Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

“Comboio de passageiros vai ligar Coruche ao Oriente em 55 minutos”

fotoPresidente da Câmara de Coruche defende desenvolvimento sustentado da futura cidade

“Comboio de passageiros vai ligar Coruche ao Oriente em 55 minutos”

 

A cortiça é uma janela de oportunidade para a valorização do concelho de Coruche, mas o professor de História que lidera câmara, Dionísio Mendes está a lançar alternativas para o futuro. Defende um crescimento harmonioso, com qualidade de vida, da futura cidade. Com o comboio de passageiros e o IC 13, Coruche ficará a menos de uma hora do centro de Lisboa.

 

 

Quando é que avança com a sua candidatura?

 

A ideia é fazer uma apresentação de rodo os candidatos do PS durante o mês de Junho após os feriados. Nesse momento se saberá as novidades com todos os candidatos. Até

lá não faremos anúncios parcelares.

 

Este cenário de crise alterou as prioridades dos municípios. Quais devem ser as linhas orientadoras do próximo mandato em Coruche?

 

A grande prioridade é o investimento das Águas do Ribatejo no saneamento básico em Coruche. Nos próximos quatro anos temos de dar um salto muito grande. Na área da saúde vamos concretizar o Serviço de Urgência Básico em Coruche e vamos reforçar a oferta de cuidados de saúde com a unidade móvel que vamos adquirir para chegar às pessoas mais velhas e com menos recursos. A unidade de cuidados continuados a construir pela Misericórdia, com 30 camas, será fundamental para esta área e a câmara está envolvida neste processo cuja construção avança este ano.

 

E na área social, o que é que está previsto?

 

Na área social, vamos reforçar o apoio na construção de vários edifícios para apoio à terceira idade nas várias freguesias e criámos um conjunto de medidas que permitem apoiar as famílias mais carenciadas. O município não pode substituir a segurança social mas pode ajudar as pessoas a viverem com menos dificuldades.

 

 

Está para breve a abertura da fábrica de águas da Nestlé. São mais 50 postos de trabalho.

 

Curiosamente a nascente de onde será captada a água chama-se nascente dos sobreiros porque tem alguns sobreiros lá perto. Isto mostra a importância do sobreiro no concelho de Coruche. O montado de sobro é um ecossistema com grande qualidade ambiental e a Nestlé escolheu bem o local. Esta unidade é mais um investimento na promoção do emprego e na valorização de alternativas aos produtos tradicionais como a cortiça, o pinhão, a madeira, o vinho e a beterraba. A aposta na água é uma alternativa forte. Tivemos algum mérito na conquista deste projecto que vai dar emprego a 50 pessoas.

 

Será uma boa promoção par a vinda de outros investimentos?

 

Esperamos que este bom exemplo seja seguido por outras empresas de qualidade. Estamos receptivos a recebê-las. Temos um projecto para uma fábrica de perfumaria e cosmética que avança ainda este ano no Monte da Barca. Com a nova área industrial com 60 hectares (área equivalente a 70 campos de futebol), queremos atrair para Coruche outros sectores e outras áreas de actividade, reforçando e valorizando sempre os produtos tradicionais.

 

 

O novo aeroporto vai tornar Coruche mais atractivo?

 

 

Com a proximidade do aeroporto vamos atrair novas empresas e muitas pessoas que vêm trabalhar à volta da cidade aeroportuária. Coruche está muito perto do local da construção e vai ter que aproveitar as oportunidades que aparecerem. Queremos investimentos de qualidade que criem emprego e desenvolvimento. Estou a falar de empresas de produção e serviços que possam trabalhar em função do novo aeroporto.

 

 

E o crescimento urbano. Como é que vai ser feito?

 

Coruche tem todas as condições para crescer, aumentando os perímetros urbanos mas vai ser um crescimento ordenado que privilegie a qualidade. Coruche pode marcar a diferença em relação a outros concelhos que estão à volta do novo aeroporto. As pessoas podem encontrar aqui a casa que não têm em Lisboa. Temos características muito próprias que permitem manter a qualidade de vida e atrair quem trabalha no aeroporto ou até em Lisboa. Vamos ficar a menos de uma hora do centro de Lisboa. Queremos crescer sem nos transformarmos num dormitório.

 

 

A ideia que avançou da possibilidade de haver uma ligação ferroviária de Coruche a Lisboa como está?

 

Há novidades agradáveis. Temos informação que a proposta que apresentámos há quatro anos foi bem acolhida e brevemente vai ser possível avançar com uma linha de transporte de passageiros entre Coruche e Lisboa, directamente para a Gare do Oriente numa viagem de 55 minutos com todo o conforto e comodidade. Há centenas de pessoas que todos os dias se deslocam de carro ou autocarro a partir do nosso concelho para Lisboa e vice-versa. Este transporte vai ser muito útil também para os concelhos de Salvaterra de Magos e Cartaxo. O sonho pode ser concretizado e será mais um factor de competitividade para Coruche com mais qualidade de vida para as pessoas.

 

E a central de camionagem quando é que fica pronta?

 

A obra recomeçou. O projecto foi todo revisto e estará pronta no Verão de 2010.

 

O quartel de bombeiros tarda em avançar?

 

Temos a candidatura pronta para entregar e ficamos a aguardar a sua aprovação. É uma obra importante que queremos concluir rapidamente, mas não depende apenas de nós.

 

E a eterna sede da Sociedade de Instrução Musical Coruchense (SIC)?

 

A sede da SIC está nas mãos da direcção da colectividade. Estamos disponíveis para construir no actual espaço da velha sede ou para ceder um terreno municipal onde se construa o edifício. Terá de ser a SIC a tomar esta decisão. Nós apoiaremos qualquer solução, mas não podemos ser nós s decidir. Aguardamos que nos comuniquem o que pretendem. Estamos decididos a apoiar esta colectividade centenária que é a mais antiga de Coruche.

 

 

Um dos problemas de Coruche são as acessibilidades. Tem feito sensibilização junto do Governo. Para quando o avanço do IC10 (Coruche-Almeirim) e IC 13 (Campo de Tiro de Alcochete- Coruche)?

 

Temos a informação de que o IC 13 avançará primeiro que o IC10. Será uma auto-estrada até à zona do Infantado, servindo o novo aeroporto, com uma ligação à A13 e a partir do Infantado para Coruche será um itinerário complementar sem portagem. Quanto ao IC 10 está prevista uma travessia do vale comum com o IC13 que será uma alternativa às pontes.

 

 

As pontes continuam em obras e prevê-se um Verão complicado?

 

Vamos ter grandes congestionamentos, apesar da alternativa da ponte militar. Vai ser caótico, mas espero que a conclusão seja rápida e que as pontes possam estar a funcionar em Agosto antes das festas de Coruche.

 

São pontes muito arrojadas com cores vivas?

 

As pontes são um ex-libris da vila e penso que a escolha destas cores diferentes em cada uma das sete pontes são uma ideia original que será bem recebida. No futuro espero que sejam usadas apenas para trânsito local.

 

Para quando a regeneração urbana do centro de Coruche?

 

Estamos a trabalhar nesse plano com uma candidatura para interferir no centro histórico com uma reabilitação de vários edifícios e na zona ribeirinha. Vamos também intervir na entrada norte da vila com um projecto de requalificação.

 

Coruche tem todas as condições para ser cidade. Vai apoiar a sua criação?

 

A curto prazo vejo como interessante que Coruche possa ter o título de cidade que pode dar alguma visibilidade acrescida. É uma ambição nossa, mas é preciso criar infra-estruturas que justifiquem o desígnio e nós vamos criá-las. Como coruchense e bairrista que sou, espero que Coruche seja elevada a cidade nos próximos quatro anos.

 

 

Vive a sua actividade com emoção. Não ficou abalado com os ataques feitos por autarcas à sua vida pessoal?

 

Eu gosto muito do que faço e sinto um enorme prazer no que tenho feito pelo meu concelho. Todas as tentativas de enxovalho são insuficientes para mudar a minha foram de estar e de servir o meu concelho. Entendo essas provocações como excessos da democracia que são situações de excepção que lamentamos, mas ultrapassamos com normalidade.

 

Como é que registou a solidariedade dos eleitos da CDU?

 

Foi normal. Em democracia a solidariedade é normal. Eu próprio tenho sido solidário com autarcas da CDU que também passam por situações semelhantes de serem caluniados ou difamados por outros eleitos. A vida continua, temos de saber conviver com estas situações.

 

 

Tem sido acusado de gastar muito dinheiro em campanhas de marketing. É um investimento com retorno?

 

Nós julgamos que estamos no bom caminho. Queremos atrair investimentos e mais habitantes para Coruche, queremos ser uma alternativa à vida em Lisboa e para isso temos de mostrar o que temos e todas as nossas potencialidades. É isso que fazemos com o Coruche Inspira onde juntámos um conjunto de iniciativas que estavam dispersas e projectámo-las junto da opinião pública. É semear para colher.

 

 

Uma entrevista que pode ler na íntegra nas edições semanal em www.omirante.pt e na edição impressa já nas bancas.

 

in O Mirante

publicado por portuga-coruche às 17:10
link do post | comentar | favorito

Antigo dirigente do Coruchense notificado para pagar 212 mil euros às finanças

Dezasseis ex-dirigentes e ex-membros de comissões administrativas do Grupo Desportivo “O Coruchense”, clube que está desactivado, foram notificados pela Direcção de Finanças de Santarém para assumirem pessoalmente o pagamento da dívida do clube ao fisco correspondente ao período entre 2002 e 2008. Os valores a pagar variam entre os 212 mil e os 73 euros e os notificados correm o risco de ver penhorados os salários ou bens pessoais se não pagarem.

A notificação chegou sexta-feira aos ex-dirigentes sob forma de reversão da dívida, estimada em mais de 300 mil euros, já que as Finanças não encontraram qualquer património do clube que pudesse ser penhorado.

Um dos valores que mais contribuiu para a dívida foi o não pagamento de 147 mil euros de IVA respeitantes à doação de um terreno no Montinho do Brito, propriedade do Coruchense, à câmara, para ali ser construído o estádio municipal. Em contrapartida a autarquia teria de construir uma sede para o clube no valor de 200 mil euros. A doação foi feita em 2001. A construção da sede do clube foi adjudicada em Maio último, oito anos depois, já com O Coruchense de “rastos”.

Para o acumular da dívida contribuíram ainda montantes incumpridos de IVA e de IRC, juros de dívidas e juros de juros. Segundo Carlos Galamba, um dos ex-dirigentes mais penalizados, o grosso da dívida refere-se aos anos de 2001 e 2002, e respeita a IVA e IRC por liquidar. “Pertenci a uma comissão administrativa em 2003-2004 e integrei de início a direcção presidida por Joaquim Capricho como tesoureiro, mas apresentei de imediato a demissão à assembleia-geral. Agora, sem ter culpa que as Finanças não tenham conhecimento dessa comunicação, sou confrontado com uma notificação de dívida de 212.287 euros e a ameaçado de ficar sem a casa e o carro”, explica Carlos Galamba a O MIRANTE.

O ex-dirigente diz ainda ser muito estranho como a Direcção de Finanças é capaz de instruir um processo referente a dívidas de IVA de 2002, dois anos e dois meses depois.

Além de Carlos Galamba, outros três dirigentes da direcção presidida por Joaquim Capricho, recentemente falecido, foram notificados. Há ainda ex-membros de comissões administrativas citados para pagar valores entre os 27 e os 29 mil euros e da direcção cessante em 2008, 6 700 euros para alguns dirigentes.

Os valores mínimos de dívida respeitam à não cobrança de Imposto Municipal sobre Imóveis, tendo sido notificados três elementos para pagarem 73 euros cada um. Neste rol inclui-se o cavaleiro tauromáquico João Palha Ribeiro Teles.

Esta terça-feira 12 dos 16 ex-dirigentes citados reuniram nos Paços do Concelho com o presidente da câmara, a assessora jurídica e o chefe de divisão financeira para exporem a situação.

Segundo Carlos Galamba o presidente da autarquia disse que a situação vai ser analisada mas da reunião não saiu qualquer proposta concreta das partes. Quanto à sede de O Coruchense a construir, que a câmara passou a denominar de edifício administrativo de apoio ao estádio municipal, Carlos Galamba entende que não será solução avançar para a sua construção e entregue ao clube, correndo o risco de ser imediatamente penhorada. O presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes, disse a O MIRANTE que não prestava declarações à comunicação social sobre esse assunto.

 

Uma reportagem com desenvolvimentos na edição impressa de O MIRANTE esta quinta-feira nas bancas.

 

in O MIrante

publicado por portuga-coruche às 14:18
link do post | comentar | favorito

Descobertos cemitérios de leprosos e escravos

Dois cemitérios, um de leprosos que remonta a 1490, e outro de escravos, com cerca de 140 esqueletos foram descobertos em Lagos durante as escavações para a construção de um parque de estacionamento.

 

Dois cemitérios, um de leprosos que remonta a 1490, e outro de escravos, com cerca de 140 esqueletos foram descobertos em Lagos durante as escavações para a construção de um parque de estacionamento.

As descobertas incluem ainda uma lixeira do século XV.

Os vestígios arqueológicos foram descobertos durante as escavações para a construção de um parque de estacionamento, na zona da Praça d’Armas, no Parque da Cidade, disse hoje à Lusa o presidente da câmara de Lagos, Júlio Barroso.

Além dos cemitérios, foram encontrados vestígios de uma Gafaria (hospital para leprosos), um forno crematório de uma ocupação ainda mais remota, peças de cerâmica e moedas medievais.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Lagos disse que os achados arqueológicos, «confirmam as referências documentadas que apontam para o funcionamento de uma Gafaria no período de 1490 até meados do século seguinte».

Num piso inferior ao da Gafaria foi descoberto um forno crematório de uma época mais remota, apresentando o local, vários níveis de ocupação, correspondentes a períodos históricos diferentes.

Segundo Júlio Barroso, num cemitério foram encontrados cerca de 20 esqueletos com deformações, que «correspondem a sinais muito evidentes de lepra, o que torna Lagos um local de referência para o estudo da doença e para a história da medicina».

«Estas descobertas permitem que estudos sobre a lepra que eram feitos na Dinamarca, possam ser feitos em Lagos», observou o autarca.

Júlio Barroso considerou ainda que a descoberta dos 140 esqueletos de escravos africanos «abre um novo campo de conhecimento sobre o estatuto social do escravo, a sua vivência e, em termos gerais, sobre os descobrimentos portugueses».

Para o autarca, as «descobertas enriquecem o património arqueológico da cidade, contribuindo para uma melhor compreensão da sociedade de épocas passadas».

«Abre-se um novo campo de estudo para a História da Medicina, da Engenharia, do Urbanismo, e da Sociologia/Antropologia», observou.

Júlio Barroso acrescentou que a autarquia «está empenhada em continuar os estudos sobre os vários períodos da história, aproveitando as potencialidades que Lagos oferece».

Os achados arqueológicos foram descobertos na sequência dos trabalhos iniciados em Setembro de 2008 de construção de um parque de estacionamento subterrâneo, com três pisos, integrado no processo de renovação urbana da cidade de Lagos.

 

 

Destak/Lusa | destak@destak.pt

 

 

publicado por portuga-coruche às 10:30
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

O Jogo: Antigos dirigentes do GD Coruchense notificados por dívidas tributárias

Dezasseis antigos dirigentes do GD Coruchense foram notificados para o pagamento de dívidas tributárias do clube, num valor superior a 800 mil euros, referentes a IVA e IRC, disse um dos elementos da Comissão Administrativa do biénio 2003/04.

De acordo com Carlos Galamba, que em 2004 foi eleito vice-presidente do clube e se demitiu após dois meses em funções, entre as notificações de execução "quatro são superiores a 200 mil euros", precisando que no seu caso é referente a 212.287 e nos restantes 212.193 euros.

"Como o clube não tem património, há uma reversão que imputa as dívidas ao tempo das direcções, no caso à Comissão Administrativa", explicou o ex-dirigente, realçando que “não estava ligado ao futebol" e que aceitou o desafio "por carolice", "um pouco às cegas".

Com um prazo de contestação de dez dias após a notificação, os antigos responsáveis do GD Coruchense, que desconhecem se o clube terá sido informado das diligências, já reuniram com um fiscalista e solicitaram apoio à Câmara Municipal de Coruche.

"Na segunda-feira vamos tentar resolver esta situação com a câmara. Neste momento são quinze famílias dependentes disto, nós não temos rendimentos para suportar estas dívidas. Há gente sem dormir e famílias em pânico”, referiu Carlos Galamba.

Contactado pela Agência Lusa, o presidente da autarquia, Dionísio Mendes, confirmou a disponibilidade para “acompanhar o processo, do ponto de visto jurídico, para, eventualmente, ser feita a contestação", remetendo qualquer esclarecimento adicional para depois da reunião da próxima semana.

Os responsáveis pelo clube desde 2003 foram notificados, entre quinta e segunda-feira, por cerca de 28 processos das Finanças, de acordo com o ex-dirigente.

Em causa está, segundo o próprio, a doação de um terreno ao clube, com cerca de 6,8 hectares, em Montinho do Brito, para a construção de um complexo desportivo, tendo em vista a substituição do antigo campo Horta da Nora que estava alugado ao clube e entretanto foi vendido pelo proprietário.

Na altura, já com dívidas fiscais, o GD Coruchense não dispunha do estatuto de entidade pública, ficando assim afastada a possibilidade de se candidatar a financiamentos, daí que tenha doado o terreno à autarquia para que construísse o estádio e edificasse uma sede para o clube.

Neste terreno, a Câmara de Coruche custeou as obras de terraplanagem e fundações, num valor de cerca de 750 mil euros, no entanto foi o clube que deduziu IVA sobre as facturas passadas ao empreiteiro, segundo Carlos Galamba.

Após a transferência para a autarquia, o montante de IVA deduzido pela intervenção teria de ser devolvido, facto que não ocorreu, tendo o clube sido alvo de várias coimas, às quais se têm acumulado juros.

Apesar do investimento neste terreno, a Câmara de Coruche acabou por construir o Estádio Municipal José Peseiro, inaugurado a 25 de Abril de 2007, em Santo Antonino.

Mesmo sem qualquer actividade desportiva actualmente, o GD Coruchense, que foi fundado em 1948 e conquistou o título de campeão da III Divisão nacional em 1953/54, consta na lista de devedores da Direcção-Geral das Finanças, com dívidas situadas entre 100.001 euros a 500.000 euros.

A 18 de Agosto de 2008, alguns dos antigos responsáveis pelo emblema ribatejano fundaram um novo clube, denominado de Amigos do Grupo Desportivo Coruchense - Associação Desportiva que, além dos escalões de formação, participa na II Divisão distrital da Associação de Futebol de Santarém, em seniores.

 

 

 

 

in O Jogo

 

 

publicado por portuga-coruche às 13:59
link do post | comentar | favorito

GD Coruchense: Antigos dirigentes notificados por dívidas tributárias

Dezasseis antigos dirigentes do GD Coruchense foram notificados para o pagamento de dívidas tributárias do clube, num valor superior a 800 mil euros, referentes a IVA e IRC, disse um dos elementos da Comissão Administrativa do biénio 2003/04.

De acordo com Carlos Galamba, que em 2004 foi eleito vice-presidente do clube e se demitiu após dois meses em funções, entre as notificações de execução "quatro são superiores a 200 mil euros", precisando que no seu caso é referente a 212.287 e nos restantes 212.193 euros.

"Como o clube não tem património, há uma reversão que imputa as dívidas ao tempo das direcções, no caso à Comissão Administrativa", explicou o ex-dirigente, realçando que “não estava ligado ao futebol” e que aceitou o desafio "por carolice", "um pouco às cegas".

Com um prazo de contestação de dez dias após a notificação, os antigos responsáveis do GD Coruchense, que desconhecem se o clube terá sido informado das diligências, já reuniram com um fiscalista e solicitaram apoio à Câmara Municipal de Coruche.

"Na segunda-feira vamos tentar resolver esta situação com a câmara. Neste momento são quinze famílias dependentes disto, nós não temos rendimentos para suportar estas dívidas. Há gente sem dormir e famílias em pânico”, referiu Carlos Galamba.

Contactado pela Agência Lusa, o presidente da autarquia, Dionísio Mendes, confirmou a disponibilidade para “acompanhar o processo, do ponto de visto jurídico, para, eventualmente, ser feita a contestação", remetendo qualquer esclarecimento adicional para depois da reunião da próxima semana.

Os responsáveis pelo clube desde 2003 foram notificados, entre quinta e segunda-feira, por cerca de 28 processos das Finanças, de acordo com o ex-dirigente.

Em causa está, segundo o próprio, a doação de um terreno ao clube, com cerca de 6,8 hectares, em Montinho do Brito, para a construção de um complexo desportivo, tendo em vista a substituição do antigo campo Horta da Nora que estava alugado ao clube e entretanto foi vendido pelo proprietário.

Na altura, já com dívidas fiscais, o GD Coruchense não dispunha do estatuto de entidade pública, ficando assim afastada a possibilidade de se candidatar a financiamentos, daí que tenha doado o terreno à autarquia para que construísse o estádio e edificasse uma sede para o clube.

Neste terreno, a Câmara de Coruche custeou as obras de terraplanagem e fundações, num valor de cerca de 750 mil euros, no entanto foi o clube que deduziu IVA sobre as facturas passadas ao empreiteiro, segundo Carlos Galamba.

Após a transferência para a autarquia, o montante de IVA deduzido pela intervenção teria de ser devolvido, facto que não ocorreu, tendo o clube sido alvo de várias coimas, às quais se têm acumulado juros.

Apesar do investimento neste terreno, a Câmara de Coruche acabou por construir o Estádio Municipal José Peseiro, inaugurado a 25 de Abril de 2007, em Santo Antonino.

Mesmo sem qualquer actividade desportiva actualmente, o GD Coruchense, que foi fundado em 1948 e conquistou o título de campeão da III Divisão nacional em 1953/54, consta na lista de devedores da Direcção-Geral das Finanças, com dívidas situadas entre 100.001 euros a 500.000 euros.

A 18 de Agosto de 2008, alguns dos antigos responsáveis pelo emblema ribatejano fundaram um novo clube, denominado de Amigos do Grupo Desportivo Coruchense - Associação Desportiva que, além dos escalões de formação, participa na II Divisão distrital da Associação de Futebol de Santarém, em seniores.

Fonte: Lusa

 

in Sapo Infodesporto

publicado por portuga-coruche às 12:30
link do post | comentar | favorito

Espanha faz... o contrario de nós

O Governo de Zapatero decidiu apostar nas grandes obras publicas para contrariar os efeitos da crise e avançar depressa com elas. Estradas, ferrovias e estações de comboios estao nos pianos do Executivo espanhol para criar empregos - enquanto em Portugal se anunciam grandes obras que nao se veem. Madrid preve ainda incentivos as companhias aereas. especialmente as que aumentem o numero de passageiros transportados para Espanha. O que nos vale e o maior tunel da Peninsula Iberica. que estamos a construir na Serra do Marao...

 

in 24Horas

tags: ,
publicado por portuga-coruche às 12:26
link do post | comentar | favorito

Vai à corrida de toiros, prova vinho e entra no Guiness

A maior prova de vinhos do mundo, candidata a entrar nos recordes do guiness book, vai ter lugar já no próximo sábado, dia 30 de Maio, durante o intervalo de uma corrida de touros a decorrer na Praça de Coruche. Para comprovar este feito virá directamente de Inglaterra um especialista que irá testemunhar este novo recorde.

A prova de vinhos será conduzida em plena arena pelo enólogo Mário Louro e o vinho será o branco da Quinta da Lagoalva produzido por dois jovens enólogos: Diogo Campilho e Pedro Pinheiro.

Os cerca de cinco mil aficionados, que esgotarão a praça de touros, irão ter a oportunidade durante o intervalo não só de provarem este branco como de contribuírem para que Coruche e Portugal passem a figurar como recordistas em prova de vinhos a nível mundial.

A corrida, que está a ter grande procura sobretudo no Ribatejo, poderá ser vista em directo na RTP 1.

Recorde-se que este branco já tem história., uma vez que foi o vinho servido aos chefes de Estado e de Governo durante a Cimeira de Lisboa.

 

 

in Lusowine

 

publicado por portuga-coruche às 11:50
link do post | comentar | favorito

David Megre lidera Europeu de TT


 

David Megre lidera Europeu de TT

O piloto do Team KTM Municio de Coruche, David Megre, conseguiu no passado fim-de-semana tomar de assalto a primeira posição do campeonato Europeu de Bajas após dois dias de competição bem distintos.

O piloto com as cores da Mercearia Vencedora iniciou a primeira fase da prova realizada na região de Melfi, no sul de Itália. ‘Com bastantes cautelas por não conhecer o tipo de terreno, mas como o esquema de provas era em regime de voltas aumentei o ritmo nas passagens seguintes e consegui no final do primeiro dia um resultado muito animador para enfrentar o dia seguinte’, referiu.

O recruta da KTM conseguiu assim uma importante vitória no final do primeiro duelo desta segunda ronda do campeonato europeu, o que adicionado aos dois segundos lugares conseguidos no Algarve lhe permitia partir para o segundo dia com a primeira posição do campeonato, sendo que em Itália esteve ausente o vencedor no Algarve, Fernando Ferreira, a participar na derradeira prova do campeonato nacional de enduro em Góis. ‘Foi pena que o Fernando não tivesse vindo até aqui a Itália porque seríamos dois a lutar contra a ‘Squadra Azurra’ formada pelos italianos’, comentou ainda o piloto da Caismotor.

Mas o dia seguinte não foi tão positivo para o ribatejano e apesar da KTM com as cores da Cetelem ter continuado a funcionar na perfeição uma queda bastante aparatosa na derradeira fase do dia de encerramento quase que obrigava à desistência o piloto português. ‘Cai numa zona bastante rápida e pensei mesmo em desistir, mas como estava perto do final da prova decidi terminar, mesmo se em ritmo mais lento’, referiu Megre depois de colocar a sua moto em Parque-Fechado na terceira posição final do dia.

Mesmo com este contratempo o objectivo de David Megre em assumir a liderança do campeonato foi perfeitamente atingido, com o recruta da KTM a deter agora dois pontos de vantagem na liderança do campeonato. ‘O resultado final acaba por ser positivo, poderia ser melhor não fosse a queda no final do segundo dia. Mas cumpri com o meu objectivo principal e agora quero mesmo lutar pelo campeonato’, concluiu.

Texto: Team KTM Município de Coruche
Foto: Fozmotor

 
Enviado por HAS  

 

in Fozmotor

publicado por portuga-coruche às 09:35
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

Alzheimer descrita como diabetes do cérebro

 

 

por LUÍS NAVES

 

 

Medicina. A relação entre os níveis de açúcar no sangue e a demência dos idosos ou a sua capacidade cognitiva foram objecto de dois estudos separados que esclarecem alguns dos segredos do envelhecimento do cérebro. Um terceiro estudo revelou a relação entre um gene e a longevidade

 

Insulina pode proteger contra o declínio mental

Três estudos divulgados no mesmo dia permitem compreender melhor o envelhecimento e abrem portas para prevenir alguns dos seus piores efeitos. Dois desses estudos ligam o Alzheimer à diabetes, enquanto um terceiro sugere que uma mutação genética está ligada à longevidade.

Um trabalho publicado pela revista Proceedings of the National Academy of Sciences aprofunda a já conhecida relação entre o nível da hormona insulina e a degradação do cérebro de doentes de Alzheimer, doença actualmente sem cura que afecta pessoas idosas.

Cientistas americanos e brasileiros estudaram neurónios ligados à memória, tratando-os com medicamentos usados no ataque à diabetes. Os investigadores perceberam que essas células ficavam menos susceptíveis aos efeitos de proteínas (ADDL) que se acumulam nos cérebros dos doentes de Alzheimer. Ou seja, os medicamentos usados para tratar a diabetes podem ter um novo papel no futuro. Segundo Sérgio Ferreira, da Universidade do Rio de Janeiro, citado pela BBC, "reconhecer que a doença de Alzheimer é uma espécie de diabetes do cérebro aponta-nos o caminho para novas descobertas e tratamentos".

A relação entre a função cerebral e o nível de açúcar no sangue foi objecto de um segundo estudo ontem divulgado pela revista médica Diabetes Care. Pessoas com diabetes correm um risco de demência na velhice 50% superior à de pessoas com o nível de açúcar estabilizado.

O estudo avaliou três mil pacientes, todos idosos, medindo os níveis de glucose e a capacidade cognitiva, concluindo que o açúcar é um dos factores que podem influenciar a capacidade cognitiva em idades mais avançadas. O estudo, no entanto, não conseguiu provar que a redução do açúcar melhore essas capacidades de alguma forma.

Entretanto, em Berlim, uma equipa de investigadores alemães con- firmou que uma mutação do gene FOXO3A está relacionada com a longevidade de pessoas centenárias.

A equipa da Universidade de Kiel comparou o ADN de 388 alemães de mais de cem anos com o de pessoas mais novas, descobrindo o papel da mutação. A constatação tinha já sido feita por um estudo que analisou centenários franceses e por outro trabalho sobre americanos de origem japonesa e com mais de 95 anos. Segundo os responsáveis pelo estudo alemão, os resultados mostram que em populações diferentes e no mundo inteiro a mutação neste gene tem provavelmente um papel que permite aos seus portadores atingir idade elevada.

 

in DN

publicado por portuga-coruche às 15:45
link do post | comentar | favorito

Aniversário do Foral da Vila de Coruche

Em 26 de Maio de 1182, D. Afonso Henriques concedia foral à vila de Coruche, no Ribatejo.
 

publicado por portuga-coruche às 10:02
link do post | comentar | favorito

.Citações Diárias

.Visitantes On-line

.Total de Visitas


Consultar Estatisticas

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Corte no abastecimento de...

. Novo estudo sobre toxidad...

. De olhos bem abertos

. GNR apanha ladrões de bom...

. 85% da divida foi gerada ...

. Continuamos à Espera

. Orientação Pedestre - Cam...

. Dakar Desert Challenge ap...

. Coruche acolhe caravana d...

. DIA EUROPEU DO ENOTURISMO...

.últ. comentários

Sr José Sá, já confirmou a sua tese? Obrigado
Eu uso os produtos da HerbaLife há anos e são fant...
Tudo é muito aberta e muito clara explicação de qu...
Ė e nāo e pouco....
Subscrevo, já cá temos miséria que nos baste, e ge...
Por ser nutricionista e' que fala assim...
http://www.publico.pt/economia/noticia/herbalife-i...
essa empresa foi vendida a eden , que pelo visto a...
Estou para comprar um carro usado num stand de Sal...
VAI SE FERRAR. .INGERI OS COMPRIMIDOS DE MULTIVITA...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. abel matos santos

. acidente

. água

. águas do ribatejo

. almeirim

. apanhados

. aquecimento global

. assalto

. autarquia

. benavente

. biscainho

. blogosfera

. bombeiros

. burla

. câmara municipal de coruche

. carina

. cdu

. china

. ciência

. cigana

. ciganos

. clima

. climategate

. cobre

. comboio

. copenhaga

. cortiça

. coruche

. couço

. cp

. crianças

. crime

. criminalidade

. crise

. dai

. david megre

. desaparecida

. desaparecidos

. desemprego

. desporto

. dionísio mendes

. dívida

. douro

. droga

. economia

. edp

. educação

. emigração

. emprego

. energia

. ensino

. escola

. espanha

. etnia

. fajarda

. faleceu

. fascismo

. festas

. finanças

. fmi

. fome

. gnr

. humor

. imperialismo

. impostos

. insólito

. internet

. ipcc

. justiça

. ladrões

. lamarosa

. meteorologia

. mic

. miccoruche

. morte

. música

. phil jones

. pobreza

. política

. pontes

. procura-se

. racismo

. roubo

. santarém

. saúde

. segurança

. sociedade

. sub

. tempo

. ticmais

. toiros

. tourada

. touros

. trabalho

. tráfico

. tribunais

. video

. videos

. violência

. xenofobia

. todas as tags

.links

.Enviem Notícias e Comentários

CONTACTO

greenbit@sapo.pt

.pesquisar

 

.Outro Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds