza de ser atendidos.

 

O presidente da Junta de Santo Estêvão que considera inadmissível que os utentes tenham de percorrer no mínimo dezassete quilómetros para terem direito a uma consulta. “A população de Santo Estêvão é uma população envelhecida e muitas das pessoas apresentam dificuldades económicas o que complica a sua deslocação a Benavente ou a Vila Franca de Xira. Isto já para não falar que os horários dos transportes públicos são claramente deficitários”, sublinha Ricardo Oliveira.

 

Também o presidente da câmara de Benavente sublinha que a situação é crítica no concelho. António José Ganhão já pediu uma reunião aos responsáveis da Administração Regional de Saúde e Vale do Tejo e também à Ministra da Saúde, mas até agora não obteve quaisquer respostas. Caso não seja apresentada em breve uma solução a esta questão por parte das autoridades responsáveis, os dois autarcas ameaçam reunir esforços no sentido mobilizar a população a ir para a rua manifestar-se.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Março de 2010

Temporal mata dezenas na Europa

  Mau tempo: Pelo menos 53 mortos confirmados

erome Fouquet/EPA
Centenas de pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas devido às inundações no norte de França. Vento forte fez cair árvores e derrubou telhados e muros na Alemanha
Centenas de pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas devido às inundações no norte de França. Vento forte fez cair árvores e derrubou telhados e muros na Alemanha
A tempestade ‘Xynthia’, a mesma que atingiu Portugal no sábado, fazendo uma vítima mortal, deixou ontem um rasto de destruição em França, Espanha, Alemanha e Bélgica, causando a morte a pelo menos 53 pessoas.

 

França foi o país mais atingido, com 45 mortos confirmados. A região da Vendée (centro-oeste) foi a mais afectada, com pelo menos 29 mortos devido a inundações, deslizamentos de terras, quedas de árvores e acidentes causados pela chuva forte e pelo vento ciclónico, que soprou com rajadas de velocidade próxima dos 200 km/hora.

O número de vítimas mortais poderia ainda aumentar, já que pelo menos uma dezena de pessoas estavam desaparecidas. Havia ainda registo de pelo menos 59 feridos e mais de um milhão de pessoas sem electricidade.

Em Espanha o mau tempo causou a morte a pelo menos três pessoas: duas na cidade de Burgos, quando um carro foi atingido por uma árvores arrancada pelo vento, e uma terceira vítima esmagada pela queda de um muro na Galiza.

Na Alemanha havia a registar pelo menos quatro mortes, e na Bélgica morreu uma pessoa.

A tempestade ‘Xynthia’ deverá ainda fustigar a Bélgica, o Luxemburgo e a Dinamarca, países onde já foi inclusivamente decretado o alerta máximo face à iminente ameaça de chuvas fortes e de ventos ciclónicos.

PORMENORES

Voos cancelados

O mau tempo condicionou o funcionamento do aeroporto de Frankfurt, Alemanha, um dos mais movimentados da Europa, cancelando vários voos.

Um morto em Portugal

A tempestade que se formou no Atlântico causou a morte a uma criança em Portugal, no sábado.

Mau tempo continua

A tempestade está a atravessar a Europa de sudoeste para nordeste e deverá atingir hoje a região da Escandinávia.




 

F. J. Gonçalves com agências
 
in Correio da Manhã

 

Xynthia leva França a declarar calamidade pública e preocupa agora o Reino Unido
 
 
por Liliana Valente com agências, Publicado em 01 de Março de 2010  |  Actualizado há 38 minutos
 
Tempestade já fez pelo menos 47 mortos em França
 
A França declarou estado de "calamidade pública" após a passagem da tempestade Xynthia que já fez 47 mortos. O primeiro-ministro François Fillon declarou que se trata “de uma catástrofe nacional” o que permite ao país pedir à União Europeia a atribuição de fundos do seu orçamento de solidariedade para ajudar a enfrentar os danos provocados pela tempestade Xynthia, anunciou domingo o gabinete do secretário de Estado francês dos Assuntos Europeus.

A tempestade, que atravessou a França este fim de semana, provocou a inundação de localidades costeiras no oeste, causando elevados danos materiais e a morte de pelo menos de 47 pessoas no país, de acordo com o último balanço oficial, actualizado esta manhã pelo Ministério do Interior.

A tempestade que tem estado a devastar a Europa é agora esperada no Reino Unido que está desde ontem com alertas de inundações. As autoridades colocaram uma parte do país em alerta devido à possibilidade de a tempestade colocar vidas e propriedades em risco.

A Agência do Ambiente inglesa já contactou algumas pessoas directamente na zona de Burry Brook, perto de Kings Ripton e Ramsey.

Segundo os últimos dados, a tempestade já terá feito quatro mortos na Alemanha.
O Presidente da República, Nicolas Sarkozy, visita hoje as zonas afetadas pela intempérie.

Sarkozy desloca-se ao litoral sudoeste francês, visitando as regiões de Vendée e Charente-Maritime a partir da cidade de La Rochelle, onde a sua chegada está prevista para as 10:50 (09:50 em Lisboa).

Pierre Lellouche “vai estar em Bruxelas amanhã (hoje) para se reunir com o Comissário para a Política regional Johannes Hahn”, indicou o gabinete do secretário de Estado.

“Pierre Lellouche vai apresentar um primeiro balanço da tempestade e pedirá fundos do orçamento de solidariedade da União Europeia”, acrescentou.

A tempestade, formada no Atlântico, afeta a Europa desde sábado.
Após ter atravessado Portugal e a Espanha, atingiu França antes de continuar rumo à Bélgica e Alemanha.
É agora esperada no Reino Unido.
 
In iOnline

 

publicado por portuga-coruche às 07:01
link | comentar | favorito

Cheias em Santarém: povoação de Valada isolada por subida das águas

por Agência Lusa,

A povoação de Valada (Cartaxo) ficou isolada durante a madrugada de hoje devido à subida do caudal do Tejo, um aumento do nível das águas que se irá continuar a sentir até final da manhã na zona da Lezíria.

Segundo o Centro Distrital de Operações de Socorro, o pico de cheia foi atingido na zona Norte do distrito cerca das 23:00 de sábado, com efeito na zona Sul durante a manhã de hoje, prevendo-se que a estrada nacional 368, entre Tapada (Almeirim) e Alpiarça, fique submersa e que possa haver o galgamento do descarregador da Courela.

Ao princípio da manhã já se sentia o efeito de algum abaixamento dos caudais, devido a um ligeiro abrandamento nas descargas das barragens, na zona Norte do distrito, com a zona do relvado em Rossio ao Sul do Tejo (Abrantes) já a descoberto.

Decretado na passada segunda feira o alerta amarelo do Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo, várias estradas, sobretudo municipais, encontram-se submersas em vários pontos do distrito, estando a povoação de Reguengo do Alviela (Santarém) isolada desde terça feira, devido à inundação da estrada municipal que liga esta aldeia ao Pombalinho e da EN 365, na ligação a Vale de Figueira.

No concelho de Santarém estão ainda submersas a estrada que liga a cidade à aldeia ribeirinha das Caneiras, a estrada municipal que liga Ribeira de Santarém a Vale de Figueira e a nacional 365 nas Assacaias e junto à fonte de Palhais (Ribeira de Santarém).

Entre as estradas submersas contam-se a EN 368-1, entre Chamusca e Vale de Cavalos, a EN 365, entre a Quinta da Broa e a ponte do rio Almonda (Golegã), a municipal 1369 entre Alpiarça e Torrinha (estrada do campo) e as nacionais 114-2, entre Setil e Reguengo (por influência do rio Maior), e a 3-2, entre a Ponte do Reguengo e Valada (com isolamento da povoação de Valada).

Por influência da subida do rio Sorraia, estão ainda submersos os caminhos municipais entre a EN 114-3 (freguesia de Coruche e Fajarda) e a EM 515 (Biscainho) e entre a EN 114-3 e a EN 119 (ambas estradas de campo), além da estrada municipal 1456, entre Benavente e a Reta do Cabo (também estrada do campo).

Continuam inundadas as zonas junto ao rio em Constância (jardim, parque de estacionamento, estrada do campo e via junto à Casa de Camões), Vila Nova da Barquinha (submersão do cais de Tancos e parcialmente da rua de acesso e ainda Avenida dos Plátanos).

Na região influenciada pela bacia hidrográfica do Tejo estão ainda afetados vários caminhos vicinais junto a linhas de água.

A Proteção Civil recomenda cuidado na condução de veículos, evitando passar em zonas submersas, a suspensão de todas as actividades nas margens do Tejo e afluentes e a retirada de bens e animais das zonas potencialmente inundáveis.

in iOnline

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Corte no abastecimento de...

. Novo estudo sobre toxidad...

. De olhos bem abertos

. GNR apanha ladrões de bom...

. 85% da divida foi gerada ...

. Continuamos à Espera

. Orientação Pedestre - Cam...

. Dakar Desert Challenge ap...

. Coruche acolhe caravana d...

. DIA EUROPEU DO ENOTURISMO...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds