Terça-feira, 12 de Outubro de 2010

Festival taurino em Santarém em defesa da festa brava

Quatro corridas de toiros em dois dias para tentar recolher mais 15 mil assinaturas para petição lançada por Moita Flores

Santarém vai ser nos dias 23 e 24 de Outubro a capital da festa brava, estando prevista a realização de quatro corridas de toiros na Monumental Celestino Graça com bilhetes a 1 euro. A intenção da organização do festival taurino é recolher mais 15 mil assinaturas para a petição em defesa da festa brava, promovida pelo escritor e presidente da Câmara de Santarém Francisco Moita Flores.

 

“É uma jornada organizada por aficionados para aficionados, que conta com a generosidade de muita gente que se ofereceu para este combate para afirmação dos valores que alguns, uma pequena minoria que se arma em dona da moral, querem destruir sem respeito nem pela História, nem pela Cultura, nem pela sobrevivência de milhares de homens e mulheres cujo sustento depende da criação de touros e cavalos”, diz Moita Flores.

 

Para sábado, 23 de Outubro, estão marcadas três corridas. A primeira, pelas 11h30, terá como protagonistas os jovens cavaleiros Marco José, Pedro Salvador, Filipe Gonçalves, Joana Andrade, Gonçalo Fernandes e Tiago Lucas, o novilheiro Nuno Casquinha e os forcados do Ribatejo, S. mancos, Azambuja, Portalegre, Moura e Beja.

 

Pelas 16h00, actuam os cavaleiros Manuel Jorge de Oliveira, Paulo Caetano, Joaquim Bastinhas, António Telles, Francisco Palha e Tomás Pinto, o matador Luís Procuna e os forcados de Santarém, Montemor e Alcochete.

 

Ainda no sábado, pelas 21h30, vão estar na arena os cavaleiros Rui Salvador, Luís Rouxinol, José Manuel Duarte, Vítor Ribeiro, Sónia Matias e Ana Batista. O matador Parrita e os forcados de Coruche, Chamusca e Aposento da Moita completam o cartaz.

 

O programa completa-se no domingo, com uma corrida marcada para as 16h00. Brito Pães, Manuel Lupi, Manuel Telles Bastos, João R. Telles Jr., Duarte Pinto, Salgueiro da Costa vão estar na lide a cavalo, actuando a pé os novilheiros Manuel Dias Gomes, João Augusto Moura e Gonçalo Montoya. Nas pegas vão estar os forcados de Lisboa, Évora e Aposento da Chamusca. Os toiros para as quatro corridas são cedidos por “prestigiadas ganadarias.

 

A organização refere que não haverá reservas de entradas e que os bilhetes estarão à venda nos locais habituais. Os grupos de forcados participantes também terão ingressos para vender.

 

“Propomo-nos recolher 15 mil assinaturas durante os dois dias e, por isso vos convidamos a estar presentes, assistindo às manifestações que vão ocorrer pela cidade e também às quatro corridas do festival taurino ao preço simbólico de um euro por entrada. Traga consigo quem não assinou a petição. Traga consigo quem defende os valores da liberdade, da tolerância, do respeito pelos homens e pelos animais”,a pela Moita Flores numa comunicação dirigida “aos amigos da festa brava”.

 

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 07:10
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 20 de Abril de 2010

“Mês do professor, da criança e da educação” em Santarém

 

O “Mês do Professor, da Criança e da Educação” realiza-se em Santarém, com diversas actividades a acontecerem até ao final do mês de Abril, actividades que incidem sobre a violência escolar, a alimentação e os distúrbios alimentares mais frequentes nos jovens e ainda uma homenagem aos professores.

 

Os “Comportamentos de Bullying em contexto escolar” vão estar em debate, uma vez que falar de violência escolar é também falar de bullying. O termo bullying foi cunhado por Dan Olweus, professor da Universidade da Noruega, numa das suas investigações sobre tendências suicidas em adolescentes e vai estar em debate no workshop “Comportamentos de Bullying em contexto escolar”, no dia 20, às 18 horas, na Casa do Brasil, com o objectivo de  consciencializar os profissionais da educação e o público em geral para um problema que é vivido por um elevado número de crianças e jovens no nosso país.

O workshop “Comportamentos de Bullying em contexto escolar” vai ser proferido por Sónia Raquel, da Escola Superior de Educação de Santarém e está integrado no “Mês do Professor, da Criança e da Educação” que está a decorrer  até ao dia 23 de Abril, em Santarém.

“Somos o que comemos”. Este é o mote para a palestra sobre “Alimentação Saudável e Distúrbios de Comportamento Alimentar”, pelo nutricionista Ricardo Nunes, no dia 21, às 18 horas, também, na Casa do Brasil.  A palestra é dirigido a jovens, profissionais de educação, pais e público em geral.

O “Mês do Professor, da Criança e da Educação” culmina com um jantar de homenagem aos professores, no dia 28 de Abril, na  Casa Campino. A animação vai estar a cargo dos vencedores do concurso “BioSong” e por outros artistas. No local, vai estar também patente uma exposição com os melhores trabalhos do Concurso “BioFlash”.

 

in O Ribatejo

publicado por portuga-coruche às 07:15
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Julho de 2009

Moita Flores vai continuar a levar doentes a Cuba enquanto houver "marosca" em Portugal

O presidente da Câmara Municipal de Santarém disse hoje que o acordo para operar munícipes em Cuba vai continuar “enquanto perceber que há marosca”, tanto nas cirurgias como nas consultas externas de oftalmologia.

 

Francisco Moita Flores, independente eleito pelo PSD, almoçou com o segundo grupo de munícipes operados aos olhos em Cuba, afirmando que continua atento às listas de espera.

 

“Quando perceber que existe marosca, não só nas listas de espera para cirurgia mas também nas consultas externas - basta fechar a lista das consultas para reduzir o agendamento de cirurgias -, lançarei nova provocação”, disse, sublinhando o impacto que a adesão de Santarém ao programa iniciado por outras autarquias teve no país.

 

Moita Flores criticou as razões “muitas vezes burocráticas, de poupanças até irrisórias, que levam (o Serviço Nacional de Saúde) a tratar pessoas como se fossem coisas”, frisando que o programa de operações em Cuba resulta da “preocupação com as pessoas mais velhas e mais carenciadas”.

 

O autarca disse também que o almoço com os munícipes operados visou apenas partilhar com eles a “alegria” de voltarem a ver, o que ficou espelhado no pedido que um homem lhe fez, para autografar o seu último livro, porque voltou a ler, ou de uma mulher que lhe disse ter voltado a ver o neto que não via há dois anos.

 

Maria Arminda, 66 anos, está a fazer um presépio de barro para oferecer ao presidente da Câmara Municipal de Santarém, uma forma de agradecer a operação às cataratas em Cuba, que lhe devolveu a visão.

 

Com 66 anos, há muito que tinha abandonado o passatempo de trabalhar o barro, porque a vista já não permitia.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 10:23
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Casa de alterne absolvida dos crimes de lenocínio e ajuda à imigração ilegal

Casa de alterne absolvida dos crimes de lenocínio e ajuda à imigração ilegal

por Augusto Freitas de Sousa, Publicado em 24 de Junho de 2009
 

 
O La Siesta, no Vale de Santarém, é considerado a maior casa de alterne do paísO Ministério Público acusou mas, em tribunal, concordou com a absolvição. Kikas, a proprietária, foi ilibada de todas as acusações

Com excepção das matinés para adolescentes ou dos chás dançantes para a terceira idade, seis da tarde é, no mínimo, uma hora improvável para um bar do tipo discoteca/pub começar a funcionar. Em Vale de Santarém, nem por isso. Bem no centro da vila ribatejana, cerca de 70 jovens mulheres esperam a oportunidade de entreter os clientes, que começam a aparecer no La Siesta ao fim da tarde - às vezes até mais cedo.

Um portão aberto, câmaras de videovigilância "para sua segurança", um parque de estacionamento e uma pequena esplanada são a antecâmara de um espaço escuro com três bares, um pequeno palco, chão de tijoleira, uma sala de jantar contígua e dezenas de ícones que parecem saídos de um filme do jovem Travolta ou da esquecida Olivia Newton-John: desde bolas espelhadas que reflectem o vermelho nas paredes também cobertas de espelhos, a bebidas e adereços vários.

Ao centro impõe-se ao olhar um gigantesco quadro - uma homenagem à Kikas, "oferecida pela sua filha, Michelle". É a Maria da Conceição António, proprietária do La Siesta, mulher conhecida do Vale do Tejo a Lisboa (e não só), a quem as raparigas chamam mãe e os clientes tratam por Kikas.

As raparigas, muitas delas brasileiras, espalham-se pelo espaço, sentadas de perna traçada em cadeiras ou aventurando-se junto dos homens encostados ao balcão. A roupa é escassa e pouco deixa a adivinhar: vestidos justos, minissaias, muita pele à vista e um toque de maquilhagem, com mais ou menos arte.

A maior casa de alterne do país Lá dentro, 50 quartos e uma piscina interior completam o cenário da casa que os investigadores do Serviço de Estrangeiros de Fronteiras (SEF) sinalizaram como a maior do género em Portugal.

Os mesmos investigadores que manifestaram ao i a sua revolta pela decisão do tribunal, que envolveu uma investigação da GNR e do SEF à casa de Kikas - um processo que resultou de buscas, vigilância, escutas, transferências bancárias e cheques, entre outras diligências.

Absolvição Tudo somado, os indícios e factos revelados na investigação foram mais do que suficientes para o delegado do Ministério Público, Eduardo Sá de Couto, acusar a proprietária do La Siesta de crimes de lenocínio e auxílio à imigração ilegal.

No entanto, mais tarde, já em audiência e com um novo procurador à frente do processo - António Artilheiro -, o Ministério Público optou por seguir a decisão do colectivo de juízes e concordar com a absolvição da dona do La Siesta.

O advogado de defesa congratulou-se com a decisão e a própria Kikas disse ao i que o seu é "o único bar para o qual o Ministério Público pediu a absolvição", remetendo qualquer comentário para o processo judicial encerrado em Janeiro de 2008.

Telefonema anónimo O processo, a que o i teve acesso, começou com um telefonema anónimo sobre recebimentos indevidos, maus-tratos e prostituição, entre outras acusações - que não ficaram provadas em tribunal.

No texto da acusação, o Ministério Público refere que todos os dias da semana, entre as 18h00 e as 4h00, "além de fornecer bebidas aos clientes, Kikas fornece espectáculos de dança exótica e striptease e serviços sexuais remunerados", cumpridos por dançarinas e outras mulheres, geralmente brasileiras, "contratadas por aquela para prestar tais serviços". Ainda segundo o texto, a proprietária do La Siesta recebia um lucro mensal de pelo menos 13,5 mil euros, proveniente de uma percentagem sobre as bebidas, os espectáculos no interior do bar, os alugueres de quartos e as relações sexuais que as brasileiras ilegais têm com os clientes.

Constituída arguida, Kikas foi sujeita a termo de identidade e residência e a apresentação semanal no posto da GNR.

Maria da Conceição António não apresentou contestação, não requereu abertura da instrução nem apresentou testemunhas.

Durante o julgamento ficou provado que havia espectáculos de striptease, que as mulheres ficavam com 50% do preço das bebidas que os clientes consumiam, que pagavam pelo quarto a Kikas e que os clientes desembolsavam 30 euros para para terem relações sexuais com as mulheres naquele espaço.

Não ficou provado que Maria da Conceição António ganhasse os referidos 13,5 mil euros por mês, tão-pouco que ficasse com dinheiro proveniente de sexo ou sequer soubesse que as mulheres eram ilegais.

Mil casas de alterne A decisão de absolver Kikas revoltou alguns investigadores do SEF conhecedores do processo que estavam convencidos de que a prova conseguida era suficiente para uma condenação.

O i apurou que, além deste, a proprietária do bar La Siesta tem outros processos de contra-ordenação, instaurados pelo SEF, cujo valor ultrapassa os 100 mil euros.

Gonçalo Rodrigues, presidente do Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do SEF, referiu ao i que "há em Portugal cerca de mil casas de alterne que exploram 30 a 40 mil mulheres ilegais", que não têm quaisquer direitos. Gonçalo Rodrigues defende que estes bares de alterne devem ser regulamentados especificamente, em vez de "estarem sujeitos ao regime da restauração e dos bares em geral". O presidente do sindicato garantiu que nunca teve uma resposta do governo sobre esta matéria, apesar de já ter alertado os governantes.

 

 

in Ionline

publicado por portuga-coruche às 09:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

Instituto Meteorologia confirma existência de tornado com ventos de 200 quilómetros

A ocorrência de um tornado quarta-feira em algumas aldeias do concelho de Santarém foi esta quinta-feira confirmada à agência Lusa por um especialista do Instituto de Meteorologia (IM), durante uma visita às localidades afectadas.

"Confirmo que se tratou de um tornado, cuja intensidade dos ventos poderá ter atingido ou excedido ligeiramente os 200 quilómetros por hora", disse à agência Lusa Paulo Pinto, um dos dois meteorologistas da área de radares meteorológicos que se encontra no terreno para avaliar os impactos do incidente.

Paulo Pinto sublinhou que o valor para a intensidade dos ventos é um estimado "a partir da intensidade e da natureza dos danos causados e não pela medição directa da intensidade dos ventos no interior do tornado".

Explicou que a classificação para determinar a intensidade dos ventos é a escala de Fujita, que vai de F0 (intensidade mínima) a F5/F6 (intensidade máxima), e que "pela intensidade dos danos verificados nos locais atingidos se pode concluir que ocorreu um tornado de, pelo menos, intensidade F1, mas que poderá ter chegado a F2".

"Ainda é, contudo, cedo para concluir a intensidade dos ventos do tornado, uma vez que não visitámos todos os locais atingidos", enfatizou.

Sublinhou que a avaliação do fenómeno "não resulta da medição da intensidade dos ventos, mas de estimativas a partir dos danos causados nos locais que ainda estão a ser avaliados" pela equipa de meteorologistas.

Os primeiros locais visitados pela equipa de meteorologistas foi a freguesia de Abrã e a localidade de Canal (na mesma freguesia) e Amiais de Baixo, onde avaliaram os danos causados numa fábrica "cuja estrutura de 16 ou 17 toneladas ficou completamente destruída", disse.

A visita da equipa do IM vai prolongar-se durante a tarde, seguindo o trajecto da "nuvem mãe a que o tornado esteve associado, num percurso de Sudoeste para Nordeste, num total de entre 10 a 15 quilómetros".

Alcanena, Amiais de Baixo, Amiais de Cima e Vila Moreira são algumas das localidades que os técnicos irão visitar durante a tarde, disse Paulo Pinto.

A visita termina em Zibreira, por, até ao momento, ser o último local de que a equipa do IM tem conhecimento da existência de danos, concluiu.

O tornado ocorrido cerca das 09:00 de quarta-feira percorreu perto de 15 quilómetros dos concelhos de Santarém, Alcanena e Torres Novas, provocando desalojados e danos materiais que o presidente da Câmara de Santarém estimou hoje cifrarem-se entre cinco e sete milhões de euros.

in O MIrante online

publicado por portuga-coruche às 13:57
link do post | comentar | favorito

.Citações Diárias

.Visitantes On-line

.Total de Visitas


Consultar Estatisticas

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A especulação financeira ...

. Cuidado com os ovos

. Creche transportou crianç...

. Acidente mortal em Santar...

. Exposição dedicada ao Mon...

. Câmara de Santarém quer p...

. Se na escola básica já é ...

. Mais de 50 mil assinam pe...

. Jovem da Glória agredido ...

. Festival taurino em Santa...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 

.Outro Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds