Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

Tarifário criado pela Águas do Ribatejo gera reacções de desagrado

fotoFacturas da água e saneamento vão duplicar ou triplicar nalguns concelhos da Lezíria

As primeiras reacções políticas ao novo tarifário de água e saneamento implementado pela Águas do Ribatejo já começaram a surgir nalguns dos concelhos da Lezíria do Tejo. O candidato do PS à Câmara de Salvaterra de Magos classifica os novos preços como “uma violência inaceitável”. O PSD de Coruche diz em comunicado que nesse concelho o aumento mínimo é de 20 por cento e responsabiliza o presidente da câmara, o socialista Dionísio Mendes, que pertence também à administração da Águas do Ribatejo.

A entrada em funcionamento da empresa intermunicipal que agrega seis municípios (Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche e Salvaterra de Magos) motivou a criação de um tarifário único nesses concelhos, que até aí tinham tabelas distintas que eram estipuladas pelas respectivas câmaras municipais. Consequência: enquanto nalguns concelhos, como Alpiarça, o novo tarifário representa uma descida média de 12,5 por cento no preço da água, noutros, como Salvaterra de Magos e Chamusca, os aumentos nas facturas vão ultrapassar os cem por cento. Já que aí a conta mensal da água era pouco menos que simbólica.

Em Salvaterra de Magos, por exemplo, o preço da água não era actualizado há 11 anos. A factura, nalguns casos, pode triplicar ou quadruplicar. Um consumo mensal de 10 metros cúbicos de água passa de 4,30 euros para 12,85 euros com a taxa de saneamento incluída. O que leva o candidato do PS à câmara, Helder Esménio, a apelar aos deputados municipais “para que aprovem uma norma regulamentar na assembleia municipal que garanta que os aumentos sejam progressivos e não tão violentos, sendo o diferencial, no período mínimo de dois ou três anos, suportado pela autarquia”.

Foi essa, aliás, a medida assumida pela Câmara da Chamusca para reduzir os impactos do novo tarifário junto dos consumidores do seu concelho. A autarquia decidiu suportar parte desse aumento nos próximos três anos. “Vamos fazer o esforço de suportar cinquenta por cento do aumento no primeiro ano, 25 por cento no segundo ano e 12,5 por cento no terceiro. Pensamos que é um espaço de tempo normal para que os consumidores se adaptem aos novos tarifários”, disse Sérgio Carrinho numa sessão da assembleia municipal.

Mesmo assim, e segundo a Águas do Ribatejo, o novo tarifário “é mais vantajoso do que a generalidade dos praticados noutros sistemas de outras zonas do país e, até, na nossa região”. E acrescenta que em 2009 será praticado um tarifário social para apoiar as famílias mais carenciadas. A empresa está a enviar cartas aos consumidores onde, a par do novo tarifário, dá conta desses argumentos e dos investimentos que pretende realizar.

A Águas do Ribatejo foi inicialmente concebida com a participação de 9 municípios da Lezíria do Tejo. Santarém e Cartaxo saíram em ruptura e decidiram avançar com projectos autónomos. Golegã também saiu entretanto, num processo considerado pacífico. Actualmente fazem parte da empresa os municípios de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche e Salvaterra de Magos. Na calha está a adesão de Torres Novas, que se deve processar ainda este ano.

 

Investimento de 75 milhões até 2015

A Águas do Ribatejo garantiu recentemente o financiamento comunitário no valor de 42 milhões de euros do Fundo de Coesão para investir nos sistemas de abastecimento de água e de saneamento básico até 2015. Ao todo a empresa prevê gastar cerca de 75 milhões de euros nesse período. O objectivo é: construir 17 novas estações de tratamento de águas residuais (ETAR) e remodelar 13; construir 44 estações elevatórias e remodelar 12; construir 240 quilómetros de colectores de esgotos; criar 15 novas captações de água e remodelar duas; erguer 10 reservatórios de água e remodelar um.

 

O novo tarifário

Consumidores domésticos: 1º escalão (0 a 5 metros cúbicos) – 0,25 euros/m3; 2º escalão (6 a 15 m3) – 0,57 euros/m3; 3º escalão (16 a 25 m3) – 0,95 euros/m3; 4º escalão (26 a 50 m3) – 1,50 euros/m3; 5º escalão (mais que 50 m3) – 5 euros/m3.

Consumidores comerciais, industriais, garagens, instalações agrícolas e outras: 1º escalão (0 a 150 m3) – 0,85 euros/m3; 2º escalão (mais que 150 m3) – 1 euro/m3.

Estado e outras pessoas colectivas de direito público – 1,38 euros/m3.

Autarquias – 0,80 euros/m3.

Instituições privadas e associações: 1º escalão (0 a 20 m3) – 0,53 euros/m3; 2º escalão (mais que 20 m3) – 0,57 euros/m3.

 

in O Mirante

 

Vender água é o negócio da China e como perderam o aluguer dos contadores metem agora a "mão" na água.

Fazem-nos ainda o "favor" de facilitar e dar desconto a quem não pode pagar. Isso também eu ou qualquer pessoa pode fazer no serviço que presta:

Exemplo: Vamos á oficina mudar um peneu furado, o dono leva-nos mil euros, nós admirados, reclamamos ao que o dono diz que não nos devemos preocupar pois podemos pagar em suaves prestações ou então, em caso de não podermos mesmo pagar faz bom desconto. O que está aqui em causa não é é a justiça do sistema de pagamentos mas o facto de 1000 Euros ser demasiado para substituir um peneu furado.

O mesmo se pode aplicar ao preço da água que é um produto que embora necessite de estruturas para captar, tratar e destribuir, não  necessita de a produzir porque esta está disponível na natureza eles só a tem que tornar potável e fornecer em condições (o que também daria "pano para mangas").

Posso estar a cometer aqui algumas injustiças uma vez que desconheço como se encontram as estruturas de captação, tratamento e distribuição, assim como os parâmetros e objectivos da empresa Águas do Ribatejo. Espero que a qualidade da água melhore e deixe de ter calcário, metais pesados ou excesso de cloro como tem acontecido um pouco em todo o lado com consequências para os nossos aparelhos e a nossa saúde.

publicado por portuga-coruche às 11:20
link | comentar | favorito

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Corte no abastecimento de...

. Novo estudo sobre toxidad...

. De olhos bem abertos

. GNR apanha ladrões de bom...

. 85% da divida foi gerada ...

. Continuamos à Espera

. Orientação Pedestre - Cam...

. Dakar Desert Challenge ap...

. Coruche acolhe caravana d...

. DIA EUROPEU DO ENOTURISMO...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds