Quinta-feira, 25 de Outubro de 2012

Espanha: O drama de quem tem de entregar a casa ao banco

 

Um homem de 54 anos enforcou-se esta manhã na frutaria do irmão, em Granada, Espanha. Para hoje estava marcada a ordem de despejo da sua casa por incumprimento do empréstimo habitação. Os ‘sem lar’, como já são conhecidos, multiplicam-se por toda a Espanha e, só não perdem a casa, como têm toda a vida em suspenso desde então.

Não são mendigos, indigentes ou imigrantes ilegais. Trata-se de gente de trabalho, da classe média espanhola, que a braços com o desemprego e outros dramas que nasceram na crise financeira, deixaram de conseguir pagar as prestações dos créditos habitação. No fim da linha, são despejados. Mas o pior vem depois. Até saldarem a dívida, vêem-se com penhoras de rendimentos e não podem comprar nada. 

Elena Parrondo e o marido estão à beira de ficar sem casa. «Não poderei fazer um contrato de telefone, comprar um carro ou pagar um aluguer. Tudo me será penhorado», desabafa em declarações ao El Mundo. O casal vai pagar todos os dias, em todos os movimentos, o único crime que cometeu: ter caído no desemprego.

A história repete-se por todo o país. O marido de Elena trazia para casa um bom salário no sector da construção. Mas as obras pararam e atiraram milhares para o desemprego. Os mais experientes foram trocados por jovens mal pagos e com contratos precários.

Com quatro filhos para alimentar, um subsídio de mil euros e uma prestação de 680, o casal tomou a dura decisão: «Pensámos muito e deixámos de pagar a hipoteca».

O suicídio que marcou a manhã em Granada ocorreu no mesmo dia em que activistas do Movimento Stop aos Despejos estão em Maracena para mostrar solidariedade com uma mulher que vive sozinha com os três filhos e que enfrenta uma ordem de despejo a ser cumprida até dia 30.

 

por Andreia Félix Coelho

in SOL

publicado por portuga-coruche às 07:15
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De monkeyslb a 27 de Outubro de 2012 às 11:49
Não há problema vai ser ajudado..estou a falar do Bankia k ter um buraco de 6.000.000 milhões ou de 12.000.000 é igual é para ser ajudado. No orçamento há um cheque em branco, foi passado na venda do BPN k diz "quaisquer novos buracos(ou activos toxicos) encontrados futuramente é o estado que paga, os compradores foram um pouco como os putos nas brincadeiras"sem contar comigo até à morte". Na islandia, k já saiu da ajuda e está a crescer optaram por não cobrir os buracos dos bancos. Aki a dona do BPN k antes se chamava SLN e coincidencia após isto mudou de nome para galilei lá segue impune e a registar lucros sem k nada aconteça....

Comentar post

.Citações Diárias

.Visitantes On-line

.Total de Visitas


Consultar Estatisticas

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Corte no abastecimento de...

. Novo estudo sobre toxidad...

. De olhos bem abertos

. GNR apanha ladrões de bom...

. 85% da divida foi gerada ...

. Continuamos à Espera

. Orientação Pedestre - Cam...

. Dakar Desert Challenge ap...

. Coruche acolhe caravana d...

. DIA EUROPEU DO ENOTURISMO...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 

.Outro Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds