Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Veículos pesados têm de fazer mais 40 quilómetros para atravessar o Sorraia

Ponte militar provisória sobre o rio em Coruche só permite passagem a veículos até 3,5 toneladas

foto

A restrição deve verificar-se durante todo o mês de Julho, devido a obras de reforço estrutural da ponte Teófilo da Trindade. Ricardo Carreira

   

Até final de Julho uma ponte militar sobre o rio Sorraia, em Coruche, vai permitir escoar grande parte do trânsito naquela região, enquanto a ponte Teófilo da Trindade, a última de acesso à vila, é sujeita a obras de reforço estrutural. Os veículos pesados de grande tonelagem têm passagem interdita na ponte improvisada, cujo limite é 3,5 toneladas. Para norte ou para sul os camionistas têm apenas uma alternativa: a circulação pela EN119 até Santo Estêvão e seguirem pela EN118 ou A13.

A sinalização no local informa que só transportes públicos de passageiros, viaturas municipais e veículos de bombeiros podem transitar na ponte militar. Um avanço em relação ao comunicado inicial da Estradas de Portugal, que previa apenas transportes de passageiros como excepção.

A sinalização introduzida tem lacunas. Para quem chega a Coruche de norte é preciso andar na vila à procura das placas que assinalam os desvios que vão conduzir, um quilómetro a montante, na Estrada da Erra, à ponte provisória. A entrada na ponte militar pelo sul faz-se junto a Montinhos dos Pegos, onde está assinalado um desvio.

Os acessos à ponte foram montados em cima de uma plataforma de terra em terrenos agrícolas de ambas as margens. Têm pavimento alcatroado e rails de protecção. O vão da ponte tem um comprimento de 51 metros, piso em estacas horizontais de madeira e duas grandes estruturas em ferro a servirem de guardas. Foi montada por militares da Escola Prática de Engenharia.

 

Vigilância impede abusos

São 16h00 de sexta-feira e o trânsito que atravessa a ponte militar é constante. Pesados nem vê-los. Só camionetas de carga ligeira e um ou outro tractor. Ou do lado de Coruche não estivesse uma patrulha da GNR em vigilância.

Apesar disso, o presidente da Câmara de Coruche considera que inicialmente houve alguns problemas por falta de vigilância policial, verificando-se o atravessamento de camiões que podiam ter posto em causa a travessia. “É preciso que a vigilância esteja no local em permanência e na rota dos camiões”, refere Dionísio Mendes.

Fonte da GNR disse a O MIRANTE que apenas no primeiro dia se verificaram infracções de camionistas que foram multados por atravessarem a ponte. Desde então tem sido feito um patrulhamento diário, durante várias horas. “Falta sim informação em Almeirim e Salvaterra para quem chega a Coruche”, diz a mesma fonte.

Para quem anda na estrada não tem sido fácil contornar o problema das restrições. Paulo Alves acaba de sair de camião da empresa Sá e Sobrinho, na margem sul do Sorraia, com uma carga de 20 toneladas de cortiça para descarregar em Santa Maria da Feira. “Sei que vou ter de fazer 40 quilómetros até Santo Estêvão e seguir pela A13 até Almeirim e Santarém. Faço este caminho todos os dias carregado. Mais chato é quando venho vazio e não posso passar pela ponte. São cerca de 100 quilómetros a mais que faço diariamente”, conta a O MIRANTE à saída da Zona Industrial do Monte da Barca.

Paulo Rebelo chega à rotunda do Monte da Barca, onde confluem as estradas nacionais 114, 119 e 251, e surpreende-se com o encerramento da ligação directa a Coruche pelas pontes. Viaja desde Castro Verde e Arraiolos para a zona industrial do Cartaxo. “Pensava que haveria alternativas mais fáceis do que contornar o Sorraia quase 40 quilómetros. Não arrisco a ser multado e ter voltar para trás. Do lado de quem vem de Montemor-o-Novo não há qualquer informação, só à chegada aqui. Se soubesse tinha entrado na auto-estrada”, comenta.

 

Pontões são alternativas

para quem conhece bem a região

Tanto na EN 119, no Biscainho, como na EN 114-3, na Fajarda, freguesias de Coruche, existem dois caminhos que ligam as freguesias pelas pontes da Amieira e do Rebolo que fazem a travessia do rio Sorraia sem ir à ponte militar.

As entradas para esses caminhos estão assinaladas com diversas indicações de estradas nacionais e até da A13, não revelando qualquer restrição de passagem por limite de tonelagem. Por isso não é de estranhar que sejam muito utilizadas, mesmo por camionistas que conhecem bem a região, apesar de não terem guardas.

Dionísio Mendes diz que as pontes não são alternativas, por estarem limitadas à passagem de veículos até 15 toneladas. Certo é que não há qualquer aviso nos locais. O presidente da Junta da Fajarda, Ilídio Serrador, diz ainda que mais preocupante é o atravessamento mais adiante nesse percurso de pequenas pontes sobre a vala Real, essas sim em acentuado estado de degradação.

Do lado do Couço, pela EN 251, é possível fazer o atravessamento do Sorraia na ponte da Escusa, Santa Justa (travessia do mesmo género das anteriores), e vir direito a Coruche ou para norte, pela freguesia da Erra, sem ter de atravessar a ponte militar.

 

in O Mirante Semanário

publicado por portuga-coruche às 10:10
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Corte no abastecimento de...

. Novo estudo sobre toxidad...

. De olhos bem abertos

. GNR apanha ladrões de bom...

. 85% da divida foi gerada ...

. Continuamos à Espera

. Orientação Pedestre - Cam...

. Dakar Desert Challenge ap...

. Coruche acolhe caravana d...

. DIA EUROPEU DO ENOTURISMO...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds