Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2012

Cidade alemã está a contratar em massa

Cidade alemã que procura portugueses já recebeu duas mil candidaturas

Madalena Queirós  
(07/02/12)

 

Scwäbisch Hall recebeu duas mil candidaturas desde que o Económico publicou o artigo "A cidade alemã que quer contratar portugueses."

O Instituto de Emprego da cidade alemã de Scwäbisch Hall recebeu mais de duas mil candidaturas para as vagas de emprego, depois da publicação na segunda-feira no Suplemento Universidades & Emprego da reportagem "A cidade alemã que quer contratar portugueses".

As autoridades avisam que ficaram com a caixa de ‘email' cheia e admitem que poderão vir a receber muito mais candidaturas de emprego. Mas as autoridades avisam que "as respostas podem demorar algum tempo, pedindo por isso alguma paciência a quem enviou candidaturas", afirma Petra Fischer, responsável pela imprensa da região Heilbronn-Franken do estado de Badeb-Würtemberg.

Dadas as dificuldades em encontrar mão-de-obra, o presidente da Câmara de Schwäbisch Hall convidou o Diário Económico a visitar a cidade e a conhecer as oportunidades de emprego nas empresas da região. Nesta iniciativa inédita está a convidar portugueses a candidatarem-se aos mais de 2.700 empregos que estão disponíveis. A três horas de avião de Lisboa, a cidade tem 37 mil habitantes e fica a duas horas de carro de Estugarda.

Na Alemanha há mais de 400 mil empregos à espera de candidatos. Os engenheiros estão no topo de lista das profissões mais procuradas, mas há um sem número de sectores a precisar de quadros qualificados.

O salário médio é de 3.500 euros brutos e um engenheiro pode ganhar entre seis a oito mil euros. Nesta cidade em que os empregos correm atrás das pessoas, a taxa de desemprego jovem é de 2%, quinze vezes menor que o valor registado em Portugal.

 

 

in Económico

 

 

Eis a notícia:

Conheça a cidade alemã que quer contratar portugueses

Há uma cidade no Sul da Alemanha com três mil novos empregos disponíveis todos os meses e onde o salário médio é de 3.500 euros.

Há uma cidade alemã a três horas de avião de Lisboa que precisa desesperadamente de trabalhadores qualificados. Numa iniciativa inédita, está a convidar portugueses a candidatarem-se aos mais de 2.700 empregos que ficam disponíveis todos meses. Chama-se Schwäbisch Hall, tem 37 mil habitantes e fica a duas horas de carro de Estugarda. Para lidar com esta falta de trabalhadores qualificados, o presidente da câmara da cidade, Hermann-Joseph Pelgrim, decidiu promover uma iniciativa inédita: convidar jornalistas de países europeus com elevado desemprego (Portugal, Espanha, Itália e Grécia) para conhecerem as oportunidades de trabalho e para as divulgarem nos seus países. O Diário Económico foi o jornal português escolhido para trazer a boa nova de empregos para Portugal.

Na Alemanha há mais de 400 mil empregos à espera de candidatos. Os engenheiros estão no topo de lista das profissões mais procuradas, mas há um sem número de sectores a precisar de quadros qualificados.

O salário médio é de 3.500 euros brutos e um engenheiro pode ganhar entre seis a oito mil euros. Nesta cidade em que os empregos correm atrás das pessoas, a taxa de desemprego jovem é de 2%, quinze vezes menor que o valor registado em Portugal.

Há hipóteses para quem fala inglês, mas na maioria das ofertas falar alemão é essencial. Ainda assim, falar português também pode ser uma vantagem. "Dominar o português é um factor importante porque temos negócios no Brasil e em Angola", afirma Herr Christian Meyer, director de recursos humanos da Voith Turbo, uma empresa com mais de 1,5 mil milhões de euros de volume de negócios e mais de cinco mil trabalhadores.

Mas muitas das multinacionais que procuram pessoas estão disponíveis para pagar o curso de alemão e até a arranjar lugar onde ficar, emprego para o cônjuge e escola para os filhos. Mais: nesta cidade, os jardins de infância têm pessoal especializado para apoiar no ensino da língua a crianças que vieram de outros países para que quando entrem na escola primária não tenham qualquer dificuldade com a língua.

A escola é gratuita e se tem crianças pequenas saiba que pagará 85 euros por mês no jardim de infância. Se quiser um horário prolongado de dez horas, a factura sobe para os 240 euros. A Universidade aboliu as propinas este semestre, uma iniciativa do primeiro-ministro do Estado, o único do partido "Os Verdes" eleito na Alemanha.

Na cidade, a renda de uma casa com dois quartos ronda os 450 euros por mês. A representante económica da região fala do "big five" para convidar os estrangeiros a vir para esta latitude e não poupa nos elogios: "empresas internacionais e líderes de mercado, numa cidade sem engarrafamentos nas horas de ponta, numa região limpa segura e com um ambiente familiar, cheia de vida e actividades culturais e com comida saudável, é o cenário que pode encontrar na região", diz Elke Schweig, responsável pela Câmara de Comércio de Heilbronn-Franken.

Com cidadãos de mais de 110 países e uma intensa actividade cultural, apesar de ser uma pequena cidade localizada no mundo rural, Schwäbisch Hall acolhe algumas das maiores empresas, líderes mundiais de mercado nos sectores em que trabalham. Talvez por isso, quase 99% da população da região não trabalha na agricultura. Com esta operação de charme para atrair mão-de-obra qualificada pretendem garantir que as empresas continuam na região e não partem para outras paragens onde é mais fácil conseguir trabalhadores.

"Temos que convidar jovens europeus a vir para a Alemanha", afirmou Guido Westerwelle, ministro federal para os negócios Estrangeiros na sua apresentação no "Congresso de Líderes do Mercado Global" que, pelo segundo ano, trouxe à cidade algumas das maiores companhias alemãs.

O presidente da câmara diz que quase 70% das empresas foram criadas e continuam a ser geridas por famílias, o que significa que "têm grandes preocupações com a sustentabilidade futura da companhia e não apenas com o lucro rápido" para satisfazer os accionistas. No seu entender, esse é um dos segredos do sucesso da indústria alemã. A verdade é que não se ouve falar de crise, cortes nos salários ou subida do desemprego.

E o frio? Não é um problema "porque as casas estão muito mais preparadas", revela Liliana Henriques, a portuguesa de 33 anos que em breve vai começar a trabalhar em Estugarda como ‘project manager', cargo para o qual vai receber o dobro do que lhe pagariam em Portugal.

E os alemães não são muito fechados? Para acabar com o mito, Liliana Henriques diz que "são muito prestáveis, simpáticos e acessíveis".

"Aparentemente são mais distantes e frios, mas são pessoas com as quais se pode contar", afirma. "Funcionam muito bem. São como um relógio", sublinha.

Se está interessado, basta enviar o seu currículo em inglês para SchwaebischHall.Arbeitgeber@arbeitsagentur.de. A agência de emprego da cidade promete fazer tudo para lhe arranjar um lugar.

Bade - Vurtemberga

Uma região com sete mil vagas
Situada na região de Heilbron Franken, no Sul do país, o estado federal de Bade-Vurtemberga conta com quase oito mil empregos disponíveis nas 35 mil empresas existentes, que exportam mais de 50% da sua produção. Na região procuram diplomados nos sectores de Organização e Gestão, Investigação e Desenvolvimento e Aconselhamento, Educação e Comunicação. Quanto a competências procuram pessoas comunicativas , que saibam trabalhar em equipa, organizadas e com competências interculturais. Com 147 empresas que ocupam os três primeiros lugares em termos de percentagem de mercado que detêm. Quase 70% são propriedade familiar.


Algumas empresas que querem contratar portugueses

Ziehl-Abegg
A multinacional líder na construção de motores Ziehl-Abegg convida estudantes internacionais de Engenharia Mecânica e Eléctrica, de Gestão de Empresas e MBA a candidatarem-se. Basta enviar um currículo em inglês para career@ziehl-abegg.de. Dominar o inglês neste caso é essencial, já o alemão "é um plus, mas não um must", explica Ramona Blankenstein, responsável pelo recrutamento internacional. Ou seja, a empresa está disponível para financiar os estudos da língua. A estas vagas poderão candidatar-se alunos ainda na universidade que poderão receber bolsas de estudo.

Würth
Com quase dez mil milhões de euros de volume de negócios, em 2010, e 400 filiais em 84 países, a empresa especialista na entrega de ferramentas Würth tem mais de seis mil trabalhadores. "Precisamos sempre de pessoas", mas no sector das vendas falar alemão é essencial. Tem entre 100 a 150 vagas, das quais 15 a 20 são para engenheiros e arquitectos. A maioria é para o sector das vendas e, nestes casos, tem que dominar alemão. Carmen Hilkert, responsável pelos recursos humanos, está neste momento em Espanha a contratar pessoas.

Optima Group
É muito provável que tenha na sua cozinha ou casa-de-banho produtos embalados por esta multinacional. Chama-se Optima Group e é a maior empresa do sector situada na região de Bade-Vurtemberga, que é conhecida como "packaging valey" e que tem uma facturação de 12 mil milhões de euros. Mais de 60% dos seus empregados são engenheiros. Pretendem "pessoas que estejam interessadas em comunicar com outras culturas" e estão abertos "a contratar pessoas de outros países", diz Hans Buhler, o CEO da empresa.

Sonnenhof Arche
Hospitais e serviços de cuidados de pessoas e crianças com necessidades educativas especiais é a principal actividade de Sonnenhof Arche. O hospital é o 2º principal empregador da cidade com 1.300 postos de trabalho, 130 dos quais são médicos. Tem dificuldade em encontrar pessoas para preencher as vagas e quer atrair "jovens talentosos" para trabalhar ou estagiar. É importante que falem alemão, mas é dado apoio para que o obstáculo da língua possa ser ultrapassado. O hospital precisa de 10 médicos e 10 pessoas para outros sectores.

Voith Turbo
"Dominar o português é um factor importante porque temos negócios no Brasil e Angola", afirma Herr Christian Meyer, director de recursos humanos da Voith Turbo, uma empresa com mais de 1,5 mil milhões de euros de volume de negócios e mais de cinco mil trabalhadores. Oferece um salário médio bruto de seis mil euros. Também a Bem-papst GMBH & CO tem 10 a 20 vagas para engenheiros a que pode candidatar-se através do site www.ebmpapst.com. Já a Robert Bosch Gmbh Packaging precisa de 50 a 60 engenheiros mecânicos ou eléctricos.

 

Madalena Queirós (06/02/12)

in Económico

 

 

Leiam também a entrevista ao Presidente da Câmara e o seu convite aos portugueses no Económico

 

publicado por portuga-coruche às 07:10
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2012

EUA: Vagas para quem fala português

Turistas brasileiros cada vez mais numerosos

 

A indústria turística americana está à procura de quem fale português, tendo em conta os turistas brasileiros cada vez mais numerosos e gastadores que chegam aos EUA, noticia esta quinta-feira o ‘Folha de São Paulo’.

 

O recado veio da secretária-assistente de Estado interina para Hemisfério Ocidental (Américas), Roberta Jacobson, durante um encontro com Hillary Clinton com 45 estudantes da rede pública brasileira no programa Jovens Embaixadores, que promove intercâmbio cultural.

"A indústria turística está desesperada por quem fala português. Estão a procurar mais informações sobre o Brasil", afirmou aos adolescentes, que têm entre 15 e 18 anos.

Os EUA têm, nas últimas semanas, redobrado os acenos ao Brasil nas áreas de turismo e educação. Na semana passada, o presidente Barack Obama anunciou a simplificação do programa de vistos para brasileiros, de forma a aumentar o número de documentos emitidos.

 

in Correio da Manhã

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:10
link do post | comentar | favorito

Se pretendes emigrar isto interessa-te!

 

Os países que estão a contratar portugueses, por profissões (via IEFP).

Há 11 países sedentos de talento e onde há muitas oportunidades de emprego para os profissionais portugueses. Segundo o presidente do IEFP, Octávio Oliveira, os destinos naturais para os talentos portugueses são o Reino Unido, França, Suécia, Finlândia, Noruega, Brasil, Suíça, Bélgica, Holanda, Espanha e Alemanha.

O responsável revela que os profissionais devem procurar empresas que estejam a apostar no mercado da exportação: “Os sectores com um perfil exportador serão aqueles que estarão menos vulneráveis à retracção do mercado interno e onde a geração de postos de trabalho vai acontecer. E que, à partida, apresentarão melhor potencial”, explicou o responsável.

Em relação às áreas de procura, Octávio Oliveira mencionou seis principais: profissionais de Tecnologias de Informação; Enfermeiros; Psicólogos Clínicos; Construção Civil e Obras Públicas; Animação Turística, Desportiva e Hotelaria e Arquitectos e Engenheiros

“Os serviços públicos de emprego dos Estados-membros têm o programa EURES, que, neste momento, tem apresentado interessantes realizações neste domínio. O objectivo é que, nos próximos anos, seja efectivamente um instrumento importante de consagração da mobilidade de trabalhadores em países europeus”, revelou Octávio Oliveira.

Através dos centros de emprego e da rede EURES, o IEFP tem concretizado situações em intercâmbio com outros serviços públicos de outros Estados-membros.

Em entrevista à EVT, e respondendo ao apelo do primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, para os professores emigrarem, o responsável revelou que uma “fatia significativa de inscritos nos ficheiros dos centros de emprego” são professores, e que há hoje um conjunto de países, “como Angola e Moçambique, que podem apresentar oportunidades para essas pessoas”.

“A atitude deve ser de inovação de todos nós. Por parte dos serviços públicos de emprego em encontrar novas soluções que facilitem o ingresso no mercado de emprego. Também da parte das pessoas que estão desempregadas deverá haver uma perspectiva inovadora do confronto dos seus requisitos, um diagnóstico de pontos fortes e fracos e o estabelecimento de uma estratégia de inovação na qual o serviço de emprego pode e deve ajudar.

Octávio Oliveira explicou ainda que terá de haver pró-actividade por parte do desempregado. “Tem que ser o próprio a ter uma atitude activa e a enfrentar a solução, não é só inscrever-se no centro de emprego, isso é pouco”.

Finalmente, o responsável disse que o Brasil “tem um grande conjunto de oportunidades ao nível das arquitecturas e engenharias”, muito por causa dos próximos eventos desportivos que lá se realizarão”.

Haverá ainda uma franja de jovens diplomados que “devem tornar-se empreendedores. A criação de empresas não é uma varinha mágica que resolve os problemas, mas deve resultar de uma avaliação de diagnóstico”.

Leia a entrevista na íntegra.

Para estes, o IEFP tem programas de apoio à criação de empresas. A “muito curto prazo”, por outro lado, haverá mais iniciativas destas

 

Áreas de procura

 

Profissionais de Tecnologias de informação
Reino Unido, França, Suécia, Finlândia, Noruega, Brasil.

 

Enfermeiros
Reino Unido, França, Noruega e Suíça.

 

Psicólogos clínicos
Noruega.

 

Construção civil e obras públicas
Brasil, França, Bélgica e Holanda.

 

Animação Turística, desportiva e Hotelaria
Espanha, França.

 

Arquitectos e Engenheiros
Brasil e Alemanha.

 

 

 

in Greensavers

 

É notório que neste momento a emigração de portugueses é muito diferente das anteriores. Noutras alturas emigrava-se e havia oferta não qualificada, ou seja, havia empregos para os quais não era necessário ter qualquer tipo de formação, bastava que o trabalhador se adaptasse e se sujeitasse a fazer o que lhe apresentavam. Neste momento, mesmo nos países do terceiro mundo as necessidades são de pessoas qualificadas: engenheiros, médicos, enfermeiros. Quem não tiver qualificação está lixado! Nem aqui, nem lá fora!

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 31 de Outubro de 2011

Governo aconselha jovens a emigrarem

«Se estamos no desemprego, temos de sair da zona de conforto e ir para além das nossas fronteiras»

 

 

Os jovens portugueses desempregados devem emigrar, em vez de ficarem na sua «zona de conforto», disse no sábado o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Alexandre Miguel Mestre.

«Se estamos no desemprego, temos de sair da zona de conforto e ir para além das nossas fronteiras», disse o governante, que falava para uma plateia de representantes da comunidade portuguesa em São Paulo e jovens luso-brasileiros, citado pela Lusa.

Segundo o mesmo responsável, o país não pode olhar a emigração apenas com a visão negativista da «fuga de cérebros».

Para Miguel Mestre, se o jovem optar por permanecer no país que escolheu para emigrar, poderá «dignificar o nome de Portugal e levar know how daquilo que Portugal sabe fazer bem».

Caso a opção seja por, no futuro, voltar a Portugal, esse emigrante «regressará depois de conhecer as boas práticas» do outro país e poderá «replicar o que viu» no sentido de «dinamizar, inovar e empreender».

Com o intuito de capacitar o jovem português e aumentar os laços com outros países, o responsável diz que o governo português pretende incentivar também os intercâmbios estudantis e os estágios no estrangeiro.

A presença do jovem no estrangeiro será um dos temas abordados do Livro Branco da Juventude, que deverá ser lançado a 02 de Novembro, disse.

 

Por Redacção  PGM

in Agência Financeira

 

 

publicado por portuga-coruche às 07:10
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 15 de Junho de 2011

Santana do Mato: Roubo falhado a ATM destrói junta

Nova explosão em Coruche

 

 
Os assaltantos injectam gás no compartimento da ATM e provocam a explosão

O edifício da Junta de Freguesia de Santana do Mato, em Coruche, ficou na madrugada desta quarta-feira parcialmente destruído na sequência de mais uma tentativa de roubo a uma caixa multibanco com recurso a gás falhada. Uma hora depis, um grupo de três pessoas fez nova tentativa, próximo de Setúbal.

 

Fonte do Comando Nacional da GNR confirmou ao CM que a patrulha foi chamada ao local por volta das 3h35, alertada para a ocorrência de um rebentamento.

"O edifício estava em chamas junto à ATM", explicou a mesma fonte, adiantando que o dinheiro não terá sido removido. "Não chegaram a consumar o furto", afirmou. Os bombeiros de Coruche foram chamados ao local para travar o incêndio e o edifício da junta ficou totalmente destruído, sem portas nem janelas.

O método usado pelos dois gangs com esta técnica activos, um a Norte e outro a Sul, é simples: através de uma botija de gás ligada por fios eléctricos à caixa ATM e à bateria de um automóvel, os assaltantes destroem por completo as máquinas ATM, arrasando tudo à volta.

À SIC, Joaquim Banha, presidente da junta, admitiu tratar-se do quinto assalto à caixa multibanco. "A destruição é total", avançou o autarca, sublinhando que os roubos surgiram quase sempre após os carregamentos da ATM.

Uma hora depois da tentativa de roubo frustrada em Coruche, por volta das 4h45, um carro da GNR que estava a fazer patrulhamento impediu novo assalto, desta feita na Estrada de Santo Ovídeo, em Faralhão, Setúbal.

Segundo fonte da GNR, tratou-se de "uma tentativa de furto na dependência da CGD". Um grupo de três pessoas "tinha já o material pronto para usar", adiantou ao CM a mesma fonte. Só o aparecimento da patrulha evitou novo rebentamento, mas os ladrões colocaram-se em fuga.

A GNR admite "ser possível" ter-se tratado do mesmo grupo a executar as duas tentativas de roubo às ATM de Coruche e Setúbal.

Entre tentativas consumadas e frustradas, no último mês e meio foram registados 18 crimes com explosão de gás.

 

 

Por:D.R.

in Correio da Manhã

 

 

Porque será que a televisão brasileira Record também só fala neste tipo de roubo (explosão de caixas multibanco)? As modas no Brasil chegam rápido a Portugal. Rápido demais..... 

É mais um problema que vem dificultar a vida aqueles brasileiros que vem para cá para trabalhar e construir vida. A emigração, tendo como objectivo a carreira criminosa em Portugal é um facto! As autoridades tem de agir JÁ, antes que os honestos e trabalhadores comecem a ser descriminados por causa daqueles que que não respeitam nada nem ninguém.

Conheço em Coruche brasileiros trabalhadores e honestos. É dessa gente que necessitamos aqui. É por isso que são tão bem acarinhados! Infelizmente também conheço o reverso da medalha. Alguns brasileiros que por cá passaram que deixaram dívidas e azedumes (como um certo barbeiro que abalou de bolso cheio mas com dívidas em todo lado)..... 

 

publicado por portuga-coruche às 07:05
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 28 de Abril de 2011

Máfia brasileira engana tribunal

Seixal: Megajulgamento adiado até segunda-feira

 

 
Julgamento dos 25 acusados marcado por fortes medidas de segurança

Na primeira sessão de julgamento, anteontem, quase todos os arguidos do processo ‘máfia brasileira’ disseram ao colectivo de juízes que pretendiam falar. E por isso o tribunal reservou dois dias para ouvir os depoimentos. Mas ontem, por ordem dos advogados de defesa, todos ficaram calados, alegando que queriam esperar pela produção de prova em tribunal. Como resultado, as duas sessões de julgamento marcadas para ontem e hoje tiveram de ser canceladas.

  

A táctica usada pela defesa dos arguidos atrasou os trabalhos e agravou a ira do colectivo de juízes, perante o comportamento de causídicos e arguidos em tribunal: "Não podem estar sistematicamente a chegar atrasados", avisou a presidente do colectivo Maria João Roseira, informando que nas próximas sessões "o tribunal não vai esperar [pelos advogados] e será nomeado um defensor oficioso". Nenhum dos advogados de defesa quis comentar a advertência do tribunal.

Na próxima sessão do julgamento que envolve 25 arguidos – acusados de crimes que vão desde o homicídio até ao rapto, associação criminosa, posse de armas e extorsão, entre outros – começam a ser ouvidas as testemunhas de acusação, que, por questões de segurança, vão prestar depoimento por videoconferência a partir de outros tribunais.

 

 

in Correio da Manhã

 

 

Alguém lhes disse que com o crime se safavam cá em Portugal e agora é vê-los a emigrar, não para trabalhar mas para estebelecer cá as suas actividades criminosas.

Estes brasileiros estão também a minar a permanência daqueles que vem para Portugal para honestamente e com trabalho, conseguirem uma vida melhor.

publicado por portuga-coruche às 07:05
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

Empresário da Póvoa de Santarém sem esperança de recuperar três tractores roubados em 2009

Desde a madrugada de 23 de Novembro de 2009 que António Costa perdeu o rasto a três tractores de marca Fendt levados das instalações da empresa Agripóvoa, concelho de Santarém. Das máquinas ficou mesmo apenas o rasto deixado pelos rodados em terrenos vizinhos e a vedação traseira da empresa derrubada. Os tractores foram conduzidos até um local onde se supõe que tenham subido para a área de carga de um veículo pesado e levados para parte incerta.

Para António Costa fica o lamento da perda das máquinas, que estavam em exposição no exterior do pavilhão, avaliadas em 300 mil euros, e de uma investigação pelas autoridades que não deu qualquer fruto.

“O meu advogado tentou saber pormenores com a Investigação Criminal da GNR mas ninguém tem informações. Assim, vou perdendo a esperança”, conta António Costa, sabendo que de Estremoz à Póvoa de Santarém, passando por Coruche foram roubados 20 tractores em todo o país num curto espaço de tempo.

O oficial de relações públicas do Comando de Santarém da GNR, tenente-coronel Nunes, confirma que ainda decorre o inquérito sobre o caso do roubo dos tractores mas que não há grandes novidades sobre o paradeiro das máquinas nem dos suspeitos. “Quando o inquérito terminar é remetido ao Ministério Público que o pode arquivar ou não”, acrescenta o militar.

Internamente, António Costa reforçou o sistema de vigilância da empresa e passou a guardar os tractores dentro do pavilhão em vez de ficarem em exposição no exterior. Apesar do rombo económico com a perda dos tractores, conseguiu manter postos de trabalho e não perder competitividade. “A luta agora é com o seguro para ser prejudicado o menos possível”, conclui.

 

 

in O Mirante

 

Dos tractores roubados em Coruche já se soube qual o destino e quem os roubou

 

Segundo o Mirante: "foram recuperados em Veneza, Itália, três dias depois. Foram detidos pelas autoridades italianas dois homens romenos que conduziam o veículo pesado que transportava os tractores."

 

publicado por portuga-coruche às 06:55
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Fevereiro de 2011

Coruche – Detidos em flagrante a furtar gasóleo

Coruche – Detidos em flagrante a furtar gasóleo PDF Versão para impressão
Sexta, 04 Fevereiro 2011 17:02
A GNR de Coruche deteve cinco estrangeiros em flagrante, na madrugada do dia 4, quando se encontravam a furtar gasóleo de um veículo pesado de mercadorias. Os suspeitos tinham na sua posse um jerrican de 40 litros com gasóleo e uma mangueira para extrair combustível. Foram constituídos arguidos e libertos mediante Termo de Identidade e Residência.

Fonte: GNR

 

in Portal da Segurança

publicado por portuga-coruche às 07:10
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Março de 2009

Juntas passam cada vez mais atestados de pobreza

Juntas passam cada vez mais atestados de pobreza


JOÃO BAPTISTA, Santarém
 
Cinco presidentes de juntas de freguesia, cinco olhares diferentes para a realidade do País vista de perto. No Encontro Nacional de Freguesias, ontem realizado em Santarém, autarcas de diferentes meios deram ao DN testemunhos dos problemas sociais com que se confrontam, devido ao agravamento da crise.

"As juntas são o primeiro balcão que os portugueses procuram quando têm problemas e funcionam como barómetro da situação social do País", disse ao DN o presidente da Associação Nacional de Freguesias - Anafre, Armando Vieira (PSD).

"É preciso que não nos retirem verbas, para podermos ajudar a matar à nascença os problemas sociais, servindo-nos desta mais-valia que é a nossa maior proximidade dos cidadãos", referiu Armando Vieira, também presidente da freguesia de Oliveirinha, no concelho de Aveiro.

"O aumento do desemprego é muito sentido na região de Aveiro e todos os dias chegam pedidos de ajuda para compra de medicamentos, principalmente de idosos. Agora são também os pedidos de ajuda de desempregados para comprar alimentos, pagar a água, a electricidade, o gás e a renda de casa", adiantou.

A presidente da Junta de Rio Maior, Isaura Morais (PSD), afirma ser preciso reunir meios para "uma nova realidade: os chamados novos pobres". Explicou que "há cada vez mais desemprego e mais pedidos de atestados de pobreza de pessoas que têm necessidade de pagar dívidas a prestações, como as contas acumuladas da água ou da electricidade".

"Sabemos haver muitas crianças que fazem na escola a sua única refeição completa do dia", diz a autarca.

Para José Fidalgo (PS), presidente da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira, "o mais importante é pensar na forma de sair desta crise. Temos de nos organizar para que o problema das famílias da chamada pobreza envergonhada não atinja dimensões incontroláveis".

Autarca propõe criação de "manual do cidadão" para as pessoas saberem a quem exigir responsabilidades e quais as competências de cada órgão da administração pública. "Para os cidadãos saberem a quem podem chamar sacana", sublinhou.

Carlos Pereira, presidente da junta de Fernão Ferro (CDU), lembrou que "antigamente, as pessoas dirigiam-se ao padre da terra para procurar ajuda. Hoje vão ter com o presidente da junta para resolver os seus problemas. Cada vez vêm mais desempregados pedir-nos alimentos e apoio para pagar rendas de casa".

O presidente da junta de Santana do Mato, no concelho de Coruche, Joaquim Banha (PS) diz que "também no interior se está a sentir a crise, com uma comunidade de duas centenas de brasileiros e ucranianos a ser atingidos pelo desemprego e pela falta de casa". A sua maior preocupação é a legalização destes imigrantes, "para poderem ser integrados e ter acesso aos apoios sociais".|

in DN Online

publicado por portuga-coruche às 10:05
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

PJ caça pai e filho por roubos violentos

Grande Lisboa: Total de seis presos por assaltos à mão armada

O pai, de 44 anos, foi o mentor de um assalto com uma arma de guerra a uma loja de roupa na Ericeira, a 22 de Agosto. O filho, de 27, líder do grupo que no final de Junho assaltou uma vendedora de peixe no Beato, Lisboa. Ambos foram capturados anteontem pela PJ, mas, presente ao juiz, o filho saiu em liberdade. O pai só é interrogado hoje. Os dois brasileiros são ainda suspeitos de mais crimes violentos, no Verão, na Grande Lisboa. 
 

Fonte da PJ de Lisboa afirmou ao CM que a busca efectuada à casa dos suspeitos permitiu "prender na mesma altura o pai e o filho", apesar de os dois "não estarem inseridos no mesmo grupo". Os crimes cometidos ocorreram "em situações e zonas diferentes da Grande Lisboa".

O CM apurou que o elemento mais velho "era o condutor da viatura usada no assalto à loja da Ericeira". Na altura, devido à chegada de uma patrulha da GNR, pôs-se em fuga, abandonando os quatro companheiros que viriam a sequestrar um homem para usar o seu carro. Foram capturados nesse dia.

O mais novo "era o mentor de um outro grupo de quatro elementos que, em plena luz do dia, apontou uma arma a uma peixeira no Beato para roubar os dois mil euros que tinha arrecadado".

Na operação, a PJ apreendeu os dois veículos usados nos assaltos e uma arma de guerra usada pelo pai. "Trata-se de uma arma de calibre 9 mm de fabrico americano que foi pertença do exército dos Estado Unidos."

A mesma fonte da PJ adianta que "estas pistolas já deixaram de ser usadas pelos militares e muitas foram para a sucata. No entanto, há sempre algumas que reaparecem no mercado negro. Isto é frequente, por exemplo, nos Açores".

Os dois suspeitos foram ontem ouvidos em primeiro interrogatório judicial. O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa aplicou apresentações periódicas à PSP ao filho, enquanto o pai só hoje é que será interrogado no Tribunal de Mafra.

PRESO GANG DE SINTRA

A PJ de Lisboa prendeu anteontem mais quatro homens, entre os 18 e os 24 anos, que em Julho roubaram, sob ameaça de arma, uma funcionária de um supermercado em Casal de Cambra, Sintra. Na altura, apesar da violência usada, roubaram apenas dois telemóveis. Fonte da PJ adiantou ao CM que os quatro detidos "são ainda suspeitos de terem participado, sempre em grupo, em diversos assaltos na via pública", especialmente em "roubos por esticão". Um dos homens tem antecedentes criminais por abuso sexual de pessoa incapaz de resistência e de abuso sexual de criança. Os detidos serão presentes hoje no Tribunal de Sintra.

PORMENORES

PEIXEIRA AMEAÇADA

No assalto à vendedora no Beato, em pleno mercado, para lá da arma de fogo (6,35 mm) o grupo chegou a utilizar "uma faca de peixe para coagir a mulher a entregar o dinheiro".

BENS POR REAVER

No assalto à loja da Ericeira, o grupo liderado pelo homem de 44 anos roubou roupa no valor de 2030 euros, três telemóveis avaliados em 1750 euros, um computador portátil de 1800 euros e 600 euros em dinheiro que tiraram da caixa registadora. Os bens não foram encontrados.

João C. Rodrigues
 
in Correio da Manhã
 
Ainda por cima brasileiros !? Se não estão cá atrabalhar nem a fazer turismo, mas antes a gamar, isso era mas é expulsão com mandado de captura permanente: vais e se voltas és preso. É duro o que digo ? Vão defender essa junto das vitimas......
É lixo deste que prejudica os brasileiros honestos que querem trabalhar e melhorar de vida.
Somos um país de emigrantes e gente hospitaleira mas estes trastes, associados a uma justiça que não actua está a mudar atitudes. De futuro, por este andar os justos pagarão pelos pecadores.
O povo está farto e como diz o ditado "gato escaldado de agua fria tem medo".

 

publicado por portuga-coruche às 11:04
link do post | comentar | favorito

.Citações Diárias

.Visitantes On-line

.Total de Visitas


Consultar Estatisticas

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Cidade alemã está a contr...

. EUA: Vagas para quem fala...

. Se pretendes emigrar isto...

. Governo aconselha jovens ...

. Santana do Mato: Roubo fa...

. Máfia brasileira engana t...

. Empresário da Póvoa de Sa...

. Coruche – Detidos em flag...

. Juntas passam cada vez ma...

. PJ caça pai e filho por r...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 

.Outro Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds